Lonicera

género de plantas
Como ler uma infocaixa de taxonomiaLonicera
Lonicera caprifolium
Lonicera caprifolium
Classificação científica
Reino: Plantae
Clado: angiospérmicas
Clado: eudicotiledóneas
Clado: asterídeas
Ordem: Dipsacales
Família: Caprifoliaceae
Géneros
Ver texto

Lonicera L. é um gênero botânico pertencente a família das Caprifoliaceae.

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Wikispecies Diretório no Wikispecies
Lonicera japonica

As espécies incluídas no gênero Lonicera normalmente são conhecidas pelo nome popular de madressilvas, nativas do hemisfério norte. São arbustos arqueados ou parreiras sarmentosas, a maioria com fragrâncias doces, com flores na forma de campainha.

O termo madressilva foi usado por muito tempo para designar as espécies integrantes do gênero Lonicera, porém deveria ser aplicado apenas para designar a espécie Lonicera caprifolium L., planta sarmentosa encontrada nos bosques europeus, e denominar as demais simplesmente como loniceras.

As folhas são opostas, ovaladas, simples, com 10 cm de comprimento; na maioria das espécies as folhas são decíduas, porém algumas são perenes. Muitas das espécies apresentam flores que apresentam um odor perfumado, produzindo um doce néctar comestível. A fruta é uma baga de coloração, roxa, azul ou preta contendo várias sementes; na maioria das espécies as bagas são levemente tóxicas, porém algumas (notadamente a Lonicera caerulea) têm bagas comestíveis. A planta é fonte de alimento de larvas de algumas espécies de Lepidopteras.

A Lonicera xylosteum é uma planta usada em homeopatia para tratamento de asmas, dificuldades respiratórias e sífilis. A Lonicera periclymenum é usada como remédio homeopático para o tratamento da irritabilidade com explosões violentas. A madeira da espécie Lonicera tartarica, nativa da Eurásia, é vendida para a produção de brinquedos para gatos porque contém um princípio ativo ao qual os gatos reagem favoravelmente.

A Lonicera caprifolium é muito apreciada como planta ornamental, devido a suas bonitas e aromáticas flores.

A Lonicera japonica e a Lonicera maackii são espécies consideradas invasivas nos Estados Unidos e na Nova Zelândia. O controle é feito pelo corte e queima das plantas, operação que deve ser repetida por semanas, ou pela aplicação do herbicida glifosato.

O termo "Lonicera" foi usado pela primeira vez por Carl Linné em 1753 adaptando ao latim o nome "Lonicer", em homenagem ao médico e botânico Adam Lonicer (1528-1586).

No sistema de classificação filogenética Angiosperm Phylogeny Website, este género é sinónimo de Dendrophthoe.

SinonímiaEditar

Principais espéciesEditar

O gênero é constituido por aproximadamente 840 espécies. As principais são:

Sistema Classificação Referência
Linné Classe Pentandria, ordem Monogynia Species plantarum (1753)

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre asterídeas, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.