Abrir menu principal

Lacerdópolis é um município brasileiro do estado de Santa Catarina.

Município de Lacerdópolis
Bandeira de Lacerdópolis
Brasão de Lacerdópolis
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 11 de novembro
Fundação 11 de novembro de 1963 (56 anos)
Gentílico lacerdopolitano
CEP 89660-000
Prefeito(a) Sérgio Luiz Calegari (PMDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Lacerdópolis
Localização de Lacerdópolis em Santa Catarina
Lacerdópolis está localizado em: Brasil
Lacerdópolis
Localização de Lacerdópolis no Brasil
27° 15' 36" S 51° 33' 21" O27° 15' 36" S 51° 33' 21" O
Unidade federativa Santa Catarina
Mesorregião Oeste Catarinense IBGE/2008 [1]
Microrregião Joaçaba IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Ouro, Joaçaba, Herval d'Oeste, Erval Velho, Capinzal
Distância até a capital 426 km
Características geográficas
Área 68,892 km² [2]
População 2 246 hab. estimativa 2019
Densidade 32,6 hab./km²
Altitude 490 m
Clima subtropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,781 alto PNUD/2010[3]
PIB R$ 82,884,100 mil IBGE/2015[4]
PIB per capita R$ 36 902,98 IBGE/2015[4]

HistóriaEditar

Até o início do século XX, a região era território tradicional dos índios caingangues[5].

A ocupação não indígena do Vale do Rio do Peixe intensificou-se a partir da construção da estrada de ferro ligando São Paulo ao Rio Grande do Sul, entre 1908 e 1910.

Margeando o Rio do Peixe, a firma Mosele & Eberle criou dois núcleos regionais com a finalidade de atrair imigrantes gaúchos, cujas colônias ganharam as denominações de Núcleo Colonial de Capinzal e Núcleo Colonial de Barra Fria.

As terras férteis da região e as perspectivas de progresso com o transporte ferroviário atraíram um grande número de imigrantes das colônias de Caxias do Sul e Bento Gonçalves, dando início à criação de um núcleo onde situa-se, hoje, o município de Lacerdópolis.

No ano de 1955, Barra Fria pertencia ao município de Campos Novos. Através de acordo de lideranças dos municípios de Campos Novos e Capinzal, foi efetuada uma permuta de terras, de maneira que as terras do lado direito do Rio do Peixe passaram a pertencer a Campos Novos, enquanto que Barra Fria passou a pertencer a Capinzal.

Em 1961, a vila passou à categoria de distrito de Capinzal, recebendo a denominação de Lacerdópolis em homenagem ao governador do estado de Santa Catarina, Jorge Lacerda, que havia falecido em acidente aéreo na década da constituição do município.[6]

Pela Lei Estadual 932, de 11 de novembro de 1963, emancipou-se, sendo instalado como município em 3 de fevereiro de 1964. Herminio José Scapini como foi nomeado o primeiro prefeito, assumindo o cargo entre 3 de fevereiro de 1964 e 31 de janeiro de 1966. O primeiro prefeito eleito foi Severino Slongo e o vice-prefeito, Lúcio Savaris, no período entre 1966 e 1970.[7]

GeografiaEditar

Localiza-se a uma latitude 27º15'36" sul e a uma longitude 51º33'21" oeste, estando a uma altitude de 513 metros acima do nível do mar. Sua população estimada em 2015 era de 2 246 habitantes. Possui um clima mesotérmico úmido, com verão fresco e temperatura média de 18°C.

A principal ligação é pela rodovia SC-135.

BiodiversidadeEditar

No município de Lacerdópolis há o registro de 19 espécies de mamíferos[8], 12 espécies de anfíbios[9], nove espécies de répteis[10], 25 espécies de peixes[11] e 108 espécies de aves[12]. Em relação a flora, há no município o registro de 20 espécies de orquídeas bromélias[13][14].

EducaçãoEditar

O município de Lacerdópolis conta hoje com duas escolas, uma da rede estadual e a outra da rede municipal.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 31 de agosto de 2013 
  4. a b Predefinição:Lacerdopolis.sc.gov.br/
  5. http://www.portalkaingang.org/index_povo_1.htm
  6. Origem do Nome Prefeitura Municipal de Lacerdópolis
  7. Histórico Prefeitura Municipal de Lacerdópolis
  8. Guzzi, Anderson (2008). «Onghero-Jr., Osvaldo. Mastofauna». Vertebrados do Baixo Rio do Peixe. [S.l.: s.n.] p. 107-148. ISBN 978-85-87089-60-1 
  9. Guzzi, Anderson (2008). «Zago, Tiago; Guzzi, Anderson. Herpetofauna - Anuros». Vertebrados do Baixo Rio do Peixe. [S.l.: s.n.] p. 55-64. ISBN 978-85-87089-60-1 
  10. Guzzi, Anderson (2008). «Spier, Edson; Guzzi, Anderson. Herpetofauna - Répteis». Vertebrados do Baixo Rio do Peixe. [S.l.: s.n.] p. 65-76. ISBN 978-85-87089-60-1 
  11. Guzzi, Anderson (2008). «Segalin, Clovis A. Ictiofauna». Vertebrados do Baixo Rio do Peixe. [S.l.: s.n.] p. 25-54. ISBN 978-85-87089-60-1 
  12. Guzzi, Anderson (2008). «Favretto, Mario Arthur; Guzzi, Anderson. Avifauna». Vertebrados do Baixo Rio do Peixe. [S.l.: s.n.] p. 77-106. ISBN 978-85-87089-60-1 
  13. Geuster, Cleiton José; Favretto, Mario Arthur (2014). «Distribuição de orquídeas e bromélias no oeste de Santa Catarina, sul do Brasil». Biota Amazônia. 4 (4): 52-59 
  14. Favretto, Mario Arthur; Geuster, Cleiton José (2011). Orquídeas e bromélias do Vale do Rio do Peixe, Santa Catarina, Brasil. [S.l.: s.n.] ISBN 978-85-915509-2-0 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar