Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde setembro de 2018). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Malgaxe (Malagasy)
Falado em: Madagascar, Reunião (França), Comores, Seychelles, Mayotte
Região: África Meridional
Total de falantes: 20 milhões, aproximadamente.
Família: Austronésia
 Malaio-polinésia
  Grupo Bornéu-filipino
   Malgaxe
Estatuto oficial
Língua oficial de: Madagascar
Regulado por: Não é regulado oficialmente por nenhuma instituição
Códigos de língua
ISO 639-1: mg
ISO 639-2: mlg
ISO 639-3: mlg

O malgaxe (malagasy) é uma língua malaio-polinésia falada por praticamente toda a população de Madagascar.

Em Madagascar, a língua malgaxe é considerada a língua nacional, mas divide a condição de língua oficial com o francês, que continua sendo a língua principal nos meios escritos e na educação.

Existem também alguns falantes de malgaxe na ilha francesa de Mayotte e em comunidades originárias de Madagascar assentadas em Reunião (França), Comores e outros países.

Índice

Descrição linguísticasEditar

ClassificaçãoEditar

O malgaxe pertence ao grupo de línguas malaio-polinésias que, por sua vez, faz parte da família austronésia. A língua mais similar ao malgaxe é o ma'anyan, falada no sul de Bornéu. O fato aparentemente paradoxal de que a língua de Madagascar seja de origem polinésia se deve a que os primeiros povoadores da ilha chegaram até ela por mar vindos da Indonésia, viajando rumo a oeste, levando dali sua língua e sua cultura.

Fonologia e escritaEditar

FonologiaEditar

Geralmente, as palavras malgaxes são paroxítonas, salvo aquelas terminadas em “ka”, “tra” ou “na”, que são proparoxítonas. As vogais átonas são frequentemente omitidas, pelo que malagasy soa de maneira similar à transcrição francesa "malgache". O malgache possui apenas quatro sons vocálicos, correspondentes às vogais /a/, /e/, /i/ e /u/ do espanhol. Não existe, portanto, o fonema /o/.

EscritaEditar

O malgaxe é escrito utilizando-se o alfabeto latino desde um decreto do reino Merina no ano de 1823. Anteriormente utilizou-se ocasionalmente o alfabeto árabe e um alfabeto de cuja origem remonta à Índia para representar a língua. A ortografia atual malgaxe não utiliza todas as letras do alfabeto latino. Entre as vogais, só existem quatro: a, e, i, o. A letra "u" não é utilizada. Tampouco se utilizam as consoantes "c", "q", "w" e "x".

GramáticaEditar

O malgaxe é uma das poucas línguas do mundo na qual as orações seguem a ordem "verbo + objeto + sujeito".

LéxicoEditar

Junto com sua base léxica malaio-polinésia, o malgaxe conta com muitas palavras de origem bantu, em especial do suaíli, devidas à imigração em séculos passados de falantes destas línguas, assim como aos contatos comerciais com a costa oriental da África. Estes contatos comerciais são também a causa da existência de muitas palavras de origem árabe.

Nos últimos anos, o idioma vem tomando muitas palavras do francês e, mais recentemente, também do inglês.

Aspectos sociolinguísticosEditar

Distribuição geográficaEditar

O malgaxe é falado em toda a ilha de Madagascar. Na ilha de Mayotte, há 39.000 falantes do dialeto bushi. Também existem pequenos grupos de falantes, em comunidades originárias de Madagascar, na ilha de Reunião e nas Comores.

OficialidadeEditar

O malgaxe é cooficial com o francês em Madagascar. Apesar de sua condição de língua nacional, o francês continua sendo a língua principal nos meios escritos.

DialetologiaEditar

Existem diferentes classificações dialetais. Uma classificação distingue onze dialetos principais do malgaxe, o bushi, falado em Mayotte, e outros dez na ilha de Madagascar: o merina, falado no planalto do interior, antankarana, bara, betsimisaraka septentrional, betsimisarana meridional, masikoro, sakalava, tandroy-mahafaly, tanosy e tsimihety.

Na verdade, a inteligibilidade mútua entre as diferentes formas dialetais é restrita, pelo que se pode também considerar ao malgaxe como um grupo de línguas relacionadas, mais do que uma única língua. Nesse sentido, a situação do malgaxe é similar a de línguas como o chinês ou o euskera, consideradas como línguas únicas por questões de identidade cultural e contiguidade geográfica, apesar das diferenças enormes que mostram seus "dialetos".

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

  • Ethnologue.com Esquema das onze formas principais do malgaxe, com ligações a artigos sobre cada uma delas. (em inglês)