Mily Balakirev

Mily Alexeyevich Balakirev (em russo: Ми́лий Алексе́евич Бала́кирев no alfabeto cirílico ou Milij Alekseevič Balakirev na escrita ocidental; Nizhny Novgorod, 2 de janeiro de 1837São Petersburgo, 29 de maio de 1910) foi um compositor russo, mais conhecido atualmente por fazer parte e liderar o Grupo dos Cinco, um grupo nacionalista de músicos russos no qual faziam parte também César Cui, Modest Mussorgsky, Aleksandr Borodin e Nikolai Rimsky-Korsakov.[1] Os cinco estão sepultados no Cemitério Tikhvin.

Mily Balakirev
Nascimento 2 de janeiro de 1837
Nijni Novgorod
Morte 29 de maio de 1910 (73 anos)
São Petersburgo
Residência São Petersburgo, Nijni Novgorod, Varsóvia, São Petersburgo
Sepultamento Cemitério Tikhvin
Cidadania Império Russo
Alma mater
  • Kazan Imperial University
  • Nizhny Novgorod Institute of nobility
Ocupação compositor, maestro, pedagogo, musicólogo, pianista, professor de músicapiano
Prêmios
  • Ordem de Santo Estanislau, 2.ª classe
Empregador Saint Petersburg – Warsaw Railway, Saint Petersburg Court Capella
Obras destacadas Tamara
Balakirev

Conseguiu se tornar pianista mesmo tendo tido apenas dez aulas na infância; o máximo que sua família conseguiu pagar.[1] Milij viveu mais que todos os seus colegas do grupo exceto César.[1]

ObraEditar

A maior parte de sua obra é composta por canções, tanto eruditas quanto populares. Balakirev escreveu também duas sinfonias, dois poemas sinfônicos, quatro aberturas e diversas peças para piano, entre as quais figura Islamey: Fantasia oriental, sua obra mais conhecida, principalmente entre pianistas, devido a sua complexidade e imensa dificuldade.

SinfoniasEditar

ConcertosEditar

AberturasEditar

  • Abertura sobre o tema de uma marcha espanhola, op. 6 (1857)
  • Abertura sobre três temas russos (1858)
  • Abertura sobre temas tchecos Na Boêmia (1867, revisto em 1905)

Poemas sinfônicosEditar

  • Rússia, segunda abertura sobre temas russos (1863-1864, revisto em 1884)
  • Tamara (1867-1882)

SonatasEditar

  • Sonata para piano No. 1 em Si bemol menor, op. 5
  • Sonata para piano No. 2 em Si bemol menor, op. 102 (1905)

PianoEditar

CâmaraEditar

Referências

BibliografiaEditar

  • Geoffrey Hindley, ed. (1982). «The Romantics: Russian music from the earliest times». The Larousse Encyclopedia of Music (em inglês) 2ª ed. Nova York: Excalibur. ISBN 0-89673-101-4 

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Mily Balakirev
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.