Marcus Berg

futebolista sueco

Bengt Erik Markus Berg (Torsby, 17 de agosto de 1986) é um futebolista sueco que atua como centroavante. Atualmente joga no Krasnodar.

Marcus Berg
Marcus Berg 2018.jpg
Informações pessoais
Nome completo Bengt Erik Markus Berg
Data de nasc. 17 de agosto de 1986 (35 anos)
Local de nasc. Torsby, Suécia
Nacionalidade sueco
Altura 1,83 m
destro
Informações profissionais
Clube atual Krasnodar
Número 33
Posição Centroavante
Clubes de juventude

2002
2003–2004
Torsby IF
IFK Velen
IFK Göteborg
Clubes profissionais
Anos Clubes
2005–2007
2007–2009
2009–2013
2010–2011
2013–2017
2017–2019
2019–
IFK Göteborg
Groningen
Hamburgo
PSV Eindhoven (emp.)
Panathinaikos
Al Ain
Krasnodar
Seleção nacional
2004–2005
2006–2009
2008–2021
Suécia Sub-19
Suécia Sub-21
Suécia

Representou a Seleção Sueca na Euro 2016, Euro 2020, bem como na Copa do Mundo de 2018.

CarreiraEditar

Berg iniciou a sua carreira profissional em 2005, quando tinha apenas dezoito anos, atuando no Göteborg. Duas temporadas depois, terminou como artilheiro do Campeonato Sueco, quando marcou catorze golos, juntamente com o beninense Razak Omotoyossi e, também conquistou o título, que havia sido conquistado pela última vez onze épocas atrás.

Logo após a sua última temporada no Göteborg, Berg recebeu uma proposta do futebol holandês. Foi anunciado no dia 10 de agosto de 2007 como novo reforço do modesto Groningen, da Holanda, que pagou dois milhões e meio de euros. Na sua primeira temporada no clube, terminou como melhor marcador da equipa com quinze tentos, em vinte e cinco partidas. Na temporada seguinte, conseguiu repetir o desempenho da temporada anterior, tendo marcado um vez a mais numa partida a mais também.

Depois do bom desempenho no Campeonato Europeu Sub-21, onde foi semifinalista, melhor marcador e eleito o melhor jogador[1], Berg foi contratado pelo Hamburgo, da Alemanha, acertando um contrato de cinco temporadas, com valores não revelados, mas segundo o diretor da equipa holandesa, Hans Nijland, foi a maior da história do clube.[2]

Na sua época de estreia, teve um desempenho abaixo do esperado, marcando apenas dez vezes durante toda a temporada. Na temporada seguinte, acabou por voltar ao futebol holandês, sendo emprestado durante uma temporada ao PSV Eindhoven.[3]

Al AinEditar

Pelo Al Ain, Berg disputou o Mundial de Clubes da FIFA de 2018. Marcou dois gols durante a competição, um contra o Team Wellington e outro contra o River Plate, levando sua equipe à final e sendo vice após perderem de 4 a 1 do Real Madrid.[4]

Seleção NacionalEditar

Pela Seleção Sueca, recebeu sua primeira convocação no ano de 2008, mas não obteve destaque. Em 2009 disputou com a Suécia o Campeonato Europeu Sub-21, onde estreou marcando três gols contra a Bielorrússia, terminando como artilheiro e melhor jogador.[1] Após a aposentadoria do ídolo Zlatan Ibrahimović da Seleção, Berg foi o artilheiro da Suécia nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, com 8 gols marcados.[5] Na Copa do Mundo, acabou sendo eliminado com sua equipe diante da Inglaterra (2 a 0) durante as quartas de final.[6][7]

TítulosEditar

Göteborg

Prêmios individuaisEditar

Referências

  1. a b «2009: Marcus Berg» (em inglês). UEFA.com. Consultado em 5 de julho de 2020 
  2. «Hamburg contrata atacante Marcus Berg». Trivela. 17 de julho de 2009. Consultado em 5 de julho de 2020 
  3. «Marcel Brands: 'PSV are closing in on loan deal for Marcus Berg'». Consultado em 5 de julho de 2020. Arquivado do original em 21 de julho de 2010 
  4. «Real Madrid passeia e conquista o mundo pela sétima vez, a terceira seguida». GloboEsporte.com. 22 de dezembro de 2018. Consultado em 5 de julho de 2020 
  5. João Gabriel e Vladimir Bianchini (31 de maio de 2018). «Um herói improvável: conheça o sueco que tem a dura missão de ser o 'novo Ibrahimovic'». ESPN.com.br. Consultado em 5 de julho de 2020 
  6. «A dois passos do sonho: Inglaterra vence a Suécia e avança às semifinais após 28 anos». GloboEsporte.com. 7 de julho de 2018. Consultado em 5 de julho de 2020 
  7. «Inglaterra despacha Suécia com gols de cabeça e volta à semi após 28 anos». UOL Esporte. 7 de julho de 2018. Consultado em 5 de julho de 2020 

Ligações externasEditar