Abrir menu principal

Línguas malaio-polinésias

Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde setembro de 2019). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

As línguas malaio-polinésias formam um subgrupo das línguas austronésias, com aproximadamente 351 milhões de falantes, espalhados por todas as nações e ilhas do Sueste Asiático e do oceano Pacífico (Polinésia), com um número menor que habita a Ásia continental. O malgaxe é um membro isolado da família, falado na África, na ilha de Madagascar, situada no oceano Índico.

Línguas malaio-polinésias
Distribuição
geográfica
Sudeste Asiático e oceano Pacífico
Classificação linguísticaLínguas austronésias
  • Línguas malaio-polinésias
Subdivisões
Malayo-Polynesian-en.svg
Principais ramos das línguas malaio-polinésias:
Em laranja o grupo borneano-filipino (não mostrado: yami, falando em Taiwan)
Em verde o grupo malaio-polinésio central (ou nuclear),
em roxo o grupo de Halmahera-Baía de Geelvink, e
em rosa as línguas malaio-polinésias orientais.

Uma característica marcante das línguas malaio-polinésias é uma tendência em se utilizar o redobro (recurso onde toda uma palavra ou parte dela é repetida, como em wiki-wiki) para exprimir o plural. Além disso, da mesma maneira que as outras línguas austronésias, também possuem fonologias simples; os textos possuem poucos fonemas, embora freqüentes, e quase nunca apresentam encontros consonantais (como str ou mpt). Boa parte delas também apresenta apenas um pequeno conjunto de vogais, na maioria das vezes apenas as cinco básicas.

ClassificaçãoEditar

As línguas malaio-polinésias partilham diversas inovações fonológicas e léxicas com as línguas formosanas orientais, incluindo a nivelação das consoantes proto-austronésias *t, *C para /t/ e *n, *N para /n/, uma mudança de *S para /h/, e vocabulário, como *lima ("cinco"), que não é encontrado nas outras línguas formosanas.

O malaio-polinésio é dividido em dois ramos, ocidental ("Hesperonésio") e centro-orientais. O ramo ocidental é um agrupamento geográfico definido como unidade lingüística; é descrito como aquelas línguas malaio-polinésias que se estabeleceram no ramo centro-oriental. Nas classificações recentes algumas de suas línguas são inseridas num grupo dito "exterior", como um ramo primário do malaio-polinésio, enquanto o resto permanece num grupo "interior" dentro do ramp malaio-polinésias nucleares. Estes grupos "interior" e "exterior" também são chamados de línguas borneano-filipinas e línguas Sunda-Sulawesi, indicando seu alcance geográfico.

Línguas borneano-filipinas (também ditas malaio-polinésias ocidentais exteriores, ou hesperonésias exteriores)
São faladas por cerca de 130 milhões de falantes, e incluem o tagalog, o cebuano, o ilocano, o hiligaynon, o bicolano, o kapampangan, o Waray-Waray, e o malgaxe.
Línguas malaio-polinésias nucleares
Línguas Sunda-Sulawesi (também ditas malaio-polinésias ocidentais interiores, ou hesperonésias interiores)
São faladas por cerca de 230 milhões de falantes, e incluem o malaio, o malaio indonésio, o sundanês, o javanês, o achém, o chamorro e o palauense.
Línguas malaio-polinésias centro-orientais
Incluem o gilbertês, o nauruano, o romang, o havaiano, o maori, o samoano, o taitiano, o tonganês e o tuvaluano

Ligações externasEditar

The Austronesian (Malayo-Polynesian) Language Family
Malayo-Polynesian Languages