Lista de presidentes do Equador

artigo de lista da Wikimedia

Esta é a lista dos presidentes do Equador (Oficialmente: Presidente da República do Equador) que é o chefe de estado e chefe de governo do Equador. Além de comandante em chefe das Forças Armadas do Equador e da Polícia Nacional.  O atual presidente é Guillermo Lasso, que tomou posse em 24 de maio de 2021. A lista inclui também aqueles que ocuparam interinamente a presidência e os governos militares provisórios no regime presidencialista.

Lista dos Presidentes do EquadorEditar

  Presidente efetivo
  Chefe supremo
  Presidente interino
  Governo militar
Presidente Início do mandato Fim do mandato Duração Referências
Estado do Sul da Colômbia (1830)
Juan José Flores   14 de maio de 1830 22 de setembro de 1830 4 meses e 8 dias [1]
Estado do Equador (1830–1835)
1 Juan José Flores

(1º mandato)

  22 de setembro de 1830 10 de setembro de 1834 3 anos, 11 meses e 19 dias [1]
Cargo vago
(10 de setembro de 183418 de janeiro de 1835)
4 meses e 8 dias
Vicente Rocafuerte[nota 1]   18 de janeiro de 1835 8 de agosto de 1835 6 meses e 21 dias [1]
República do Equador (1835–atualidade)
2 Vicente Rocafuerte   8 de agosto de 1835 31 de janeiro de 1839 3 anos, 5 meses e 23 dias [1]
3 Juan José Flores

(2º mandato)

  31 de janeiro de 1839 31 de janeiro de 1843 4 anos
Juan José Flores   31 de janeiro de 1843 1 de abril de 1843 2 meses e 1 dia [1]
4 Juan José Flores

(3º mandato)

  1 de abril de 1843 18 de junho de 1845 2 anos, 3 meses e 17 dias [1]
José Joaquín de Olmedo[nota 2]   6 de março de 1845 8 de dezembro de 1845 9 meses e 2 dias [1]
5 Vicente Ramón Roca   8 de dezembro de 1845 15 de outubro de 1849 3 anos, 10 meses e 7 dias [1]
Manuel de Ascásubi[nota 2]   15 de outubro de 1845 10 de junho de 1850 4 anos, 7 meses e 26 dias [1]
6 Diego Noboa[nota 3]   2 de março de 1850 24 de julho de 1851 1 ano, 4 meses e 22 dias [1]
7 José María Urvina[nota 4]   24 de julho de 1851 16 de outubro de 1856 4 anos, 1 mês e 10 dias
8 Francisco Robles   16 de outubro de 1856 17 de setembro de 1859 2 anos, 11 meses e 1 dia
Governo Provisório[nota 5]
(1 de maio de 18594 de junho de 1859)
1 mês e 3 dias
9 Gabriel García Moreno[nota 6](1º mandato)   4 de junho de 1859 31 de agosto de 1865 4 anos, 4 meses e 29 dias [1]
Rafael Carvajal[nota 2]   31 de agosto de 1865 7 de setembro de 1865 7 dias [1]
10 Jerónimo Carrión   7 de setembro de 1865 6 de novembro de 1867 2 anos, 1 mês e 30 dias [1]
Pedro José de Arteta[nota 2]   6 de novembro de 1867 20 de janeiro de 1868 2 meses e 14 dias [1]
11 Juan Javier Espinosa   20 de janeiro de 1868 19 de janeiro de 1869 11 meses e 30 dias [1]
Gabriel García Moreno   17 de janeiro de 1869 16 de maio de 1869 3 meses e 29 dias [1]
Manuel de Ascásubi[nota 2]   16 de maio de 1869 10 de agosto de 1869 2 meses e 25 dias
12 Gabriel García Moreno

(2º mandato)

  10 de agosto de 1869 6 de agosto de 1875 5 anos, 11 meses e 27 dias [1]
Francisco León Franco[nota 2]   6 de agosto de 1875 8 de outubro de 1875 2 meses e 2 dias [1]
José Javier Eguiguren[nota 2]   8 de outubro de 1875 9 de dezembro de 1875 2 meses e 1 dia
13 Antonio Borrero   9 de dezembro de 1875 18 de dezembro de 1876 1 ano e 9 dias [2]
14 Ignacio de Veintemilla[nota 7]   8 de setembro de 1876 9 de julho de 1883 6 anos, 10 meses e 1 dia
Governo Provisório ou Pentavirato[nota 8]
(16 de janeiro de 188311 de outubro de 1883)
8 meses e 25 dias
Ramón Borrero y Cortázar[nota 9]   11 de outubro de 1883 15 de outubro de 1883 4 dias [2]
Rafael Pérez Pareja[nota 2]   15 de outubro de 1883 23 de novembro de 1883 1 mês e 10 dias
15 José Plácido Caamaño[nota 10]   15 de outubro de 1883 30 de junho de 1888 4 anos, 8 meses e 15 dias [2]
Pedro José Cevallos[nota 2]   1 de julho de 1888 17 de agosto de 1888 1 mês e 16 dias [2]
16 Antonio Flores Jijón   17 de agosto de 1888 1 de julho de 1892 3 anos, 10 meses e 14 dias [2]
17 Luis Cordero Crespo   1 de julho de 1892 16 de abril de 1895 2 anos, 9 meses e 15 dias
Vicente Lucio Salazar[nota 2]   16 de abril de 1895 23 de agosto de 1895 4 meses e 7 dias [2]
18 Eloy Alfaro[nota 11](1º mandato)   19 de junho de 1895 1 de setembro de 1901 6 anos, 2 meses e 13 dias [2]
19 Leónidas Plaza

(1º mandato)

  1 de setembro de 1901 1 de setembro de 1905 4 anos
20 Lizardo García   1 de setembro de 1905 16 de janeiro de 1906 4 meses e 15 dias
21 Eloy Alfaro[nota 12](2º mandato)   14 de janeiro de 1906 12 de agosto de 1911 5 anos, 6 meses e 29 dias
Carlos Freile Zaldumbide[nota 13]   12 de agosto de 1911 1 de setembro de 1911 20 dias [2]
22 Emilio Estrada Carmona   1 de setembro de 1911 21 de dezembro de 1911 3 meses e 20 dias [2]
Carlos Freile Zaldumbide[nota 13]   21 de dezembro de 1911 6 de março de 1912 2 meses e 14 dias [2]
Francisco Andrade Marín[nota 14]   6 de março de 1912 6 de agosto de 1912 5 meses
Alfredo Baquerizo[nota 13]   10 de agosto de 1912 1 de setembro de 1912 22 dias
23 Leónidas Plaza

(2º mandato)

  1 de setembro de 1912 1 de setembro de 1916 4 anos [2]
24 Alfredo Baquerizo   1 de setembro de 1916 1 de setembro de 1920 4 anos
25 José Luis Tamayo   1 de setembro de 1920 1 de setembro de 1924 4 anos
26 Gonzalo Córdova   1 de setembro de 1924 9 de julho de 1925 10 meses e 8 dias
Luis Telmo Paz y Miño   9 de julho de 1925 10 de julho de 1925 1 dia [3]
Governo Provisório
(10 de julho de 19251 de abril de 1926)
9 meses e 22 dias
27 Isidro Ayora[nota 15]   1 de abril de 1926 24 de agosto de 1931 2 anos, 4 meses e 23 dias [3]
Neptalí Bonifaz
Não tomou posse
Desqualificado pelo Congresso Equatoriano por possuir nacionalidade estrangeira.[4]
Luis Larrea Alba[nota 16]   24 de agosto de 1931 15 de outubro de 1931 1 mês e 21 dias [3]
Alfredo Baquerizo[nota 16]   15 de outubro de 1931 28 de agosto de 1932 10 meses e 13 dias
Carlos Freile Larrea[nota 16]   28 de agosto de 1932 2 de setembro de 1932 5 dias
Alberto Guerrero Martínez[nota 14]   2 de setembro de 1932 5 de dezembro de 1932 3 meses e 3 dias
28 Juan de Dios Martínez   5 de dezembro de 1932 20 de outubro de 1933 10 meses e 15 dias [3]
Abelardo Montalvo   21 de outubro de 1933 1 de setembro de 1934 10 meses e 11 dias [3]
29 José María Velasco Ibarra

(1º mandato)

  1 de setembro de 1934 21 de agosto de 1935 11 meses e 20 dias [3]
Antonio Pons   21 de agosto de 1935 26 de setembro de 1935 1 mês e 5 dias [3]
Federico Páez   26 de setembro de 1935 23 de outubro de 1937 2 anos e 27 dias
Alberto Enríquez Gallo   23 de outubro de 1937 10 de agosto de 1938 9 meses e 18 dias [3]
Manuel María Borrero   10 de agosto de 1938 2 de dezembro de 1938 3 meses e 22 dias [3]
30 Aurelio Mosquera   2 de dezembro de 1938 17 de novembro de 1939 11 meses e 15 dias [3]
Carlos Alberto Arroyo del Río[nota 13]   17 de novembro de 1939 11 de dezembro de 1939 24 dias [3]
Andrés Córdova[nota 14]   11 de dezembro de 1939 11 de agosto de 1940 8 meses
Julio Moreno Peñaherrera[nota 13]   10 de agosto de 1940 1 de setembro de 1940 22 dias
31 Carlos Alberto Arroyo del Río   1 de setembro de 1940 29 de maio de 1944 3 anos, 8 meses e 28 dias [3]
32 José María Velasco Ibarra

(2º mandato)

  29 de maio de 1944 24 de agosto de 1947 3 anos, 2 meses e 26 dias [5]
Carlos Mancheno Cajas   24 de agosto de 1947 2 de setembro de 1947 9 dias [5]
33 Mariano Suárez Veintimilla   2 de setembro de 1947 16 de setembro de 1947 14 dias [5]
34 Carlos Julio Arosemena Tola   16 de setembro de 1947 31 de agosto de 1948 11 meses e 15 dias
35 Galo Plaza Lasso   1 de setembro de 1948 1 de setembro de 1952 4 anos
36 José María Velasco Ibarra

(3º mandato)

  1 de setembro de 1952 1 de setembro de 1956 4 anos
37 Camilo Ponce Enríquez   1 de setembro de 1956 1 de setembro de 1960 4 anos
38 José María Velasco Ibarra

(4º mandato)

  1 de setembro de 1960 7 de novembro de 1961 1 ano, 2 meses e 6 dias
39 Carlos Julio Arosemena Monroy   7 de novembro de 1961 11 de julho de 1963 1 ano, 8 meses e 4 dias
Junta Militar de 1963[nota 17]   11 de julho de 1963 29 de março de 1966 2 anos, 8 meses e 18 dias [5]
Clemente Yerovi   30 de março de 1966 16 de novembro de 1966 7 meses e 18 dias [5]
40 Otto Arosemena[nota 18]   16 de novembro de 1966 1 de setembro de 1968 1 ano, 9 meses e 16 dias [5]
41 José María Velasco Ibarra

(5º mandato)

  1 de setembro de 1968 15 de fevereiro de 1972 3 anos, 5 meses e 14 dias
Guillermo Rodríguez Lara   15 de fevereiro de 1972 11 de janeiro de 1976 3 anos, 10 meses e 27 dias [5]
Conselho Supremo de Governo[nota 19]   11 de janeiro de 1976 10 de agosto de 1979 3 anos, 6 meses e 30 dias
42 Jaime Roldós Aguilera   10 de agosto de 1979 24 de maio de 1981 1 ano, 9 meses e 14 dias [5]
43 Osvaldo Hurtado   24 de maio de 1981 10 de agosto de 1984 3 anos, 2 meses e 17 dias
44 León Febres Cordero   10 de agosto de 1984 10 de agosto de 1988 4 anos
45 Rodrigo Borja Cevallos   10 de agosto de 1988 10 de agosto de 1992 4 anos
46 Sixto Durán Ballén   10 de agosto de 1992 10 de agosto de 1996 4 anos
47 Abdalá Bucaram   10 de agosto de 1996 6 de fevereiro de 1997 5 meses e 27 dias
Rosalía Arteaga Serrano[nota 20]   6 de fevereiro de 1997 11 de fevereiro de 1997 5 dias [5]
Fabián Alarcón[nota 21]   11 de fevereiro de 1997 10 de agosto de 1998 1 ano, 5 meses e 30 dias
49 Jamil Mahuad   10 de agosto de 1998 21 de janeiro de 2000 1 ano, 5 meses e 1 dia [5]
50 Gustavo Noboa   22 de janeiro de 2000 15 de janeiro de 2003 2 anos, 11 meses e 24 dias [5]
51 Lucio Edwin Gutiérrez   15 de janeiro de 2003 20 de abril de 2005 2 anos, 3 meses e 5 dias
52 Alfredo Palacio   20 de abril de 2005 15 de janeiro de 2007 1 ano, 8 meses e 26 dias
53 Rafael Correa   15 de janeiro de 2007 24 de maio de 2017 10 anos, 4 meses e 9 dias
54 Lenín Moreno   24 de maio de 2017 24 de maio de 2021 4 anos e 1 mês
55 Guillermo Lasso   24 de maio de 2021 Incumbente 1 mês [6]

Ver tambémEditar

Notas

  1. Vicente Rocafuerte deteve o título de Chefe Supremo entre 18 de janeiro de 1835 e 22 de junho de 1835.
  2. a b c d e f g h i j Ocupou a presidência interina na qualidade de vice-presidente do Equador.
  3. Diego Noboa deteve os títulos de Chefe Supremo entre 2 de março de 1850 e 8 de dezembro de 1850 e de Presidente Interino entre 8 de dezembro de 1850 e 26 de fevereiro de 1851.
  4. José María Urvina deteve os títulos de Chefe Supremo entre 24 de julho de 1851 e 17 de junho de 1852 e de Presidente Interino entre 17 de junho de 1852 e 6 de setembro de 1852.
  5. O Governo Provisório era composto por Manuel Gómez de la Torre Gangotena (até 25 de maio de 1859), Gabriel García Moreno, José María Avilés Pareja e Pacífico Chiriboga.
  6. Gabriel García Moreno deteve os títulos de Chefe Supremo entre 4 de junho de 1859 e 17 de janeiro de 1861 e de Presidente Interino entre 17 de janeiro de 1861 e 2 de abril de 1861.
  7. José María Urvina deteve os títulos de Chefe Supremo entre 8 de setembro de 1876 e 26 de janeiro de 1878, de Presidente Interino entre 26 de janeiro de 1878 e 21 de abril do mesmo ano e, novamente, Chefe Supremo entre 4 de abril de 1882 e 9 de julho de 1883.
  8. O Pentavirato era formado por José María Sarasti, Agustín Guerrero Lizarzaburu, Pedro Ignacio Lizarzaburu Borja, Luis Cordero Crespo e Rafael Pérez Pareja.
  9. Ocupou a presidência interina na qualidade de vice-presidente da Convenção Nacional.
  10. José Plácio Caamaño ocupou a presidência interina entre 15 de outubro de 1883 e 10 de fevereiro de 1884.
  11. Eloy Alfaro deteve os títulos de Chefe Supremo entre 19 de junho de 1895 e 9 de outubro de 1896 e de Presidente Interino entre 9 de outubro de 1896 e 17 de janeiro de 1897.
  12. Eloy Alfaro deteve os títulos de Chefe Supremo entre 14 de janeiro de 1906 e 9 de outubro de 1906 e de Presidente Interino entre 9 de outubro de 1906 e 1 de janeiro de 1907.
  13. a b c d e Assumiu a presidência interina, na qualidade de Presidente do Senado.
  14. a b c Assumiu a presidência interina, na qualidade de Presidente da Câmara dos Deputados.
  15. Isidro Ayora ocupou a presidência interina entre os dias 1 de abril de 1926 e 17 de abril de 1929.
  16. a b c Ocupou a Presidente Interino na qualidade de Ministro do Governo e Previdência Social.
  17. A Junta era formada pelo almirante Ramón Castro Jijón e os generais Luis Cabrera Sevilla, Guillermo Freile Posso e Marcos Gándara.
  18. Otto Arosemena ocupou a presidência interina entre os dias 16 de novembro de 1966 e 28 de maio de 1967.
  19. A Junta era formada pelo almirante Alfredo Poveda como representante da Marinha e Presidente do Conselho, o general de divisão Guillermo Durán Arcentales como representante do Exército e o general Luis Leoro Franco, representante da Força Aérea.
  20. Consulte o artigo Noche de los tres presidentes.
  21. Consulte o artigo Noche de los tres presidentes.

Referências

  1. a b c d e f g h i j k l m n o p q r «Ecuador: Heads of State: 1830-1875» (em espanhol). Archontology.org. 26 de julho de 2019. Consultado em 19 de abril de 2021 
  2. a b c d e f g h i j k «Ecuador: Heads of State: 1875-1825» (em espanhol). Archontology.org. 8 de julho de 2018. Consultado em 22 de abril de 2021 
  3. a b c d e f g h i j k l «Ecuador: Heads of State: 1925-1944» (em espanhol). Archontology.org. 21 de novembro de 2013. Consultado em 22 de abril de 2021 
  4. «Elecciones y Democracia en el Ecuador, El Proceso Electoral Ecuatoriano» (PDF) (em espanhol). The University of Texas at Austin (University Texas Libraries). Consultado em 23 de abril de 2021 
  5. a b c d e f g h i j k «Ecuador: Heads of State: 1944-2021» (em espanhol). Archontology.org. 22 de abril de 2018. Consultado em 24 de abril de 2021 
  6. Predefinição:Citarweb