Abrir menu principal

Liceu Coração de Jesus

Liceu Coração de Jesus
Tipo escola
Geografia
Coordenadas 23° 31' 57.6" S 46° 38' 35.9" O
Localização São Paulo
País Brasil

O Liceu Coração de Jesus é uma instituição de ensino salesiana, localizada no bairro dos Campos Elíseos, na região central da grande cidade de São Paulo, que tem como grande missão preparar e formar alunos católicos para a sociedade[1].

Fundado por São João Bosco em 1885,[2] o Liceu Coração de Jesus -—como é tradicionalmente chamado — já contou, ao longo de seus mais de cento e trinta (130 ) anos, com educação noturna, cursos técnicos e cursos superiores [2]. Atualmente, ainda sob administração da Congregação dos Salesianos, o Liceu Coração de Jesus oferece também em sua grade cursos da Educação Infantil ao Ensino Médio, e ainda Educação para Jovens e Adultos (EJA).

HistóriaEditar

Fundado em mil oitocentos e oitenta e cinco (1885) por São João Bosco — ou "Dom Bosco", como é mais conhecido --, com o auxílio de Dona Isabel, princesa imperial do Brasil,[2] o Liceu Coração de Jesus, à época Liceu de Artes, Ofícios e Comércio, foi criado para atender à doutrina salesiana, que visava o aprimoramento dos jovens de baixa renda promovendo a educação, o esporte e principalmente a religião.

Inicialmente, o Liceu teve como primeiros alunos os filhos de escravos libertos e de imigrantes italianos, oferecendo ensino gratuito em oficinas profissionalizantes de sapataria e alfaiataria. Posteriormente, inaugurou o internato, acolhendo os filhos de cafeicultores.[2]

A Revolta Paulista de 1924, conhecida como "Revolução Esquecida", assim como a Revolução Constitucionalista, trouxe transtornos para o colégio que sofreu com tiros e balas de canhões, durante o bombardeio ao Palácio dos Campos Elísios[3] que ocorreu no dia cinco de julho desse mesmo ano.[carece de fontes?] Por muitos anos, encontravam-se em seu entorno postes públicos com marcas de balas, e é possível encontrar algumas marcas nos portões do Santuário sagrado Coração de Jesus.[carece de fontes?] Em julho de 1924, balas de canhão caíram na tipografia do Liceu e feriram o braço de um aluno. O diretor do colégio na época, Padre Luiz Marcigaglia, fez a promessa de construir a uma igreja dedicada a Santa Teresinha caso nenhum aluno viesse a óbito ou tivesse lesões graves. Como o pedido foi atendido, em 1926, os salesianos construíram a igreja Santa Teresinha em agradecimento e posteriormente o Colégio Salesiano Santa Teresinha. Toda a trajetória dos terríveis dias de julho de 1924 pode ser consultada no livro Férias de Julho de Luiz Marcigaglia.

O Liceu Coração de Jesus foi a primeira instituição de ensino paulistana a oferecer um curso de ensino médio noturno.[2] Instituiu cursos técnicos e cursos superiores. Apenas em meados dos anos 1970 é que o Liceu deixou de ser uma instituição exclusivamente masculina.[carece de fontes?]

O Liceu já chegou a contar com três mil alunos[2] e ser referência no ensino fundamental e médio. Diferentemente de outras tradicionais escolas paulistanas, como o Colégio Visconde de Porto Seguro, o Colégio Pio XI ou a Escola Normal Caetano de Campos, o Liceu não se retirou da região em que foi fundado.

Estrutura pedagógicaEditar

Sistema de ensinoEditar

Quando foi inaugurado, o Liceu era um colégio de ensino profissionalizante e exclusivo para meninos, além de funcionar também como um internato. O exterior do edifício permanece inalterado, mas o sistema de ensino sofreu alterações ao longo do tempo[4]. Atualmente, o colégio não oferece cursos profissionalizantes e as meninas são aceitas nas salas de aula, mas o Liceu mantém na proposta educativa os três princípios originais instituídos por Dom Bosco: a razão, que é apresentada como a dimensão das relações lógicas, a qual aborda uma compreensão do mundo no geral; a religião, vista como a dimensão transcendental, que busca o sentido da vida a partir da concepção de Deus e por último, o carinho, o qual se encaixa na dimensão afetiva, que refere-se à alegria e ao amor existente para os outros e para a vida.[5] [6].

EsporteEditar

No âmbito esportivo, o Liceu promoveu, por diversos anos, a tradicional "Maratona de São Paulo", cujo percurso ia da Praça da República até o pátio interno do colégio. A instituição promovia também a chamada "Olimpíadas Escolares", um torneio esportivo interclasses que durava quinze dias. Outro fato hoje pouco conhecido é o time de futebol amador formado por alunos do Liceu, que chegou a ganhar diversos campeonatos. Além disso, nas atividades extracurriculares estão a capoeira e o judô, modalidades que participam do Festival de Lutas da mesma forma,sediado e organizado pelo colégio.[7]

MúsicaEditar

A escola também teve importante contribuição na área artística. Fundou um grupo de coral chamado Canarinhos, que por muitos anos fez apresentações e gravações. Outro importante ícone do Liceu era sua banda marcial, cuja fanfarra, composta por mais de 50 integrantes, cruzava as ruas do bairro em dias festivos.

Cultura e religiãoEditar

Para promover excursões e outras experiências extracurriculares com seus alunos, o Liceu adquiriu, em 1919, uma chácara no alto de Sant'Ana. Lá, em 1924, é construído um Oratório Festivo. Três anos mais tarde, os salesianos inauguraram nessa chácara a Igreja Votiva de Santa Teresinha, como agradecimento à proteção da Santa, já que nenhum aluno se feriu durante os bombardeios de 1924.

No campo cultural, a escola ainda mantém a "Maratona Cultural" e a "Maratona de Matemática", além de aulas de robótica para crianças e adolescentes[8].

ArquiteturaEditar

O conjunto de edifícios do Liceu Coração de Jesus, incluindo sua igreja, é tombado pelo patrimônio histórico.[2][9] Por isso, sua fachada sofreu pouquíssimas modificações ao longo dos anos. Além do colégio e do Santuário, o complexo arquitetônico conta também com teatro e pátio esportivo[10].

O Santuário, que foi construído no estilo renascentista, tem forma de basílica e a mesma planta retangular de sua construção original. O interior, contudo, já sofreu diversas modificações, incluindo a construção de um patamar a mais em seus edifícios. O pátio interno também já apresentou diferentes configurações.

IgrejaEditar

Sendo um colégio católico, a Igreja do Sagrado Coração de Jesus (São Paulo) é parte importante do Liceu Coração de Jesus, não sendo isso um óbice, todavia, para o ingresso de alunos dos mais diversos credos.

A torre da igreja se caracteriza pela imagem de Jesus Cristo com os braços abertos. Acima da abóbada de entrada, encontra-se a imagem de uma cegonha ferindo o próprio peito para alimentar seus filhotes com suas víceras—tradicional símbolo do sacrifício dos pais por sua prole.

Internamente, o conjunto conta com uma pequena capela, onde se encontram as imagens de Maria, São José e de Cristo crucificado.

Como pertence à Congregação dos Salesianos, o Liceu é devotado a Nossa Senhora Auxiliadora, para além de São João Bosco e de São Domingos Sávio—havendo imagens deles espalhadas pela escola.

Alunos famososEditar

Níveis de ensinoEditar

Atualmente, o Liceu Coração de Jesus apresenta cursos voltados à formação de crianças e jovens separados nos seguintes tipos:

  • Educação Infantil
  • Ensino Fundamental
  • Ensino Fundamental II
  • Ensino Médio
  • Educação de jovens e adultos (EJA)

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Missão». Liceu Coração de Jesus - Colégio Salesiano. Consultado em 23 de abril de 2017 
  2. a b c d e f g Folha de S.Paulo, 28 de outubro de 2009, caderno Cotidiano.
  3. «Revolta Paulista de 1924 - Brasil Escola». Brasil Escola. Consultado em 26 de abril de 2017 
  4. DPH - Departamento do Patrimônio Histórico (2012). Guia de bens culturais da cidade de São Paulo. [S.l.]: Prefeitura de São Paulo. 129 páginas 
  5. «Metodologia Educativa». Liceu Coração de Jesus - Colégio Salesiano. Consultado em 23 de abril de 2017 
  6. «Metodologia Educativa». Liceu Coração de Jesus - Colégio Salesiano. Consultado em 12 de setembro de 2016 
  7. «Capoeira e Judô | Esportes e Dança | Notícias». Liceu Coração de Jesus - Colégio Salesiano. Consultado em 23 de abril de 2017 
  8. «Extracurriculares | Robótica». Liceu Coração de Jesus - Colégio Salesiano. Consultado em 12 de setembro de 2016 
  9. «RESOLUÇÃO Nº 03 / CONPRESP / 2018» (PDF). Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo. 15 de janeiro de 2018. Consultado em 4 de setembro de 2019 
  10. DPH - Departamento do Patrimônio Histórico (2012). Guia de bens culturais da cidade de São Paulo. [S.l.]: Prefeitura de São Paulo 
  11. a b c d e f g Grande Otelo: uma biografia

Ligações externasEditar

  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.