Abrir menu principal

Rosalía Arteaga

política equatoriana, Ex-presidente do Equador
Rosalía Arteaga
Nascimento 1945 (74 anos)
Cuenca
Cidadania Equador
Alma mater Universidade de Cuenca, Pontifícia Universidade Católica do Equador
Ocupação política, advogada, escritora

Rosalía Arteaga Serrano de Fernández de Córdova (Cuenca, 1945) é uma política equatoriana, que foi a primeira mulher a presidir país, em substituição, por dois dias, no ano de 1997.

BiografiaEditar

Foi eleita Vice-Presidente do Equador em 1996, junto a Abdalá Bucaram, pelo Alfarista Radical Front. Em 6 de fevereiro de 1997, porém, Bucaram foi declarado impedido para governar pelo Congresso. Arteaga e o líder parlamentar Fabián Alarcón iniciaram uma disputa para saber quem seria o sucessor do presidente afastado, uma vez que a Constituição era omissa sobre o tema. Inicialmente, Alarcon recebera o apoio do Congresso. Em 9 de fevereiro, entretanto, Arteaga, que insistia que cabia ao Vice-Presidente assumir o posto do titular, prestava juramento como a primeira presidente do Equador. Dois dias após, porém, a 11 de fevereiro, com apoio do exército e do Congresso, Alarcon prestou juramento e Arteaga foi resignada.

Arteaga continuou em disputa contra Alarcon, e renunciou ao seu posto como Vice-Presidente em março de 1998. Nas eleições presidenciais de maio deste ano candidatou-se ao cargo máximo, mas obteve apenas 3% dos votos.

Ocupou a função de secretária-geral da Organização do Tratado de Cooperação Amazônica, e é membro do corpo editorial da Encyclopædia Britannica.

FontesEditar