Abrir menu principal

Antero Greco

NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde abril de 2012) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Antero Greco
Antero Greco (à esquerda) e Juca Kfouri (à direita) na TV Brasil.
Nome completo Antero Greco
Nascimento 2 de junho de 1954 (64 anos)
São Paulo (SP)
Nacionalidade Brasil Brasileiro
Ocupação Jornalista

Antero Greco[1] (São Paulo, 2 de junho de 1954) é um jornalista brasileiro.

Atualmente, é comentarista do programa Sportscenter da ESPN Brasil e também participa de jogos transmitidos pelos canais ESPN. Além disto, foi colunista do jornal O Estado de S. Paulo[2], um dos mais tradicionais jornais brasileiros, e tem um blog ("Viramundo") no site do jornal. Em meados de 2017 também criou a página Antero Greco Jornalista, na rede social Facebook.

Índice

Biografia e carreiraEditar

Nascido no bairro do Bom Retiro, em São Paulo, Antero fez ginásio e segundo grau no Liceu Coração de Jesus, colégio administrado por padres da congregação católica Salesianos de Dom Bosco. Formou-se em Jornalismo pela Escola de Comunicações e Artes (ECA), da Universidade de São Paulo. Também na USP, fez curso de Letras Vernáculas, na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Começou a carreira jornalística em 1974, como revisor do Estadão. Três anos mais tarde, foi promovido a repórter de Esportes. Nessa editoria, também exerceu as funções de chefe de reportagem, repórter especial e editor assistente. Em 1989, trocou o "Estado" pela Agência Estado, do mesmo grupo editorial. No começo de 1992, retornou ao "Estadão", para ser editor de Esportes, cargo que ocupou até o final de 1993.

Entre janeiro de 1994 e dezembro de 2000, trabalhou no Diário Popular (atualmente Diário de S. Paulo), como chefe de reportagem, editor assistente e colunista.

Voltou ao Estadão no final de 2000, a convite de Sandro Vaia, ex-diretor do jornal e com o qual havia trabalhado na fase de reformulação da Agência Estado no final dos anos 1980. Entre setembro de 2006 e dezembro de 2009 foi novamente editor de esportes do jornal. Em 14 de novembro de 2018, Antero deixou o jornal. [3]

Antero teve também breve passagem pelo extinto Popular da Tarde (em julho de 1989), pela Folha de S. Paulo (entre setembro e novembro de 1989) e pela Band. Na Band, participou das primeiras transmissões do Campeonato Italiano, em 1983, com o narrador Edgard de Mello Filho e o comentarista Pedro Luiz Paoliello.

ESPNEditar

A ligação com a ESPN Brasil começou em fevereiro de 1994, ao ser chamado por José Trajano para compor a primeira equipe de transmissão do canal (na época, ainda era TVA Esportes), ao lado do narrador Nivaldo Prieto e dos repórteres Paulo Calçade e Gilvan Ribeiro. Na emissora, participou da criação do programa Futebol no Mundo, do qual também foi um dos redatores até o início de 2000.

Ainda naquele ano, passou a participar também do Sportscenter, que substituiu o Trinta Minutos, em mudança introduzida durante a Olimpíada de Sydney. Em seguida, formou dobradinha com Paulo Soares, o "Amigão", e em pouco tempo ambos se fixaram como os apresentadores 'oficiais' do programa. O jornal do fim de noite é marca registrada dos canais ESPN, e a dupla caiu no gosto do público pela descontração (e seriedade) com que conduz o programa. São antológicas as crises de riso de Antero e Amigão e vários episódios viraram hits da internet.

CoberturasEditar

Copa do Mundo:

1978 (Estadão - na redação)

1982 e 1986 (Estadão - enviado especial)

1990 (Agência Estado - na redação)

1994 (Diário Popular e SBT - redação e estúdio)

1998 (ESPN Brasil e Diário Popular - enviado especial)

2002, 2006, 2010, 2014 (Estadão e ESPN Brasil - enviado especial)

Copa América:

1983 e 1991 - enviado especial

Libertadores:

1978 e 1979 - enviado especial

Copa das Confederações:

2005 (Estadão e ESPN Brasil - enviado especial)

Referências

  Este artigo sobre um(a) jornalista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.