Abrir menu principal
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita referências, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde outubro de 2017). Ajude a inserir fontes confiáveis e independentes. Material controverso que esteja sem fontes deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Kyle Busch
TSM - Kyle Busch - 2015 - Stierch - 07.jpg
Informações pessoais
Nacionalidade Estados Unidos norte-americano
Nascimento 2 de maio de 1985 (34 anos)
Las Vegas, Nevada
Registros na NASCAR Sprint Cup
Temporadas 2004-presente
Equipes nº18 (Joe Gibbs Racing)
Corridas 501
Títulos 1 - (2015)
Vitórias 53
Top 10 241
Pole positions 31
Primeira corrida 2004 UAW-DaimlerChrysler 400 (Las Vegas)
Primeira vitória 2005 Sony HD 500 (California)
Última vitória 2015 Ford EcoBoost 400 (Homestead)
Registros na NASCAR Xfinity Series
Equipes Nº 18 (Joe Gibbs Racing)
Corridas 338
Títulos 1 - (2009)
Vitórias 92
Top 10 244
Pole positions 64
Primeira corrida 2003 Carquest Auto Parts 300 (Charlotte)
Primeira vitória 2004 Funai 250 (Richmond)
Última vitória 2015 DAV 200 (Phoenix)
Registros na NASCAR
Camping Truck Series
Temporadas 2001, 2004-Presente
Equipes Nº 51 (Kyle Busch Motorsports)
Corridas 140
Títulos 0
Vitórias 53
Top 10 110
Pole positions 18
Primeira corrida 2001 Power Stroke Diesel 200 (IRP)
Primeira vitória 2005 Quaker Steak and Lube 200 (Charlotte))
Última vitória 2015 Careers for Veterans 200 (Michigan)

Kyle Busch (Las Vegas, 2 de maio de 1985) é um piloto de automóvel norte-americano competindo na NASCAR. É irmão de Kurt Busch, também piloto e campeão da NASCAR Sprint Cup Series.

Índice

CarreiraEditar

NASCAREditar

 
Carro de Kyle Busch na NASCAR em Sonoma 2015

Kyle Busch iniciou na NASCAR aos 16 anos na categoria de caminhões, a Camping World Truck Series, entrou como substituto pela Roush Racing e conquistou dois Top 10 em 6 provas disputadas naquele ano de 2001. Era previsto uma temporada completa para o ano seguinte mas não ocorreu por causa da existencia de um acordo entre a indústria tabagista e grande parte dos estados americanos proibindo a participação de menores de 18 em competições patrocinadas por esse tipo de indústria.



A NASCAR após esses incidentes, impôs uma idade mínima de 18 anos para participação em suas categorias deixando Busch afastado da categoria por 1 ano.

Completando 18 anos em 2003, Kyle assinou um acordo para correr pela equipe Hendrick Motorsports na Nationwide Series em algumas provas para competir a temporada toda seguinte no lugar do então campeão Brian Vickers que passou a integrar a equipe na Sprint Cup Series. Busch facilmente conquistou o título de novato do ano vencendo 5 Corridas e terminando na segunda coloocação do campeonato atrás de Martin Truex Jr.

Com a anúncio de que Terry Labonte irá realizar apenas algumas provas nas temporadas de 2005 e 2006, Kyle Busch tomou posse do carro #5 da Hendrick na Sprint Cup. Venceu facilmente o título de novato do ano nessa divisão conquistando 2 vitórias, a primeira dela no California Speedway tornando-o o mais jovem vencedor da história da primeira divisão da NASCAR com 20 anos e 125 dias de idade. Após vários carros destruidos,porém muitas vitorias Kyle Busch encerrou seu contrato na Hendrick em 2007 para que em 2008 fosse convocado para comandar o carro sob responsabilidade da Joe Gibs Racing, o número 18, onde em 2008 venceu 8 das primeiras 21 corridas e em 2009 venceu 4 provas, dentre essas ambas em Bristol Motor Speedway. Ele corre com o patrocinio da Mars INC sob o banner de M&M's racing, e Interstate Batteries Racing. Na Nationwide series correu em 2008 e 2009 pela Joe Gibbs Racing, onde em 2008 consegui o recorde de 10 vitórias, sendo duas delas com o carro #20 que foi o campeão e em 2009 consegui 9 vitorias e o titulo de pilotos. Na Truck series venceu 7 vezes em 2009, e 8 em 2008 e em 2010 correrá com sua própria equipe, a Kyle Busch Motorsports, com o truck #18 e #56, pilotado por Tyler Malsam.

Acidente e fratura na pernaEditar

 
Carro de Kyle Busch na NASCAR em 2015.

Em 2015, Kyle quebrou sua perna na Alert Florida Today 300, na prova de abertura da Xfinity Series, em Daytona, o seu carro perdeu controle e bateu com força no muro que não tinha barreira de pneus Kyle foi atentido na pista e foi levado de ambulância para um hospital da região, o piloto foi afastado da categória e retornou apenas 12 provas depois, na Coca-Cola 600, venceu 4 etapas de 5 sendo 3 seguidas, incluindo Sonoma,Kentucky, New Hampshire e Indianápolis. O piloto conseguiu terminar entre os 30 primeiros do campeonato, garantindo assim sua vaga no Chase. No Chase, foi avançando pouco à pouco, até chegar no Final Four, ao lado de Kevin Harvick, Jeff Gordon e Martin Truex Jr.. Kyle venceu a última etapa, e o Harvick terminou em 2º, com isso Kyle se tornou o primeiro piloto da Toyota a conseguir o título da Sprint Cup. Essa foi a temporada dos sonhos para seus torcedores, nem os mais otimistas deles, previam um resultado tão fantástico como esse.

Principais VitóriasEditar

NASCAR - Sprint Cup SeriesEditar

  • 2018-(Texas),(Bristol),Richimond (2x),(Charlotte),(Chicagoland),(Pocono),(Phoenix)

NASCAR - Xfinity SeriesEditar

  • 2004 - Richmond, Charlotte, Kentucky, Indianapolis Raceway Park e Michigan
  • 2009 - Fontana, Texas (x2), Richmond, Nashville, New Hampshire, Gateway, Charlotte e Homestead-Miami
  • 2014 - Phoenix, Bristol, Dover (x2), Richmond, Kansas e Texas

NASCAR - Camping World Truck SeriesEditar

  • 2011 - Phoenix, Nashville, Dover, Charlotte, Kentucky e New Hampshire

Referências

BibliografiaEditar

  • Francis, Jim (15 January 2008). The History of NASCAR. Crabtree Publishing Company. pp. 4–5. ISBN 978-0-7787-3186-3. Retrieved 5 January 2013.

Ligações externasEditar