Marcelo Tas

ator brasileiro

Marcelo Tristão Athayde de Souza (Ituverava, 10 de novembro de 1959), mais conhecido pelo primeiro nome e seu acrônimo,[2] Marcelo Tas, é um apresentador, ator, roteirista, diretor e escritor brasileiro.

Marcelo Tas
Marcelo Tas
Tas em 2024
Nome completo Marcelo Tristão Athayde de Souza
Pseudônimo(s) Marcelo Tas
Nascimento 10 de novembro de 1959 (64 anos)
Ituverava, SP
Nacionalidade brasileiro
Estatura 1,75 m[1]
Ocupação
Período de atividade 1983–presente

Carreira editar

Em 1983 iniciou sua carreira na televisão no programa 23ª Hora, uma mixagem de reportagens e vídeos produzido pelo jornalista Goulart de Andrade na TV Gazeta de São Paulo. Goulart convidou a produtora Olhar Eletrônico, da qual faziam parte Marcelo Tas, Fernando Meirelles, Tonico Ramos e Marcelo Machado, entre outros, para preencher parte do seu programa, após conhecê-los em um dos festivais Vídeo Brasil, do Museu da Imagem e do Som (MIS) de São Paulo. Em 1984, apresentou na mesma emissora o programa Crig-Rá endereçado aos jovens com reportagens e videoclipes (inclusive com apresentações de vídeos da MTV estadunidense, então desconhecida no Brasil) com o seu personagem Bob Mc Jack.[3]

Ficou conhecido pelo seu personagem humorístico Ernesto Varela, um repórter fictício que ironizava personalidades políticas da época da abertura, dirigindo-lhes perguntas desconcertantes. Tornou-se célebre e entrou para a história com a sua pergunta direta a Paulo Maluf que, surpreso, virou as costas e deixou a sala em que estavam: "Muitas pessoas não gostam do senhor, dizem que o senhor é corrupto. É verdade isso, deputado?". Durante a Copa do Mundo de 1986, quando participava da cobertura pelo "pool" de emissoras formado pelo SBT e Record, fez uma entrevista ácida com o então dirigente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e deputado federal Nabi Abi Chedid, que teve repercussão. Incomodado com a entrevista, Nabi Abi Chedid aceitou responder uma pergunta relacionada ao esporte, ao que Marcelo Tas imediatamente emendou: "Qual sua próxima jogada?" Ele também tem se notabilizado pelas sua controversa aproximação com a Maçonaria na época.[4]

Também foram marcantes suas participações nos programas Vídeo Show, na Rede Globo (entre abril e agosto de 1987, onde ficou conhecido como "Cabeça Branca"[5] (uma referência ao personagem da televisão inglesa chamado Max Headroom), Vitrine, na TV Cultura, e Saca-Rolha, ao lado de Lobão e Mariana Weickert na Rede 21 e posteriormente na PlayTV bem como sua atuação como diretor e roteirista de programas premiados internacionalmente, como o Rá-Tim-Bum (onde interpretava o estereotipado Professor Tibúrcio) e o Castelo Rá-Tim-Bum (Telekid, que respondia sempre o "porque sim não é resposta").[6] Escreveu ainda o roteiro para o Programa Legal e coordenou a criação de 1.140 edições do Telecurso 2000.

Tas já foi colunista do jornal O Estado de S. Paulo (caderno "Link", 2004-2005). A partir de março de 2008, tornou-se um dos apresentadores do programa CQC, na Band, ao lado de Rafinha Bastos e Marco Luque, o que lhe rendeu maior projeção nacional na década de 2000. Marcelo também tem o seu próprio blog, o "Blog do Tas", iniciado em agosto de 2003 no UOL e transferido para o portal Terra em outubro de 2010. Em novembro de 2009 Tas lançou um livro, intitulado Nunca antes na história deste país. O livro é baseado nas frases mais polêmicas e engraçadas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, principalmente durante o período em que exerce a presidência da República (de 2003 até 2009, quando da publicação do livro).

Em 31 de dezembro de 2009 estreou no canal pago Cartoon Network seu novo programa intitulado Plantão do Tas, uma espécie de telejornal só que com notícias fictícias e voltado ao público infantil. Em 1 de setembro de 2014, estreou o programa infantil Papo Animado com Marcelo Tas no Cartoon Network, emissora do falecido Plantão Tas. Nele, Tas traz curtas de cinco minutos em que entrevista os mais variados personagens do canal, como a Turma da Mônica, Dexter's Laboratory, Johnny Bravo, Irmão do Jorel, Apenas um Show e outros.[7] Em 4 de novembro de 2014, publica uma carta, informando seu desligamento do programa CQC, em dezembro do mesmo ano, após sete anos comandando a atração.[8][9][10][11][12][13] Após sua saída da Bandeirantes, o apresentador foi contratado para assumir o comando do programa Papo de Segunda, em 2015, junto ao cantor Léo Jaime, o humorista João Vicente e o jornalista Xico Sá.

No mesmo ano, apresentou junto com Astrid Fontenelle, a campanha "Eles por Elas", uma parceria do canal GNT e a ONU Mulheres. Durante os jogos Rio 2016, Marcelo Tas comandou o programa #TasNoSporTV no canal SporTV ao vivo direto do Parque Olímpico levando os assuntos mais comentados nas redes sociais para a cobertura oficial do canal.

A ênfase do seu trabalho está em explorar as fronteiras da linguagem nas várias mídias onde atua. Entre suas obras destacam-se: o repórter ficcional Ernesto Varela; as séries “Rá-Tim-Bum” (TV Cultura); “CQC” (Band) e o reality “Batalha Makers” (Discovery).

Na área da educação, Tas coordenou a criação do Telecurso (Fundação Roberto Marinho/ TV Globo) e games interativos para o Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo; e para o Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro.

Atualmente, Marcelo Tas é apresentador do programa Provoca e comentarista do Jornal da Cultura ambos da TV Cultura; é Associado Notável da I2AI (International Association of Artificial Inteligence) e Membro do Conselho Consultivo na Fundação Osesp – Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo.

Já atuou como colunista e colaborador nos veículos: Folha de São Paulo; O Estado de São Paulo; revista Trip; revista Crescer; rádio CBN e rádio Bandnews FM. Na Internet, tem cerca de 10 milhões de seguidores e é um dos influenciadores mais premiados do país, entre eles: Prêmio Comunique-se (2007, 2008, 2009, 2010, 2015, 2019); Especialistas da Comunicação (2020, categoria Cultura); melhor blog em língua portuguesa segundo o The Bobs – Prêmio International da Deutsche Welle (Alemanha, 2007).

Atuou como professor de comunicação e inovação de módulos em MBAs da PUCRS, IBMEC e UniFAJ. O seu curso de comunicação é o primeiro publicado em línha portuguesa na plataforma espanhola Domestika.

Vida pessoal editar

Cursou a Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR). É graduado em engenharia civil pela Escola Politécnica da USP, em 1982. Iniciou o curso de graduação em rádio e TV pela Escola de Comunicação e Artes da USP em 1980, mas não o concluiu. Tem curso de Aperfeiçoamento Profissional em Cinema e Televisão e em Multimídia e Novas Tecnologias pelo Fulbright Scholarship Program na Tish School of Arts da Universidade de Nova Iorque, realizados entre 1987 e 1988. É casado com a atriz Bel Kowarick, e tem três filhos: Miguel, Clarice e Luc Athayde.[14]

Filmografia editar

Televisão editar

Ano Título Cargo / Personagem Notas Emissora
1983 O Mundo no Ar[15] Repórter Rede Manchete
1983–86 23ª Hora[15] Ernesto Varela TV Gazeta
1984–86 Crig-Rá Apresentador
1987 Vídeo Show Rede Globo
1987–89 TV Mix TV Gazeta
1990 O Turista TVE
1990–94 Rá-Tim-Bum Professor Tibúrcio[16] TV Cultura
1990–92 MTV Netos do Amaral Apresentador MTV Brasil
1993 Plebiscito MTV
1994–97 Castelo Rá-Tim-Bum Telekid TV Cultura
1995–97 Professor Planeta Apresentador ESPN Brasil
1998–04 Vitrine TV Cultura
2005–06 Saca-Rolha Rede 21
2008–14 CQC Rede Bandeirantes
2009–10 Plantão do Tas Cartoon Network
2012 Conversa de Gente Grande Rede Bandeirantes
2013 Passionais Delegado Tobias Episódio: "Litígio Sangrento" Globoplay
2014–16 Papo Animado com Marcelo Tas Apresentador Cartoon Network
2015–17 Papo de Segunda GNT
2016 #TasNoSporTV SporTV
2019 Batalha Makers Brasil Discovery Channel
2019–presente Provoca TV Cultura

Cinema editar

Ano Título Personagem
1983 Capitalismo Selvagem Edu
1993 Vênus de Fogo Marcos
1994 Veja Esta Canção Jogador
2000 Villa Lobos - Uma Vida de Paixão Érico Veríssimo
2010 Muita Calma Nessa Hora Cássio Matos
2013 Mato sem Cachorro Luís
2014 Muita Calma Nessa Hora 2 Cássio Matos
2016 Amor em Sampa Apresentador de TV

Internet editar

Ano Título Cargo Plataforma
2017-presente Marcelo Tas Apresentador YouTube, Instagram

e Twitter

Livros editar

Ano Título Editora
1993 Reflexões para o Futuro (coletâneas e livros de outros autores) Veja
2003 Made in Brazil (organização: Arlindo Machado - coletâneas e

livros de outros autores)

Iluminuras
2009 Nunca antes na história deste país Panda Books
2009 E-causos (coletâneas e livros de outros autores -

organização Índio Brasileiro)

Manole
2010 A Vaga é Sua (Ana Estela de Sousa Pinto e Cristina

Moreno de Castro - coletâneas e livros de outros autores)

Publifolha
2010 Sobre o Tempo (Andréa Bonfim Perdigão - coletâneas e livros

de outros autores)

Pulso Editorial
2011 É rindo que se aprende (com Gilberto Dimenstein) Papirus
2017 Basta de Cidadania Obscena (com Mario Sergio

Cortella)

Papirus
2024 Hackeando Sua Carreira: Como Ser Relevante num

Mundo em Constante Transformação

Planeta

Como roteirista, diretor e produtor editar

Televisão
Ano Título Cargo Emissora
Roteirista Diretor Produtor
1983 O Mundo no Ar Rede Manchete
23ª Hora[15] TV Gazeta
Antenas[17]
1983–86 Ernesto Varela
1988 A Retrospectiva do Ano Rede Record
1990–94 Rá-Tim-Bum TV Cultura
1991 Programa Legal Rede Globo
Dóris Para Maiores
1990–92 MTV Netos do Amaral MTV Brasil
1993 Plebiscito MTV
1994–97 Castelo Rá-Tim-Bum TV Cultura
1995 Telecurso Rede Globo
1996 Minuto Científico TV Cultura
1998 Oficinas Culturais

Como Professor editar

Ano Instituição Curso
2017–18 IBMEC-SP Curso de Extensão (presencial): A Comunicação na Aceleração Digital
2018 StartSe Curso On-line: ConecteSe - Comunicação e Engajamento
2019 IBMEC Curso On-line: A Comunicação na Aceleração Digital
2019–presente PUC-RS Professor da master class "Como usar leveza e humor para encantar usuários?” no curso de pós-graduação "Influência Digital: Conteúdo e Estratégia”
2020–presente Domestika Curso On-line: Comunicação eficiente e criativa para seus projetos
Unifaj Professor da master class "A Comunicação na Aceleração Digital" nos "MBAs de Gestão de Negócios e MBA em Gestão de Pessoas"

Referências

  1. «Marcelo Tas | Quattro Agentes . Agênciamento Artístico». www.quattroagentes.com.br. Consultado em 1 de julho de 2023 
  2. «Marcelo Tas faz 60 anos e relembra sua trajetória na TV e na vida». Estadão. Consultado em 1 de julho de 2023 
  3. «Site do Marcelo Tas» 
  4. «Marcelo Tas e as novas armas do Tio Sam». O Cafezinho. 5 de outubro de 2015. Consultado em 16 de dezembro de 2019 
  5. «Chiado». Abril.com. Consultado em 1 de dezembro de 2009 
  6. «Matéria para a revista Quem» 
  7. «Papo Animado com Marcelo Tas estreia no Cartoon Network». ANMTV. 22 de julho de 2014. Consultado em 9 de maio de 2016 
  8. UOL SP (4 de novembro de 2014). «"Vou deixar o 'CQC' no final do ano", anuncia Marcelo Tas em blog». UOL Televisão. Consultado em 4 de novembro de 2014 
  9. Daniel Castro (4 de novembro de 2014). «Band confirma saída de Marcelo Tas do CQC; humorista terá nova série». UOL. Notícias da TV. Consultado em 4 de novembro de 2014 
  10. Fernando Oliveira (4 de novembro de 2014). «Mesmo fora do 'CQC', Marcelo Tas seguirá na Band em novo programa». R7. Mundo da TV. Consultado em 4 de novembro de 2014 
  11. «Marcelo Tas publica carta de despedida do 'CQC'». VEJA.com. Televisão. 4 de novembro de 2014. Consultado em 4 de novembro de 2014 
  12. «Após rumores de mudanças no 'CQC', Marcelo Tas anuncia saída». 4 de novembro de 2014. Consultado em 4 de novembro de 2014 
  13. UOL SP (22 de dezembro de 2014). «Com homenagens, Marcelo Tas se despede do "CQC" e deseja sorte ao sucessor». UOL Televisão. Consultado em 28 de dezembro de 2014 
  14. «Marcelo Tas revela ter uma filha lésbica e dá lição em deputado Bolsonaro». Contigo 
  15. a b c «Trabalhos - Marcelo Tas - Pagina 6». Terra 
  16. «Trabalhos - Marcelo Tas - Página 4». Terra 
  17. «Trabalhos - Marcelo Tas - Página 5». Terra 

Ligações externas editar

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
  Citações no Wikiquote