Abrir menu principal

José Rueff Tavares

José Rueff
Nascimento 7 de abril de 1954
Sá da Bandeira, Angola
Nacionalidade Portugal Português

José Alexandre de Gusmão Rueff Tavares[1] (Sá da Bandeira, Angola, 7 de Abril de 1954) é um médico e investigador português.

FamíliaEditar

Filho varão primogénito de José Rueff de Magalhães Tavares (19 de Novembro de 1928), Major, que em Monarquia seria Representante dos Títulos de Conde de Figueiredo Magalhães e Visconde de Gumiei, e de sua mulher Ana Augusta Bidarra de Gusmão (24 de Março de 1926 - 16 de Fevereiro de 2012).[carece de fontes?]Bisneto de Francisco Bento Alexandre de Figueiredo Magalhães, 1.º Visconde de Gumiei e 1.º Conde de Figueiredo Magalhães, que foi médico cirurgião, militar, professor universitário e Médico Honorário da Real Câmara.

BiografiaEditar

Foi aluno do Colégio Militar[2] de 1964 a 1971. Licenciado em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa em 1977 e Doutor em Medicina em 1984. Desde esse ano é Diretor do Departamento de Genética da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa, onde desde 1990 é Agregado em Genética e desde 1992 é Professor Catedrático de Genética. Desempenhou, também, os cargos de Pró-Reitor da Universidade Nova de Lisboa entre 1993 e 1999 e de Vice-Reitor da Universidade Nova de Lisboa entre 2003 e 2007. Foi Coordenador do Centro de Investigação em Genética Molecular Humana (CIGMH)[3]) desde 2000.[4].

É Coordenador do Centro de Toxicogenómica e Saúde Humana desde 2015 (http://cigmh.fcm.unl.pt/

Integrou, desde 1986, em representação de Portugal ou como perito sénior independente, diversas comissões científicas da Comissão Europeia, a qual representou em reuniões da Organização Mundial de Saúde e do Comité Europeu de Normalização.[4]

Desempenhou cargos em sociedades científicas nacionais e internacionais, nomeadamente Conselheiro da European Environmental Mutagen Society, foi Membro do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida (CNECV)[5] entre 1990 e 1995 e 5.º Presidente da Sociedade Portuguesa de Genética entre 1993 e 2001.[4]

É Académico Efectivo da Academia das Ciências de Lisboa, da Classe de Ciências na 6.ª Secção – Ciências Médicas,[6] e Académico Correspondente da Academia Portuguesa de Medicina. É membro da American Asociation for Research on Cancer (AACR).[7]

É autor de cerca de 200 publicações de investigação internacionais, sendo regularmente também avaliador de artigos para publicações internacionais (listas de publicações e trabalhos internacionais em bases de dados como ORCID, Scopus, PubMed, Research Gate). É membro do 'Editorial Board' de: Mutation Research - Genetic Toxicology and Environmental Mutagenesis (https://www.journals.elsevier.com/mutation-research-genetic-toxicology-and-environmental-mutagenesis); Cancer Drug Resistance (https://cdrjournal.com/editorsChief/index) e Frontiers in Genetics - Toxicogenomics (https://www.frontiersin.org/journals/genetics#editorial-board)

Editou em 2016 o livro 'Cancer Drug Resistance' (ISBN 978-1-4939-3347-1) publicado pela Springer NY (http://www.springer.com/de/book/9781493933457).

Recebeu, entre outros Prémios Científicos, o Estímulo à Excelência da Fundação para a Ciência e Tecnologia em 2006,[4] e ainda Prémios Pfizer da Sociedade das Ciências Médicas de Lisboa (em 1976 e 1978)[8] e de Genética Molecular da Fundação Burdinola (2001).[carece de fontes?]

Foi membro da Comissão Nacional Justiça e Paz (http://www.ecclesia.pt/cnjp/) e Presidente Nacional da Associação dos Médicos Católicos Portugueses (http://www.medicoscatolicos.pt/).

Referências