Learjet 25

(Redirecionado de Learjet 24)

O Learjet 25 é uma aeronave americana com dez assentos (dois tripulantes e oito passageiros), bimotor. Fabricado pela Canadense Bombardier como uma versão alongada do Learjet 24.

Learjet 25
Descrição
Tipo / Missão Jato Executivo
Fabricante Learjet
Primeiro voo em 12/08/1966 (55 anos)

DesenvolvimentoEditar

O primeiro modelo do 25 voou em 12 de Agosto de 1966, e a primeira entrega foi em 1967.[1]

O Learjet 25 é similar ao Learjet 24 mas é 1,27 m mais longo, permitindo três passageiros adicionais. Em 1970 o Learjet 25B foi produzido juntamente com o Learjet 25C, no mesmo ano.

A aeronave possui dois motores turbojato General Electric CJ610-6 (ou CJ610-8). A bagagem é guardada em um compartimento na parte traseira da cabine dos passageiros.

OperaçõesEditar

O interior da cabine pode ser convertido para diversas configurações diferentes, permitindo carga e equipamentos médicos. Devido à facilidade da conversão da cabine do Learjet 25, foi bem sucedido como uma aeronave para serviços aeromédicos.

Em 1974 a Força Aérea Peruana comprou dois 25B contendo uma cápsula sob a fuselagem contendo uma câmera para vigilância aérea.

VariantesEditar

O designador ICAO utilizado no plano de voo é o mesmo para todos os modelos do Learjet 25: LJ25.

Learjet 25AEditar

Certificado pela Federal Aviation Administration em 10 de outubro de 1967.

Learjet 25BEditar

Versão melhorada. Certificado pela FAA em 4 de setembro de 1970.

Learjet 25CEditar

Versão melhorada com uma maior capacidade de combustível. Certificado pela FAA em 4 de setembro de 1970.

Learjet 25DEditar

Versão melhorada e de longo-alcance. Em 2 de março de 1996, um exemplar do avião se chocou contra a Serra da Cantareira, matando todos os integrantes da banda de rock cômico Mamonas Assassinas.

Learjet 26Editar

Designação não oficial do modelo 25 que era equipado com motores turbofan Garret AiResearch TFE731-2 para um programa de testes de voo. A aeronave, N26GL, voou pela primeira vez com os novos motores em 19 de maio de 1971. O sucesso dos voos levaram ao desenvolvimento do modelo Learjet 35.

Learjet 25GEditar

Introduzido em 23 de setembro de 1980. Durante uma série de voos de demonstração desde 9 até 18 de junho de 1982, o 25G quebrou um grande número de recordes de velocidades de longa distância e consumo de combustível.[1]

DesignEditar

Características de vooEditar

O Learjet 25 é um avião desafiador para voar em comparação com a maioria dos aviões de aviação geral e jatos pequenos mais modernos. A carga de trabalho do piloto é alta e as velocidades de aproximação, desembarque e decolagem estão acima da média para as aeronaves civis. O Learjet 25 também requer pistas longas em alta altitude ou temperatura ambiente. A 6000 pés de elevação, 50 graus Fahrenheit e com uma carga média de 5 passageiros, o Learjet 25B exigirá aproximadamente 8000 pés de pista.

OperadoresEditar

Operadores MilitaresEditar

  Argentina
  Bolívia
  Equador
  México
  Peru
  Estados Unidos

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b «Linha do tempo da Learjet». Consultado em 22 de outubro de 2010. Arquivado do original em 31 de dezembro de 2006 

Links ExternosEditar

  Este artigo sobre uma aeronave é um esboço relacionado ao Projeto Aviação. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.