Abrir menu principal

Interpretador de comandos

(Redirecionado de Linha de comando)
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde dezembro de 2013). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Tela de execução do bash, um interpretador de comandos

Interpretadores de comandos são programas de computador responsáveis por tomar as ações efetivas conforme a orientação do usuário através de comunicação textual.

Interpretadores de comandos como interfaces de usuárioEditar

Os interpretadores de comandos permitem aos usuários emitirem vários comandos, o que requer ao usuário conhecer tais comandos e seus parâmetros, além da sintaxe da linguagem interpretada. A partir da década de 1960, a interação do usuário com o computador era primariamente realizada através de linha de comando. Na década seguinte os pesquisadores começaram a desenvolver interfaces gráficas para fornecer maneiras mais simples e lógicas para a interação com a máquina, o que modelou o avanço da informática, com o surgimento de novos dispositivos periféricos como o mouse. Isso possibilitou que leigos pudessem aprender rapidamente a utilizar o computador. Apesar disso, mesmo atualmente as interfaces textuais de interpretação de comandos ainda são bastante utilizadas em conjunto com interfaces gráficas, pois para algumas tarefas elas se tornam muito mais eficientes para realizar operações. Hoje em dia, os interpretadores são muito utilizados por programadores[carece de fontes?], pois a única forma confiável de se editar um programa é através da CLI (Command Line Interface). O Shell utilizado para a edição varia de acordo com a linguagem de programação utilizada.

Console de comandosEditar

Uma aplicação prática de um interpretador de comandos é a linha de comandos (português de Portugal), ou o console de comandos (português brasileiro), também chamado shell para os sistemas do tipo Unix. Ela é uma interface textual que interpreta os comandos existentes em um sistema operativo e os envia ao núcleo imprimindo posteriormente o resultado do processamento na tela.

ExemplosEditar

Ver tambémEditar

  Este artigo sobre software é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.