Kid (voleibolista)

jogador de voleibol brasileiro

Gilmar Nascimento Teixeira (Porto Alegre, 30 de outubro de 1970), conhecido como Kid, é um ex-voleibolista brasileiro , canhoto, com passagens pelo voleibol nacional e internacional, que iniciou no vôlei profissional como ponta ou ponteiro, se destacando na posição, e chegou atuar na seleção brasileira também como líbero, entrando para história sendo o primeiro jogador a exercer esta função em quadro pela seleção, com a qual conquistou vários títulos importantes.[1][2]

Kid
Informações pessoais
Nome completo Gilmar Nascimento Teixeira
Apelido Kid
Nascimento 30 de outubro de 1970 (53 anos)
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Nacionalidade Brasil brasileiro
Compleição Peso: 93Kg • Altura: 1,98m
Posição Ponta (voleibol) e Líbero
Nível profissional
Período em atividade Voleibolista
Medalhas
Jogos Pan-Americanos
Prata Havana 1991 Equipe
Liga Mundial de Voleibol
Ouro São Paulo 1993 Equipe
Bronze Milão 1994 Equipe
Prata Rio de Janeiro 1995 Equipe
Bronze Mar del Plata 1999 Equipe
Bronze Roterdã 2000 Equipe
Copa dos Campeões
Ouro Nagano &Tóquio 1997 Equipe
Campeonato Sul-Americano
Ouro Córdova 1993 Equipe
Ouro Caracas 1997 Equipe
Ouro Córdova 1999 Equipe
Copa América
Ouro Mar del Plata1998 Equipe
Prata São Bernardo do Campo 2000 Equipe

Carreira

editar

Em 1984, iniciou sua carreira no vôlei gaúcho no Sogipa, dentre suas características marcantes menciona-se o fato de ser canhoto, atuou como ponta ou ponteiro passador no vôlei profissional, chamando atenção atuando nesta posição.Com o passar dos anos serviu principalmente a seleção brasileira como atacante de ponta e mais tarde como líbero, devido sua regularidade na recepção e defesa , bem como sua versatilidade.Desde a implantação da posição de líbero no esporte, tornou-se um dos primeiros líberos da história do voleibol, bem como o primeiro a atuar pela seleção brasileira.[3][4][5]

Kid se inspirava no início da carreira no Pelé do Vôlei e depois no Renan Dal Zotto [5] e em 1989, desembarcou na cidade de Concórdia na SER Sadia/Concórdia para viver sua primeira experiência num time de ponta. Ele faz parte da geração Jailton, Janelson, Dentinho e Wágner Bocão (já falecido). Ponteiro passador, jogou no Brasil e no exterior e, numa emergência, Radamés Lattari o convocou para ser o líbero da seleção brasileira na Olimpíada de Atlanta 1996.

Convocado para seleção brasileira, foi medalha de prata no Pan de Havana 1991, títulos e bons resultados na Liga Mundial de Voleibol, títulos em Campeonatos Sul-Americanos, ouro na Copa dos Campeões[6] e uma medalha de ouro e outra de prata na Copa América[7] e disputou os Jogos Olímpicos de Verão de 2000.[1]

Uma de suas qualidades quando jogador era ter um dos braços mais rápidos do vôlei brasileiro, cuja velocidade do seu ataque chegava a 103 km/h, além disso, tinha um alcance no ataque de 3,55 m. Passou pela Pirelli, em seguida pelo Olympikus quando foi campeão nacional em 1996[8] e enfim chegou ao Suzano, onde foi bicampeão brasileiro e tetracampeão paulista. Retornou em 1998 para o Olympikus e se sagrou campeão carioca.[3]

Kid tentou a carreira também no voleibol de praia, mas sentiu dificuldade.[5] Conquistou vários títulos nacionais e internacionais: atuou no voleibol de portorriquenho, italiano, japonês, coreano e belga.No voleibol coreano foi onde Kid mais teve dificuldade de adaptação, pois, por questões culturais deste país, não pode levar a família junto[5].Em 2010 foi nomeado supervisor da equipe de vôlei da Fundação Municipal de Esportes e Lazer (FMEL)/Itajaí Pró-Vôlei.[9]

Em 2011 estava treinando e coordenando uma equipe de vôlei de praia em Criciúma. Atualmente possui uma empresa que assessora jogadores de voleibol, cuidando de seus carreiras tanto negociando com clubes nacionais quanto internacionais.[10][11][12] Pela Unisul foi vice-campeão da superliga, foi pentacampeão dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) atuando pela cidade de Florianópolis.[13]

Aos 39 anos de idade, já veterano, Kid impressionava com sua impulsão vertical, apresentando uma boa regularidade. Dedicou 28 anos de sua vida ao voleibol como atleta, conquistou o bicampeonato da superliga pela Cimed/Florianópolis nas temporadas 2007-08 e 2008-09, ao final de sua carreira iniciou o curso de Direito em Itapema visando especializar-se em Direito Esportivo, jogou no Pinheiros/SKY seu último clube profissional, onde atuou como líbero e com sua equipe chega as finais da superliga e do campeonato paulista, terminando em ambas competições na terceira colocação, encerrando em 2010 como atleta justamente na partida única da disputa pelo terceiro lugar na superliga.[5][9][14]

É casado com ex-voleibolista Andréa Teixeira [13], com a qual teve dois filhos. Gustavo Teixeira, é o filho que seguiu os passos dos pais, tornando-se atleta, atuando como lutador de Jiu-Jitsu, sendo destaque em julho de 2010 no Ginásio do Ibirapuera quando conquistou o vice-campeonato mundial na categoria juvenil (faixa azul).[15] Além de Gustavo, Kid tem uma filha chamada Gabriela.

Clubes

editar
Clubes País De Até
Sogipa   Brasil 1984 1988
Pirelli   Brasil 1988 1989
Sadia/Concórdia   Brasil 1989 1990
Rhodia/Pirelli   Brasil 1991 1992
Hoechst/Suzano   Brasil 1992 1993
Nossa Caixa/Suzano   Brasil 1993 1994
Report/Suzano   Brasil 1994 1995
Olympikus/Telesp   Brasil 1995 1997
Papel Report/Suzano   Brasil 1997 1999
Olympikus   Brasil 1999 2002
Unisul/Florianópolis   Brasil 2002 2003
Club Vaqueros de Bayamon   Porto Rico 2002 2003
Canadiens Verona   Itália 2002 2003
Ulbra   Brasil 2003 2003
Knack Randstad Roeselare   Bélgica 2003 2004
Suntory Sunbirds   Japão 2004 2005
Korea LG Insurance   Coreia do Sul 2005 2006
On Line/Novo Hamburgo   Brasil 2005 2006
Cimed/Florianópolis   Brasil 2007 2008
Cimed / Brasil Telecom/Florianópolis   Brasil 2008 2009
Pinheiros/SKY   Brasil 2009 2010

[16][17][18][19]

Títulos e resultados

editar

Premiações Individuais

editar

Referências

  1. a b «Folha Online-Olimpíada 2000-Brasileiros-Vôlei Masculino». Consultado em 21 de setembro de 2013 
  2. «Kid adia aposentadoria, troca de posição e disputa mais uma temporada». 27 de agosto de 2009. Consultado em 21 de setembro de 2013 
  3. a b «Feras do Volei masculino e feminino de quadra e de areia». Consultado em 21 de setembro de 2013 
  4. «O Brasil de Kid». Consultado em 21 de setembro de 2013 
  5. a b c d e f «Resenha Entrevista - Kid». 6 de abril de 2013. Consultado em 22 de setembro de 2013 
  6. «Olimpiadas». Consultado em 17 de setembro de 2012 
  7. «BV-Confederação Brasileira de Voleibol». Consultado em 17 de setembro de 2012. Arquivado do original em 27 de setembro de 2013 
  8. «Folha Online-Por Dentro dos Esportes». 1 de maio de 2000. Consultado em 17 de setembro de 2012 
  9. a b «Jornal de Santa Catarina- Itajaí investe para chegar à elite». 3 de dezembro de 2010. Consultado em 21 de setembro de 2013 
  10. Diretoria Executiva de Comunicação (7 de junho de 2011). «Prefeitura Municipal de Santa Catarina-Jasc: atletas do vôlei de praia serão apresentados nesta semana». Consultado em 21 de setembro de 2013 
  11. «Atleta olímpico no vôlei de Criciúma». 17 de março de 2011. Consultado em 21 de setembro de 2013 
  12. «Jornal A Notícia». 18 de abril de 2008. Consultado em 21 de setembro de 2013 
  13. a b Luís Gustavo Fusinato (16 de novembro de 2011). «Joinville e Floripa favoritos no vôlei de duplas-Kid em Criciúma». Consultado em 22 de setembro de 2013 
  14. «Perfil Gilmar Teixeira -JusBrasil». Consultado em 22 de setembro de 2013 
  15. «FILHO DO EX ATLETA KID É VICE-CAMPEÃO MUNDIAL DE JIU JITSU». 6 de agosto de 2010. Consultado em 22 de setembro de 2013 
  16. «FPV-Federação Paulista de Voleibol». Consultado em 17 de setembro de 2012 
  17. «Brazil - Superliga 2007/08». Consultado em 17 de setembro de 2012 
  18. «"Kid" está en peligro». Consultado em 17 de setembro de 2012 
  19. «Perfil de Kid LegaVolley». Consultado em 22 de setembro de 2012 
  20. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v «Kid - Gilmar Nascimento Teixeira». Consultado em 18 de setembro de 2012 
  21. «Kid Biography and Olympic Results/Olympics at Sports Reference.com». Consultado em 18 de setembro de 2012 
  22. «Séria A1 2002-2003 –Liga Italiana». Consultado em 18 de setembro de 2012 
  23. a b c «Photo&grafia- Agência de Comunicação». Consultado em 18 de setembro de 2012