Abrir menu principal
José Nunes da Ponte
Nascimento 1848
Morte 5 de setembro de 1924 (76 anos)
Cidadania Portugal
Alma mater Universidade de Coimbra
Ocupação poeta, escritor, médico

José Nunes da Ponte (Ribeira Grande, Conceição, 20 de Maio/Outubro de 1848Porto, Foz do Douro, 5 de Setembro de 1924) foi um médico, político, filantropo e poeta português.

Índice

FamíliaEditar

Filho de Damião António Nunes da Mata, natural da Ilha da Madeira, e de sua mulher Florinda Inocência da Ponte.[1]

BiografiaEditar

Bacharel em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, em 1879, domiciliou-se no Porto, cidade onde exerceu Medicina. Membro do Partido Republicano Português e depois do Partido Unionista, desempenhou papel de vulto na divulgação dos ideais republicanos na cidade do Porto até à Revolução de 1910. Ocupou diversos cargos durante a Primeira República Portuguesa, entre os quais o de primeiro governador civil republicano do Distrito do Porto (1910), Presidente da Câmara Municipal do Porto interino de 14 de Dezembro de 1907 a 14 de Maio de 1908 e efectivo de 13 de Outubro de 1910 a 12 de Janeiro de 1911, Provedor da Santa Casa da Misericórdia do Porto, deputado da Nação e presidente da Câmara dos Deputados e 67.º Ministro das Obras Públicas e Ministro do Fomento durante o 9.º Governo Republicano de Pimenta de Castro (28 de Janeiro a 14 de Maio de 1915), etc. Foi também poeta de mérito.[1]

Casamento e descendênciaEditar

Casou com Maria Emília Monteiro Soares de Albergaria (Coimbra, 6 de Janeiro de 1850 - Porto, Foz do Douro, 1 de Maio de 1909), filha de Luís Monteiro Soares de Albergaria, Capitão-Mor de Midões, Fidalgo da Casa Real e Comendador da Ordem de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa, e de sua mulher (1839) Ludovina Amélia da Silva Carvalho, irmã do 1.º Visconde de Silva Carvalho e filha de José da Silva Carvalho, com geração. Foram pais de Luís Monteiro Soares de Albergaria Nunes da Ponte.[1]

Referências

  1. a b c "Costados", D. Gonçalo de Mesquita da Silveira de Vasconcelos e Sousa, Livraria Esquina, 1.ª Edição, Porto, 1997, N.º 98 e N.º 110

Ligações externasEditar