Josias de Souza

jornalista brasileiro


Josias de Souza
Josias de Souza
Nascimento 11 de dezembro de 1961 (58 anos)
São Paulo
Formação jornalista
Educação Centro de Ensino Unificado de Brasília
Trabalhos notáveis Prêmio Esso (2001), categoria Regional Sudeste pela reportagem Os Papéis Secretos do Exército

Josias de Souza (São Paulo, 11 de dezembro de 1961) é um jornalista brasileiro, que exerce desde 1984 essa profissão. Trabalhou por 25 anos na Folha de S.Paulo (repórter, diretor da Sucursal de Brasília, Secretário de Redação e articulista). É coautor do livro A História Real (Editora Ática, 1994), que revela bastidores da elaboração do Plano Real e da primeira eleição de Fernando Henrique Cardoso à Presidência da República. Em 2001, ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo (Regional Sudeste) com a série de reportagens batizada de Os Papéis Secretos do Exército.[1]

Atualmente, Josias é um comentarista de política.

BiografiaEditar

Trajetória como jornalistaEditar

 
Josias de Souza entrevistando o então governador de São Paulo João Doria em 2019.

Após formar-se em jornalismo pelo Centro de Ensino Unificado de Brasília, Josias de Souza ingressou no jornal Correio Braziliense. Em março de 1984 passou a assinar suas primeiras matérias, nas páginas de esportes e política.[2] Após Otávio Frias Filho assumir a redação do jornal Folha de S.Paulo, foi promovida uma reformulação que culminou com a reestruturação do escritório sucursal de Brasília. Em meio a esse processo, Josias de Souza foi contratado em 1985 pela Folha como repórter em Brasília, da seção política. Ao mesmo tempo, manteve-se como repórter no Correio. Um ano depois, desligou-se do Correio e era o diretor do escritório sucursal brasiliense da Folha, exercendo essa função por dez anos até ser promovido a secretário de redação na sede do jornal em São Paulo.[1]

Na internetEditar

Era colunista do Folha até 2005, e desde 9 de outubro do mesmo ano passou a manter um blog hospedado pelo UOL a respeito dos bastidores da política.

Como escritorEditar

Publicou em 1994 o livro A História Real - Trama de uma sucessão (Editora Ática), em co-autoria com Gilberto Dimenstein. O trabalho versa sobre os bastidores da primeira eleição de Fernando Henrique Cardoso à presidência da República.[1]

DistinçõesEditar

Em 2001, foi o vencedor do prêmio ExxonMobil (Regional Sudeste) com a série de reportagens Os Papéis Secretos do Exército.[1][3]

Vida pessoalEditar

É casado com a também jornalista Liliane Cardoso.

Referências

  1. a b c d «Jornalista Josias de Souza estréia hoje blog na Folha Online». Folha de S.Paulo. 16 de outubro de 2005. Consultado em 29 de abril de 2020 
  2. Josias de Souza (3 de março de 1984). «Sucessão continua indefinida na FBB». Correio Braziliense,edição 7669, página 11/republicaod pela Biblioteca Nacional-Hemeroteca Digital Brasileira. Consultado em 29 de abril de 2020 
  3. Prêmio Esso (2001). «Premiados». Internet Archive. Consultado em 29 de abril de 2020 

Ligações externasEditar