Abrir menu principal
Manuel Luciano da Silva
Memorial em Bristol, Rhode Island.
Nascimento 5 de setembro de 1926
Vale de Cambra
Morte 21 de outubro de 2012 (86 anos)
Bristol
Cidadania Portugal, Estados Unidos
Alma mater Universidade de Coimbra, Escola de Medicina da Universidade de Nova Iorque
Ocupação médico, historiador, escritor

Manuel Luciano da Silva (Cavião, Vale de Cambra, 5 de setembro de 1926 — Bristol (Rhode Island), 21 de outubro de 2012)[1] foi um médico, investigador e historiador luso-americano. Da sua obra destaca-se Cristovão Colon (Colombo) era Português, um livro polémico onde defende que o descobridor da América, Cristóvão Colombo, era português.

Índice

BiografiaEditar

Nascimento e formaçãoEditar

Manuel Luciano da Silva nasceu na aldeia do Cavião, no concelho de Vale de Cambra, em 5 de setembro de 1926[2], no seio de uma família humilde.[carece de fontes?] Completou o ensino secundário em Oliveira de Azeméis, e em 1946[carece de fontes?] foi para os Estados Unidos da América com a mãe e um irmão, para se juntarem ao pai, que já lá estava.[3]

Durante a sua primeira estadia nos Estados Unidos, aprendeu o idioma inglês, e em 1948[carece de fontes?] matriculou-se na Universidade de Nova Iorque, onde concluiu um curso de Biologia.[3] Também frequentou a Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra,[3] onde se licenciou com distinção em 1957.[carece de fontes?]

Carreira profissionalEditar

Começou a trabalhar como amanuense no Consulado Geral de Portugal em Nova Iorque.[3] Regressou a Portugal em 1952, devido ao falecimento do seu pai.[3] Depois de ter terminado o curso de medicina em Coimbra, trabalhou como médico durante um ano, tendo-se casado na cidade do Porto com Sílvia Tavares Jorge.[3]

Voltou depois aos Estados Unidos da América, onde exerceu no Hospital de St. Luke em New Bedford[3] como estagiário.[carece de fontes?] Depois de se ter especializado em medicina interna, integrou-se em 1963 no Bristol County Medical Center.[3] Durante um período de cerca de vinte anos, exerceu como director médico do Rhode Island Veteran's Home, na cidade de Bristol.[3] Durante a sua carreira na medicina, destacou-se pelo apoio que dava aos emigrantes portugueses que estavam a passar dificuldades nos Estados Unidos.[3] Ocupou a posição de médico chefe na empresa luso-americana União Portuguesa Continental.[3] Reformou-se da medicina em 1998.[carece de fontes?]

Colaborou em diversas associações de cariz social e cultural, tendo feito parte da Liga Cívica Luso-Americana, fundado a Academia do Bacalhau, e sido um dos fundadores e presidentes da Federação Luso-Americana.[3] Também foi responsável pelo programa televisivo Portuguese Around Us, que se iniciou em 1970 e durou cerca de 25 anos.[3] Ficou principalmente conhecido pelos conselhos sobre medicina que dava a partir dos Estados Unidos da América, que eram transmitidos em directo pela Rádio Televisão Portuguesa e pela SIC - Sociedade Independente de Comunicação.[3] Também fez consultas de medicina aos habitantes de Cavião, através de um sistema de video-conferência.[3]

Participou de forma gratuita em mais de 500 conferências e palestras em inglês e português, sobre diversos assuntos.[3]

Também publicou um grande número de obras, especialmente sobre o tema dos Descobrimentos Portugueses, tendo sido um dos principais historiadores a avançar a teoria de que o navegador Cristóvão Colombo era de nacionalidade portuguesa.[3] Um dos seus livros inspirou o filme Cristóvão Colombo - O Enigma, de Manoel de Oliveira.[3] Estudou a Pedra de Dighton durante cerca de 50 anos, cujas inscrições atribuiu ao navegador português Miguel Corte Real,[carece de fontes?] tendo sido o principal responsável pela fundação do museu onde a pedra foi preservada.[3]

FalecimentoEditar

Manuel Luciano da Silva faleceu em 23 de Abril de 2012, na cidade de Bristol.[3]

ObraEditar

  • Portuguese Pilgrims and Dighton Rock (1971)
  • A Electricidade do Amor (1984)
  • The True Antilhas, Newfoundland and Nova Scotia (1987)
  • Columbus was 100% Portuguese (1987), co-autor com a sua esposa Sílvia Jorge da Silva - traduzido e publicado em Portugal com o título Cristovão Colon (Colombo) era Português (1ª edição, 2006)
  • The Religious and Mythological Powers in the name of Cristóvão Colon (1991)
  • The Pope Alexander VI and Cristofom Colon (1992)
  • The First Queen of Bristol, Rhode Island, was 100% Portuguese (1993)
  • I Made another discovery (1994)
  • As Misérias da Escola Náutica de Sagres

Distinções honoríficas e homenagensEditar

Também foi nomeado como homem do ano pelo International Institute of Rhode Island em 1971, e no ano seguinte foi honrado com o grau de doutor honoris causa em Humanidades pela Universidade de Rhode Island.[3] Em 1985, recebeu o prémio Família do Ano da União Continental dos Estados Unidos, e em 2004 uma condecoração de cultura pela Portuguese American Citizen Commitee of Rhode Island.[3] Em 1 de Maio de 2010, foi integrado no Rhode Island Heritage of Fame.[3] Após o seu falecimento, foi homenageado pela Sociedade de Geografia de Lisboa numa cerimónia na Sala de Portugal.[3]

Em 1988, foi criada a Associação Dr. Manuel Luciano da Silva em Vale de Cambra, cujo propósito era fundar uma biblioteca-museu na casa onde nasceu, em Cavião.[3] A biblioteca-museu foi inaugurada em 2 de Junho de 2001.[3]

Notas

  1. «Página inicial». Museu-Biblioteca Dr. Manuel Luciano da Silva. 21 de outubro de 2012 
  2. «Biografia: Manuel Luciano da Silva, M.D.». Dightonrock.com. Consultado em 21 de outubro de 2012. Arquivado do original em 7 de agosto de 2012 
  3. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z MARREIROS, 2015:297-299
  4. a b «Em Bristol, nos Estados Unidos: Faleceu Manuel Luciano da Silva grande amigo dos Açores». Correio dos Açores. 23 de outubro de 2012. Consultado em 23 de outubro de 2012 [ligação inativa]

Ligações externasEditar