Abrir menu principal

Língua regional

Língua regional são derivações das línguas originais, com modificações em sua estrutura, neologismos, e sotaque diferente.[1]

Geralmente acontecem em povos que foram colonizados.[1]

A expressão "língua regional" também pode referir-se a uma língua que é falada em uma determinada região ou localidade, ou seja, uma língua local. Um exemplo de língua regional existente em Portugal é a língua mirandesa, falada no concelho de Miranda do Douro, onde possui, juntamente com o português, o caráter de língua oficial.[2][3][4][5][6]

Referências

  1. a b Dicionário InFormal (2 de outubro de 2014). «Língua regional». Consultado em 8 de setembro de 2018 
  2. «Textos em mirandês nas redes sociais para assinalar Dia da Língua Materna». RTP Notícias. Estima-se que atualmente haja oito mil falantes de língua mirandês repartidos pelo território nacional e pela diáspora 
  3. «A língua mirandesa reinventa-se e salta da aldeia à rede». www.efe.com 
  4. Gómez Bautista, Alberto. «Contributo para uma história do asturo-leonês em Portugal» (PDF). ISSN 0212-0534 
  5. «Lei n.º 7/99 de 29 de Janeiro» (PDF). DIÁRIO DA REPÚBLICA — I SÉRIE-A. 24. 574 páginas. 29 de janeiro de 1999 
  6. «Convenção ortográfica da Lingua Mirandesa» (PDF). mirandes.no.sapo.pt. Consultado em 12 de abril de 2017. Arquivado do original (PDF) em 29 de junho de 2003 

Ver tambémEditar