Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Para o museu baiano, veja Museu Náutico da Bahia.

O Museu Náutico está instalado no armazém 4 do Porto Velho da cidade de Rio Grande, no estado do Rio Grande do Sul, podendo ser visitado de sexta-feira a domingo, das 14 às 18 horas. Pertence à Fundação Universidade do Rio Grande.

O Museu Náutico foi inaugurado no dia 9 de abril de 2003, e revitalizado em 13 de junho de 2007,[1] com o intuito de destacar a cidade de Rio Grande como uma cidade histórica e marítima e realçar a íntima relação dela com o mar e com estuário da Laguna dos Patos. Pretende preservar e divulgar a cultura náutica e valorizar e dignificar a atividade daqueles que vivem do mar.

Seu acervo é formado por embarcações, equipamentos de navegação, pesca e sinalização náutica, mapas, maquetes de navios, fotografias, documentos, indumentárias e armaria.

Entre as peças de seu acervo, um navio de guerra utilizado pela Marinha está na área das embarcações do museu. Incorporado à Marinha em 1955, a corveta Imperial Marinho consegue transportar até 900 toneladas e possui enorme poder bélico com metralhadoras e canhões. Além disso, mede 56 metros de comprimento, podendo abrigar até 64 marinheiros. O navio está aberto à visitação do público desde agosto de 2015, tornando Rio Grande a terceira cidade a possui um navio-museu no país, atrás apenas de Rio de Janeiro e Belém.[2]

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

  1. «Museus e Centros da FURG - Museu Náutico». www.museu.furg.br. Consultado em 25 de setembro de 2017 
  2. «Navio de guerra será transformado em museu em Rio Grande, no RS». Rio Grande do Sul. 20 de junho de 2015 
  Este artigo sobre um museu é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.