Abrir menu principal
José de Sousa Nunes
Nacionalidade Portugal Portugal
Ocupação Engenheiro, ferroviário
Empregador Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses
Cargo Engenheiro chefe da Divisão de Via e Obras

José de Sousa Nunes foi um engenheiro e ferroviário português.

BiografiaEditar

Iniciou a sua carreira em 1919, como engenheiro praticante na Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses.[1] Em 1927, foi promovido a chefe de serviço das Instalações Eléctricas na Divisão de Via e Obras, e, em 1930, a engenheiro chefe de serviço da Conservação de Via e Obras; pouco tempo depois, tornou-se chefe da Sala de Estudos.[1] Em 1942, passa a engenheiro subchefe, e em 1947, a engenheiro chefe da Divisão.[1] Reformou-se no dia 1 de Dezembro de 1955, após 36 anos de serviço da Companhia.[1]

Colaborou, igualmente, na organização do Pavilhão da Companhia na Exposição do Mundo Português, em 1940, tendo recebido um louvor por parte do Conselho de Administração.[1] Em 1943, chefiou as obras de construção da Colónia de Férias da Praia das Maçãs, e, em 1947, orientou a reparação dos estragos provocados por um descarrilamento na Estação Ferroviária de Vila Franca de Xira.[1] Em 1948, liderou os trabalhos de restabelecimento da circulação ferroviária na Ponte de Santana, e, no ano seguinte, organizou um comboio especial, entre Queluz e Luso, onde viajou o General Franco.[1]

Referências

  1. a b c d e f g «Figuras ferroviárias: Engenheiro José de Sousa Nunes» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 69 (1639). 179 páginas. 1 de Abril de 1956. Consultado em 28 de Abril de 2014 


  Este artigo sobre engenheiro(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.