Manuel da Cunha e Meneses

Manuel Inácio da Cunha e Menezes, conde de Lumiares (Santa Maria da Graça, Setúbal, 13 de janeiro de 1742 - Carnaxide, Oeiras, 19 de setembro de 1791) foi governador colonial da Capitania da Bahia entre 8 de setembro de 1774 e 13 de novembro de 1779.[1][2]

Manuel da Cunha e Meneses
Nascimento 13 de janeiro de 1742
Setúbal
Morte 19 de setembro de 1791
Carnaxide

Filho de José Félix da Cunha e Menezes e de Constança Xavier de Menezes. Casou com D. Maria do Resgate Carneiro Portugal da Gama Vasconcelos Sousa Faro, 3.ª condessa de Lumiares. Era irmão de Francisco da Cunha e Meneses.

Faleceu aos 49 anos na Quinta de São José de Ribamar em Carnaxide e foi sepultado no convento franciscano junto à quinta.

DescendênciaEditar

Referências

  1. [1] Acessado em 14 de março de 2011.
  2. Corographia histórica, chronographica, genealógica e nobiliária do Império do Brasil - Dr. Mello Moraes (A. J. de), tomo I, p. 327
  3. Nobiliário das Famílias de Portugal, Felgueiras Gayo; Carvalhos de Basto, 2ª Edição; Braga, 1989: Tomo IV, Título Cunhas, p. 152
  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.

Precedido por
José da Cunha Grã Ataíde e Melo
Governador de Pernambuco
1769 — 1774
Sucedido por
José César Meneses
Precedido por
José da Cunha Grã Ataíde e Melo
Governador Geral da Bahia
1774 — 1779
Sucedido por
Afonso Miguel de Portugal e Castro