Abrir menu principal
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Janeiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
A ilha de Manhattan, centro da cidade de Nova Iorque, de onde o termo é derivado.
A alta densidade de arranha-céus em São Paulo, Brasil. Sendo assim, é a terceira cidade com o maior número de edifícios no planeta.

Manhattanização é uma forma de construir arranha-céus, principalmente nos Estados Unidos da América, onde a maioria das cidades desse país são construídas assim.

Índice

A palavraEditar

Manhattanização é um neologismo, sinônimo de verticalização, proveniente de Manhattan, um distrito de Nova Iorque, onde existe uma grande quantidade de arranha-céus, como o Empire State Building, o Edifício Chrysler, entre outros.

HistóriaEditar

A era dos arranha-céus começou em Chicago, onde foi construído um arranha-céu de 10 andares, em 1883. A Escola de Chicago foi pioneira neste tipo de construção, após um grande incêndio que devastou a cidade, em 1871. Novos avanços tecnológicos como o concreto armado e elevador possibilitaram a construção de edifícios com muitos andares. A partir do início do século XX outras cidades norte-americanas, especialmente Nova Iorque, passaram também a construir grandes edifícios. As cidades dos Estados Unidos começaram a mudar radicalmente de aspecto.

A partir das décadas de 1950 e 1960, a construção de arranha-céus foi intensificada nas grandes cidades do mundo inteiro.

Hoje em metrópoles como: Londres, Frankfurt, Hong-Kong, Taipei, Xangai, Tóquio, Yokohama, Osaka, São Paulo, Santa Cruz de Tenerife, entre outras, há grande quantidade de arranha-céus.

Nas últimas décadas, surgiram grandes críticas à verticalização, por causar monotonia visual às cidades e deixar cidades de países e culturas tão diferentes com um aspecto muito parecido, além de diminuir a circulação do ar, fazendo com o clima fique mais quente e impossibilite que gases poluentes se dissipem.

Manhattanização comumEditar

Para se fazer a chamada manhattanização, é comum construir arranha-céus em grande quantidade, com sedes e escritórios e, por vezes, prédios. Só as metrópoles, ou então megalópoles, são capazes de ter fortemente esta forma de urbanização.

Manhattanização na culturaEditar

Existem muitos filmes feitos em cidades que tenham muitos arranha-céus, em especial os filmes com histórias de heróis, e os locais fictícios onde se pode dar exemplo à manhattanização são Gotham (Batman), Metropolis (Superman), entre outros.

Existem também jogos onde se pode construir grandes metrópoles, assim como o City Life e os jogos SimCity e Cities Skylines.

Ver tambémEditar