Abrir menu principal
Ludwig von Reuter
Nome completo Hans Hermann Ludwig von Reuter
Nascimento 9 de fevereiro de 1869
Guben, Brandemburgo, Prússia
Morte 18 de dezembro de 1943 (74 anos)
Potsdam, Brandemburgo, Alemanha
Serviço militar
Lealdade  Império Alemão
Serviço  Marinha Imperial Alemã
Anos de serviço 1885–1920
Patente Almirante
Conflitos Primeira Guerra Mundial
Condecorações Ordem da Águia Vermelha
Ordem da Coroa
Ordem da Casa de Hohenzollern
Cruz de Ferro
Ordem do Mérito Militar
Cruz Hanseática
Cruz de Frederico Augusto
Ordem de Alberto

Hans Hermann Ludwig von Reuter (Guben, 9 de fevereiro de 1869Potsdam, 18 de dezembro de 1943) foi um oficial naval do Império Alemão Ele entrou na Marinha Imperial Alemã em 1885 e em 1910 tornou-se capitão de mar do cruzador pesado SMS Yorck. Com o início da Primeira Guerra Mundial, Reuter foi nomeado capitão do SMS Derfflinger, tornando-se comodoro em setembro de 1915 e recebendo o comando do II Grupo de Patrulha. Foi promovido a contra-almirante em novembro de 1916, recebendo o cruzador rápido SMS Königsberg como capitânia e o comando do IV Grupo de Reconhecimento.[1]

Reuter foi colocado no comando da Frota de Alto-Mar quando esta foi internada em Scapa Flow ao final da guerra, pois seu superior o almirante Franz von Hipper tinha recusado-se a render seus navios.[1] Ele antecipou que os Aliados tentariam tomar as embarcações alemãs e assim ordenou em 21 de junho de 1919 que todas fossem deliberadamente afundadas por suas tripulações.[2] Foi feito prisioneiro de guerra no Reino Unido e vilificado, porém na Alemanha foi visto como um herói que salvou a honra da marinha.[3] Ele foi solto em janeiro de 1920 e voltou para casa.[4]

Reuter foi forçado a aposentar-se da marinha cinco meses após seu retorno, já que os termos do Tratado de Versalhes forçaram a Alemanha a reduzir drasticamente o tamanho de sua frota, com ele ficando sem um comando devido sua idade e patente. Mudou-se para Potsdam e tornou-se conselheiro de estado, também escrevendo um livro sobre o afundamento da marinha alemã em Scapa Flow. Foi promovido a almirante em agosto de 1939 em celebração ao aniversário de 25 anos da Batalha de Tannenberg. Reuter morreu de um ataque do coração em dezembro de 1943.[4]

Referências

  1. a b van der Vat, Dan (1982). The Grand Scuttle: The Sinking of the German Fleet at Scapa Flow in 1919. Londres: Hodder & Stoughton. pp. 109–111. ISBN 0340275804 
  2. Massie, Robert K. (2003). Castles of Steel: Britain, Germany, and the Winning of the Great War at Sea. Nova Iorque: Random House. p. 787. ISBN 0679456716 
  3. van der Vat, Dan (1982). The Grand Scuttle: The Sinking of the German Fleet at Scapa Flow in 1919. Londres: Hodder & Stoughton. pp. 180–185. ISBN 0340275804 
  4. a b van der Vat, Dan (1982). The Grand Scuttle: The Sinking of the German Fleet at Scapa Flow in 1919. Londres: Hodder & Stoughton. pp. 194–195. ISBN 0340275804 
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.