Margarida Farnésio

Margarida Farnésio (em italiano: Margherita Farnese; Parma, 7 de novembro de 1567Placência, 13 de abril de 1643), era filha de Alexandre Farnésio, Duque de Parma e Placência, e da infanta Maria de Portugal.

Margarida Farnésio
Duquesa consorte de Mântua e Monferrato
Маргарита Фарнезе.jpg
Retrato de Margarida Farnésio
Reinado 1581 - 1583
Consorte Vicente I Gonzaga
Casa Farnésio (por nascimento)
Gonzaga (por casamento)
Nascimento 7 de novembro de 1567
  Parma, Flag of the Duchy of Parma.svg Ducado de Parma e Placência
Morte 13 de abril de 1643 (75 anos)
  Placência, Flag of the Duchy of Parma.svg Ducado de Parma e Placência
Filho(s) sem geração
Pai Alexandre Farnésio, Duque de Parma e Placência
Mãe Infanta Maria de Portugal

BiografiaEditar

Tinha o mesmo nome da sua avó paterna Margarida de Parma, uma filha natural do imperador Carlos V. Pelo lado da mãe, era neta do infante D. Duarte, Duque de Guimarães e sobrinha-neta da imperatriz Isabel de Portugal.

Casou em Placência, a 2 de março de 1581 com Vicente I Gonzaga, futuro duque de Mântua e de Monferrato, filho de Guilherme Gonzaga e de Leonor de Áustria. O objetivo político do matrimónio era o de criar uma aliança anti-florentina entre os Gonzaga e os Farnésio[1]. Este matrimónio permitiu superar a velha rivalidade entre as duas famílias com origens na conjura organizada em 1547 por Ferrante I Gonzaga contra Pedro Luís Farnésio, o primeiro duque de Parma[1].

Os esposos entraram solenemente em Mântua em 30 de abril de 1581.

Por causa de uma má formação física, Margarida não pode consumar o casamento, pelo que este foi anulado em 26 de maio de 1583[2]. Margarida foi acompanhada de volta a Parma pelo irmão, Rainúncio I Farnésio um ano após o matrimónio [1] ficando retirada no mosteiro beneditino de San Paolo, em Parma[3] com o nome de sôror Maura Lucenia[4]. Por fim, foi abadessa da Igreja de Sant'Alessandro de Parma.

Vicente voltou a casar em 1584 com Leonor de Médici, de quem teve descendência.

Cultura - ficçãoEditar

A experiência nupcial de Margarida inspirou o filme de 1966 Una vergine per il principe[5], de Pasquale Festa Campanile, com os atores Vittorio Gassman, Virna Lisi e Anna Maria Guarnieri, no papel de Margarida Farnésio.[6].

NotasEditar

  1. a b c http://www.provincia.alessandria.it/marchesimonferrato/Guglielmo%20Gonzaga.htm[ligação inativa]
  2. Gonzaga 3
  3. Vincenzo
  4. «turismo.parma». Consultado em 12 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 8 de julho de 2014  Texto " Luoghi da visitare " ignorado (ajuda); Texto " Chiesa della SS.Annunziata " ignorado (ajuda)
  5. em Português “Uma virgem para o Príncipe”
  6. Una vergine per il principe - MYmovies

BibliografiaEditar

  • Segreti dei Gonzaga, de Maria Bellonci, 1947, Verona
  • I ritratti gonzagheschi della collezione di Ambras, Giuseppe Amadei e Ercolano Marani, 1980, Mântua

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Margarida Farnésio


Precedido por
Leonor de Áustria
Duquesa Consorte de Mântua e Monferrato
15811583
Sucedido por
Leonor de Médici