Abrir menu principal
Busto de Landulfo Alves - Cruz das Almas - Bahia
Landulfo Alves
Landulfo Alves
Senador pela Bahia Bahia
Período 1951
até 1954
26° Governador da Bahia Bahia
Período 1938
até 1942
Antecessor Antônio Fernandes Dantas
Sucessor Renato Onofre Pinto Aleixo
Dados pessoais
Nascimento 4 de setembro de 1893
Santo Antônio de Jesus, Bahia Bahia
Morte 15 de outubro de 1954 (61 anos)
Rio de Janeiro, Bandeira do Distrito Federal (Brasil) (1891–1960).gif Distrito Federal (Hoje  Rio de Janeiro)
Nacionalidade brasileiro

Landulfo Alves de Almeida (Santo Antônio de Jesus, 4 de setembro de 1893Rio de Janeiro, 15 de outubro de 1954) foi um político brasileiro.

Foi interventor federal na Bahia e senador da República.

Filho de Aprígio Alves de Almeida e Ana Augusta Alves de Almeida. Formou-se em 1914 pela Escola Federal de São Bento das Lages, em agronomia, com especialização no Agriculture and Mechanical College do Texas. Integrou o quadro de agrônomos do Ministério da Agricultura, dirigindo a Divisão de Produção Animal do Departamento Nacional de Agricultura. Exerceu o magistério universitário como Professor Catedrático da Escola Federal de Agricultura.[1]

Correligionário do Presidente Getúlio Vargas, foi designado Interventor do Estado da Bahia, tomando posse em 25 de março de 1938

O seu governo deu ênfase ao desenvolvimento agrícola em dezenas de municípios do Interior, reestruturou a Secretaria de Agricultura e estimulou a fruticultura e a produção do algodão. A sua ação administrativa se estendeu a outros setores, como a ampliação da malha rodoviária e a urbanização da Capital.

Como senador, entre 1951 e 1954 e líder da bancada do Partido Trabalhista Brasileiro no Senado Federal, defendeu em intensa luta política, durante os anos de 1952 e 1953, o monopólio estatal do petróleo e foi o relator da Lei nº 2.004, de 1953, que o estabeleceu no Brasil e criou a Petrobrás.[2]

Referências

  1. «Biografia dos senadores». Consultado em 15 de novembro de 2008. Arquivado do original em 28 de agosto de 2008 
  2. Lei do Monopólio Estatal do Petróleo


Precedido por
Antônio Fernandes Dantas
Interventor federal na Bahia
1938 — 1942
Sucedido por
Renato Onofre Pinto Aleixo