Abrir menu principal
Marcus Ferreira
Marcus Ferreira, durante apresentação do samba-enredo da Renascer de Jacarepaguá, para o carnaval 2014.
Informações pessoais
Data de nasc. 28 de julho de 1984 (35 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro,  Rio de Janeiro,  Brasil
Informações profissionais
Escola atual Viradouro
Escolas de samba
Anos Escolas
2009-2010
2011-2012
2013
2013
2013
2014
2016
2017
2018
2018
2019
2020-
Moc. de Vicente de Carvalho
Estácio de Sá
Asa Norte
Rouxinóis
Jacarezinho
Renascer
Curicica
Império Serrano
Rocinha
Curicica
Inocentes
Viradouro
Última atualização: sábado, 14 de dezembro de 2019

Marcus Ferreira (Rio de Janeiro, 28 de Julho de 1984) é um carnavalesco brasileiro, com diversas passagens no Carnaval Carioca, além de atuar em outros carnavais do Brasil. Atualmente está na Unidos do Viradouro.

CarreiraEditar

Arquiteto e Design Gráfico, formado pela PUC-Rio e apaixonado pela cultura carnavalesca, o então carnavalesco iniciante estreava no ano de 2009, pela Mocidade de Vicente de Carvalho com o enredo: "Pelas ruas da cidade abram-alas pra Mocidade", conquistando o terceiro lugar, levando de volta a agremiação para a Marquês de Sapucaí. No ano seguinte com o enredo "Bonecas: Impossível não se apaixonar por elas!", garantiu a permanência da agremiação na antiga terceira divisão do carnaval carioca e conquistou as principais premiações de melhor enredo do grupo. A escola abriu os desfiles na terça-feira de carnaval e obteve um honroso oitavo lugar.

Em 2011 foi autor do elogiado enredo Hilária Batista de Almeida da Unidos de Padre Miguel. Recebeu no mesmo ano convite da diretoria da Estácio de Sá a assumir o carnaval do mesmo ano[1]. Com o enredo "Rosas", foi considerado a revelação do carnaval de 2011 pelo Grupo A. Agraciado com três prêmios de Revelação do Carnaval, melhor figurinista e de melhor alegoria do carnaval. Apesar da crítica em massa quanto a escolha do tema enredo por parte da direção da Estácio de Sá, seguiu em 2012 na escola e apesar da crítica sobre o enredo "Luma de Oliveira: o Coração de um País em Festa", garantiu o sétimo lugar. À convite do então presidente da Mangueira, Ivo Meirelles, teve a missão de conduzir o carnaval do Jacarezinho na sua volta a Sapucaí, pela nova Série A, em 2013[2][3] e esteve no Carnaval de Brasília, pela Acadêmicos da Asa Norte com o enredo "Acadêmicos da Asa Norte Apresenta: Um chorinho bem Brasileirinho", conquistando o bi-campeonato, com todas as notas máximas. No mesmo ano, em Uruguaiana, assinou o carnaval pela tradicional Os Rouxinóis, obtendo a terceira colocação[4].

No carnaval de 2014 desenvolveu o carnaval em homenagem ao caricaturista Lan na Renascer: "Olhar caricato: Simplesmente, Lan!". Apesar das imensas dificuldades enfrentadas pela escola, após o rebaixamento do grupo especial, obteve a 11ª colocação, livrando a agremiação de um possível rebaixamento. Em 2016, pela União do Parque Curicica, fez uma simpática homenagem ao Teatro de bonecos da Zona da Mata de Pernambuco com o enredo "Corações Mamulengos". Desfile muito elogiado pela crítica especializada, apesar dos problemas enfrentados com um dos carros da escola, que não chegou a sair do barracãoA Agremiação conquistou o 11º lugar.

No carnaval 2017, foi anunciado como o novo carnavalesco do tradicional Império Serrano, conquistando o título pra Serrinha após nove anos, retornando a escola ao Grupo Especial. Faz sua estréia no carnaval 2018 na Acadêmicos da Rocinha com o elogiado enredo Madeira Matriz em homenagem a maior gravador popular da história brasileira, J.Borges e retornou como carnavalesco da União do Parque Curicica, pela série B, com o enredo ´´O Reino está nu!``.

Em 2019, foi para Inocentes, onde foi muito irregular num enredo sobre o Nordeste e estaria inicialmente na Império da Tijuca, mas deixou em pouco tempo a escola do Morro da Formiga[5] para acertar com a Unidos do Viradouro, em dupla com o seu parceiro Tarcisio Zanon[6].

Desfiles assinados por Marcus FerreiraEditar

Ano Escola Colocação Divisão Enredo
2009 Mocidade de Vicente de Carvalho 3º lugar Grupo Rio de Janeiro 2 Pelas ruas da cidade abram-alas pra Mocidade
2010 Mocidade de Vicente de Carvalho 9º lugar Grupo Rio de Janeiro 1 Bonecas: Impossível não se apaixonar por elas!
2011 Estácio de Sá 3º lugar Grupo A Rosas
2012 Estácio de Sá 7º lugar Grupo A Luma de Oliveira: Coração de um país em festa!
2013 Asa Norte Campeã Grupo Especial Acadêmicos da Asa Norte apresenta: Um chorinho bem brasileirinho
Rouxinóis 3º lugar Grupo Especial Uma Festa Nas Alturas
Jacarezinho 18º lugar Série A Puxador, não. Intérprete!
2014 Renascer 11º lugar Série A Olhar caricato: Simplesmente, Lan!
2016 Curicica 11º lugar Série A Corações Mamulengos
2017 Império Serrano Campeã Série A Meu Quintal é Maior do Que o Mundo
2018 Rocinha 11° lugar Série A Madeira Matriz
Curicica 2º lugar Série B O Reino está nu!
2019 Inocentes 9º lugar Série A O Frasco do Bandoleiro
2020 Viradouro Grupo Especial Viradouro de alma lavada

Referências

  1. Geissa Evaristo, para o SRZD (21 de julho de 2010). «Marcus Ferreira é o novo carnavalesco da Estácio de Sá». 17h32. Consultado em 26 de julho de 2015 
  2. O Dia na Folia (20 de junho de 2012). «Marcus Ferreira é o novo carnavalesco do Jacarezinho». 14h24. Consultado em 27 de julho de 2015 
  3. SRZD-Carnaval (20 de junho de 2012). «Marcus Ferreira é o novo carnavalesco do Jacarezinho». Consultado em 27 de julho de 2015 
  4. Sambasul (10 de abril de 2013). «EXCLUSIVO!!! Os Rouxinóis tem novo carnavalesco para 2013». 19:45. Consultado em 5 de maio de 2013 
  5. Carnavalesco (13 de maio de 2019). «Marcus Ferreira não será mais carnavalesco do Império da Tijuca no Carnaval 2020». Consultado em 16 de maio de 2019 
  6. Carnavalesco (13 de maio de 2019). «Viradouro contrata dupla de carnavalescos que já faturou o título da Série A». Consultado em 16 de maio de 2019 
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Marcus Ferreira