Maria Teresa de Bourbon, 15.ª Condessa de Chinchón

aristocrata espanhola

Maria Teresa de Bourbon y Vallabriga, 15.ª condessa de Chinchón (Maria Teresa Carolina; Velada, 6 de março de 1779 - Paris, 23 de novembro de 1828) foi um nobre espanhola. Era neta do rei Filipe V da Espanha.

Maria Teresa
Princesa da Paz, Condessa de Chinchón e Boadilla del Monte
Retrato por Francisco Goya, 1800
15.ª Condessa de Chinchón
Reinado 1 de julho de 1823
a 23 de novembro de 1828
1.ª Condessa de Boadilla del Monte
Reinado 4 de agosto de 1799
a 23 de novembro de 1828
 
Nascimento 6 de março de 1779
  Velada, Espanha
Morte 23 de novembro de 1828 (49 anos)
  Paris, França
Nome completo Maria Teresa Carolina
Marido Manuel de Godoy
Descendência Carlota de Godoy
Casa Bourbon
Pai Luís, Conde de Chinchón
Mãe Maria Teresa de Vallabriga
Religião Catolicismo

BiografiaEditar

Nascida em Velada, Toledo, a 6 de março de 1779, era filha de Luís, Conde de Chinchón e sua esposa morganática Maria Teresa de Vallabriga. Seu pai era filho de Filipe V da Espanha, sendo um descendente do rei Luís XIV da França.

Ela casou-se em 2 de outubro de 1797 com Dom Manuel de Godoy y Álvarez de Faria (1767-1851), 1.º Príncipe da Paz, 1.º Duque de Alcúdia e 1.º Duque de Sueca, com quem teve um filha, Carlota de Godoy y Bourbon (1800-1886).

HonrasEditar

  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Precedida por
Novo título
Condessa de Boadilla del Monte
4 de agosto de 1799 - 12 de fevereiro de 1771
Sucedida por
Carlota de Godoy
Precedida por
Luís Maria de Bourbon y Vallabriga
Condessa de Chinchón
1 de julho de 1803 - 23 de novembro de 1828
Sucedida por
Carlota de Godoy
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Maria Teresa de Bourbon y Vallabriga