Abrir menu principal

Cassala

(Redirecionado de Kassala)
Cassala

كسلا

Kassala

  Cidade  
Centro de Cassala para as Montanhas Taca (domos de granito), Sudão
Centro de Cassala para as Montanhas Taca (domos de granito), Sudão
Cassala está localizado em: Sudão
Cassala
Localização de Cassala no Sudão
Coordenadas 15° 27' N 36° 24' E
País Sudão
Estado Cassala
População (2008)
 - Total 419,030

Cassala (em italiano: Cassala; em árabe: كسلا; transl.: Kasala) é a capital do estado homónimo de Cassala, no nordeste do Sudão. A sua população em 2008 era de 419.030 habitantes. É uma cidade e entreposto comercial famosa pelos seus jardins de árvores de fruto. No passado foi um entroncamento ferroviário. Contudo, até 2006 não existiam uma estação de caminhos-de-ferro operacional na cidade e muito do tráfego para e da cidade acabava por se perder. A localização de Cassala na importante estrada Cartum - Porto Sudão mantém a cidade como importante centro comercial.

HistóriaEditar

A cidade foi originalmente criada como campo militar para os soldados otomanos do vice-rei egípcio Maomé Ali em 1840, durante a sua ofensiva militar no Sudão. Em 1885, Cassala foi subsequentemente capturada pelos madistas. Em 1894, após a batalha de Cassala, os italianos tomaram a cidade. Em 1897, o Reino de Itália devolveu Cassala ao reino do Egito. Em 1899, Cassala caiu sob o domínio do Sudão Anglo-Egípcio até à independência sudanesa, em 1956.

Em julho de 1940, durante a Campanha da África Oriental, forças italianas vindas da África Oriental Italiana forçaram uma pequena guarnição britânica a retirar-se de Cassala. Os italianos ocuparam então a cidade com uma unidade de brigada. Em meados de janeiro de 1941, retiraram-se e a guarnição britânica voltou à cidade.

Em 1956, o Sudão Anglo-Egípcio tornou-se na República do Sudão. Deste os anos 60 do século XX, a cidade tem sido destino de inúmeros refugiados etíopes e eritreus que fogem do conflito e guerra. Desde o início da Segunda Guerra Civil Sudanesa nos anos 80, tem sido igualmente refúgio de sudaneses deslocados internamente, fugindo aos conflitos nas montanhas de Nuba, no sul e no oeste do país. Cerca de 160.000 desses refugiados internos estão hoje nos arredores da cidade.

Estado AtualEditar

A região de Cassala tem atualmente o dobro da taxa de mortalidade infantil da região do Darfur.

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Cassala
  Este artigo sobre o Sudão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.