Abrir menu principal
Salzano da Cunha
Prefeito de Cachoeira do Sul
Período 1947-1950
Antecessor Mário Godoy Ilha
Sucessor Frederico Gressler
Deputado estadual do  Rio Grande do Sul
Período 1950-1959
Secretário da Educação do Rio Grande do Sul
Período 1955-1957
Dados pessoais
Nascimento 1 de outubro de 1920
Cachoeira do Sul,  Rio Grande do Sul
Morte 7 de abril de 1957 (36 anos)
Bagé
Partido Partido Social Democrático
Profissão jornalista, político

Liberato Salzano Vieira da Cunha mais conhecido apenas como Salzano da Cunha ou Liberato Salzano (Cachoeira do Sul, 1 de outubro de 1920Bagé, 7 de abril de 1957) foi um jornalista, político e diplomata brasileiro, secretário da Educação do Rio Grande do Sul e editor do Jornal do Povo de 1944 a 1957, ano de sua morte.

Foi fundador e presidente do Centro Ação Católica e membro do Partido Social Democrático (PSD).

Foi prefeito da cidade de Cachoeira do Sul entre 1947 e 1950. Foi eleito, em 3 de outubro de 1950, deputado estadual, pelo PSD, para a 39ª Legislatura da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul.[1] No ano seguinte renunciou para assumir a Secretaria Estadual de Educação, no governo Ildo Meneghetti.

Reeleito, em 3 de outubro de 1954, deputado estadual, para a 40ª Legislatura[1] , permaneceu no posto de secretário de Educação, faleceu em acidente aéreo, em Bagé, em 1957.

Em sua homenagem foi criada a Fundação Liberato Salzano Vieira da Cunha em 1967.

Ver tambémEditar

Referências