Abrir menu principal

Mãe Só Há Uma

filme de 2016 dirigido por Anna Muylaert
Mãe Só Há Uma
 Brasil
2016 •  cor •  82 min 
Direção Anna Muylaert
Produção Sara Silveira
Maria Ionescu
Anna Muylaert
Roteiro Anna Muylaert
Gênero drama
Cinematografia Bárbara Alvarez
Distribuição Vitrine Filmes
Lançamento Brasil 21 de julho de 2016
Idioma língua portuguesa
Orçamento R$ 1,5 milhão [1]

Mãe Só Há Uma é um filme de drama brasileiro dirigido e escrito por Anna Muylaert e lançado em 21 de julho de 2016.[2][3] O filme foi exibido no 66 Festival de Berlim em fevereiro de 2016 e recebeu o Prêmio Teddy, concedido pela revista alemã Männer.[4]

Índice

SinopseEditar

O filme conta a história de Pierre (Naomi Nero), um adolescente em busca de sua identidade sexual. Sua percepção da vida e de si mesmo se perdem quando ele descobre que a mulher que o criou não é a sua mãe biológica.

ElencoEditar

  • Naomi Nero - Pierre/Felipe
  • Daniel Botelho - Joca
  • Dani Nefussi - Aracy/Glória
  • Matheus Nachtergaele - Matheus
  • Lais Dias - Jaqueline
  • Luciana Paes - Tia Yara
  • Helena Albergaria - Sueli
  • Luciano Bortoluzzi - Marcelo
  • June Dantas - Walmissa
  • Renan Tenca - René

IndicaçõesEditar

Ano Premiação Categoria Resultado
2017   Grande Prêmio do Cinema Brasileiro Melhor Filme Indicado
Melhor Direção Indicado
Melhor Roteiro Indicado

Referências

  1. Rafael Andery (20 de julho de 2016). «Anna Muylaert retoma relações entre mães e filhos em 'Mãe Só Há Uma'». Folha de S.Paulo. Consultado em 9 de agosto de 2016 
  2. Pichonelli, Matheus (22 de julho de 2016). «"Mãe só há uma" é a história de um reencontro impossível». Carta Capital. Consultado em 23 de julho de 2016 
  3. «Don't Call me Son». Berlinale. Consultado em 9 de agosto de 2016 
  4. Correio Braziliense. «'Mãe Só Há Uma', filme de Anna Muylaert, é premiado em Berlim». Uai.com.br. Consultado em 9 de agosto de 2016 

Ligações externasEditar