Juatuba

cidade e município no estado brasileiro de Minas Gerais
Juatuba
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Juatuba
Bandeira
Brasão de armas de Juatuba
Brasão de armas
Hino
Gentílico juatubense
Localização
Localização de Juatuba em Minas Gerais
Localização de Juatuba em Minas Gerais
Mapa de Juatuba
Coordenadas 19° 57' 07" S 44° 20' 34" O
País Brasil
Unidade federativa Minas Gerais
Região metropolitana Belo Horizonte
Municípios limítrofes Esmeraldas, Betim, Mateus Leme, Igarapé e Florestal
Distância até a capital 45 km
História
Fundação 27 de abril de 1992
Administração
Prefeito(a) Antônio Adônis Pereira (PATRI, 2019 – 2020)
Características geográficas
Área total [2] 99,543 km²
População total (Censo IBGE/2010 [3]) 22 202 hab.
Densidade 223 hab./km²
Clima tropical de altitude
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 35675-000 a 35679-999[1]
Indicadores
IDH (IBGE/2010 [3]) 0,717 alto
PIB (IBGE/2010 [3]) R$ 879,187 mil
PIB per capita (IBGE/2010 [3]) R$ 39 565,57
Outras informações
Padroeiro(a) São Sebastião[4]
Website www.juatuba.mg.gov.br (Prefeitura)
www.cmjuatuba.mg.gov.br (Câmara)

Juatuba é um município brasileiro do estado de Minas Gerais, localizado no vetor oeste da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

ToponímiaEditar

O nome do município, antes conhecido como Varginha, tem origem indígena, foi adotado em 1911 e significa, 'Sítio dos Juás' devido à abundancia no local deste fruto.[5]

Observação: Antigos moradores do município relatam que o nome Juatuba se originou de duas plantas que eram abundantes na região, uma delas seria o Juá (como mencionado no texto acima) e a outra seria o Jatobá. Daí, fez-se a fusão das duas palavras Juá + Jatobá o que originou o nome do município. Tem ainda a teoria que diz que Juá é o nome da fruta mas tuba significa abundância (em algum dialeto indígena), fazendo menção à quantidade da fruta presente na região.

HistóriaEditar

O povoado de Juatuba iniciou-se em torno da estação ferroviária da antiga Rede Mineira de Viação. Este primeiro registro de habitação da região vincula-se ao ciclo do ouro, sendo a Serra de Santo Antônio ou a Serra de Santa Cruz, pontos de penetração das bandeiras precedentes de Ouro Preto e Mariana. Os bandeirantes, Fernão Dias Pais, Mateus Martins Leme, Borba Gato e outros, vindos dessas cidades em busca do ouro, enfrentaram as dificuldades de atravessar o Rio Paraopeba e fundaram os povoados de Mateus Leme e Esmeraldas[6].

O primeiro prefeito foi eleito em 1 de janeiro de 1993.[3]

Data de Emancipação: 27/04/1.992.[3]

Desmembrado do Município de Mateus Leme.[3]

GeografiaEditar

O município localiza-se na Região Metropolitana de Belo Horizonte, a 45 km da capital mineira e a 32 km de Itaúna.

PopulaçãoEditar

Sua população aferida pelo IBGE em 2010 era de 22.202 habitantes.[3] O povoamento de se desenvolveu em torno da estação ferroviária da antiga Rede Mineira de Viação. O nome de origem indígena – ayú-á, a fruta colhida do espinho e tuba, o sítio dos juás ou lugar onde abundam juás – foi adotado a partir de 1911. A Lei nº 336, de 27 de dezembro de 1948 elevou o povoado a distrito, então pertencente ao Município de Mateus Leme. Pela Lei nº 10.704, de 27 de abril de 1992 foram emancipados trinta e três distritos de Minas Gerais e, entre eles, estava o de Juatuba.

HidrografiaEditar

Juatuba localiza-se na bacia do rio Paraopeba, que está contida na região hidrográfica do Rio São Francisco. O Ribeirão Serra Azul, afluente da margem esquerda do rio Paraopeba, é represado no município para abastecimento de água na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A represa é controlada pela Companhia de Saneamento de Minas Gerais (COPASA) e denomina-se Sistema Serra Azul, que é parte integrante do Sistema Integrado do Paraopeba. Nesse sistema as populações são atendidas conjuntamente pelos sistemas de abastecimento do rio Manso, Serra Azul e Vargem das Flores.[7][8]

Referências

  1. Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. «Busca Faixa CEP». Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. a b c d e f g h Erro de citação: Etiqueta <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs de nome IBGE_Cidades_2010
  4. Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC). «Lista por santos padroeiros» (PDF). Descubra Minas. p. 1. Consultado em 14 de setembro de 2017. Cópia arquivada (PDF) em 14 de setembro de 2017 
  5. http://www.jornaldejuatuba.com.br/
  6. http://www.juatuba.mg.gov.br/
  7. «APE Manancial Serra Azul» (PDF). Companhia de Saneamento de Minas Gerais – COPASA. 29 de setembro de 2016 
  8. «Parecer Único SUPRAM CM n.º 238/2010» (PDF). Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável – SEMAD. 18 de junho de 2010 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.