Abrir menu principal

Nós Vamos Invadir sua Praia

(Redirecionado de Nós Vamos Invadir Sua Praia)
Nós Vamos Invadir Sua Praia
Álbum de estúdio de Ultraje a Rigor
Lançamento 13 de julho de 1985
Gravação Abril de 1985
Gênero(s) New Wave, rock cômico, surf rock, ska,[1]
Duração 53:18 (CD)
Formato(s) CD, LP
Gravadora(s) WEA
Produção Liminha e Pena Schmidt
Cronologia de Ultraje a Rigor
Eu Me Amo/Rebelde sem Causa
(1984)
Liberdade para Marylou
(1986)

Nós Vamos Invadir Sua Praia é o álbum de estreia da banda brasileira de rock Ultraje a Rigor, lançado em 1985 pela gravadora WEA. Ganhou o disco de platina no Brasil.[2]

Com o sucesso dos primeiros compactos, Inútil/Mim Quer Tocar e Eu Me Amo/Rebelde Sem Causa, a banda decidiu gravar seu primeiro LP no estúdio Nas Nuvens. O título do disco é explicado pelo produtor Pena Schmidt como uma provocação das bandas paulistas aos grupos cariocas, pelo fato de estar chegando uma geração de paulistas fazendo sucesso no Rio de Janeiro, um dos berços do rock nacional dos anos 1980. Porém, a letra da música descreve com precisão uma prática comum dos paulistanos nos anos 80: descer para Santos no fim de semana, no chamado bate-e-volta.[carece de fontes?]

Entre as principais canções do disco, estão "Zoraide", "Ciúme", "Independente Futebol Clube" (gravada ao vivo), "Eu Me Amo", "Marylou" (com participação especial de Herbert Vianna, dos Paralamas do Sucesso, na guitarra solo) e a faixa-título (com a participação dos cantores Selvagem Big Abreu, membro do grupo João Penca e Seus Miquinhos Amestrados; Lobão, Leo Jaime e Ritchie). Nove das onze faixas do disco estiveram entre as mais tocadas na época ("Jesse Go" e "Se Você Sabia" foram as exceções). O disco também fez com que os shows do Ultraje quebrassem recordes de público, principalmente no Canecão, no Rio de Janeiro.[carece de fontes?]

"Inútil" e "Mim Quer Tocar", ambas do primeiro compacto, foram regravadas. "Eu Me Amo" e "Rebelde sem Causa" (segundo compacto) foram apenas reincluídas como no original.

O disco foi remasterizado e relançado em CD em 1990 e 2001, tendo como faixas-bônus as versões originais de "Inútil" e "Mim Quer Tocar", gravadas em 1983, as canções "Hino dos Cafajestes" e "Marylou (versão carnaval)" (lançadas no EP Liberdade para Marylou, em 1986) em ambas as prensagens. Na edição de 2001 foi incluída a canção "Ricota", composição de Edgard Scandurra (guitarrista do Ultraje em 1983, membro do Ira!), gravada em 1983 para o primeiro compacto e cotada para substituir "Inútil", caso esta não fosse liberada pela Censura Federal, embora a mesma tenha sido inclusa no terceiro álbum, Crescendo.[carece de fontes?]

Já em Dezembro de 2008 pela Revista MTV, o álbum foi considerado o "melhor álbum do rock nacional".[carece de fontes?]

Em 2010 o álbum foi relançado em Vinil 180 gramas, pela gravadora Polysom.[3]

FaixasEditar

Todas as canções escritas e compostas por Roger Moreira, exceto onde estiver indicado. 

N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "Nós Vamos Invadir sua Praia"    4:18
2. "Rebelde sem Causa"    3:23
3. "Mim Quer Tocar"    3:51
4. "Zoraide"    3:28
5. "Ciúme"    4:09
6. "Inútil"    3:37
7. "Marylou"  Edgard Scandurra/Maurício/Roger Moreira 2:18
8. "Jesse Go"  Maurício/Roger Moreira 3:52
9. "Eu Me Amo"    3:34
10. "Se Você Sabia"    3:39
11. "Independente Futebol Clube"    2:35

Faixas Bônus - Edição de 2001

N.º TítuloCompositor(es) Duração
12. "Inútil" (Versão Single-1983)  2:51
13. "Mim Quer Tocar" (Lado B de Inútil-1983)  3:03
14. "Hino dos Cafajestes" (Single)Maurício/Roger Moreira 3:02
15. "Marylou" (Versão Carnaval)Edgard Scandurra/Maurício/Roger Moreira 2:24
16. "Ricota" (Faixa Previamente Não Lançada)Edgard Scandurra 3:08

Recepção e críticaEditar

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic      [4]

A Revista Rolling Stone Brasil criou a lista dos 100 melhores discos da música brasileira e colocou o álbum no 27º lugar.[5]

CertificaçõesEditar

País Certificação Data Vendas certificadas
  Brasil (ABPD)[2]   Platina[2] 1994[2] 250.000*
*número de vendas baseado na certificação

FormaçãoEditar

  • Roger Moreira: voz, guitarra base e sax-alto na faixa 3
  • Carlo Bartolini (Carlinhos): guitarra solo (exceto faixa 7) e vocais
  • Maurício Defendi: baixo (exceto faixa 8) e vocais
  • Leonardo Galasso (Leôspa): bateria e vocais

Músicos convidadosEditar

Ficha TécnicaEditar

  • Produção: Liminha e Pena Schmidt
  • Direção artística e musical: Liminha
  • Assistente de produção: Arthur Bello
  • Engenheiro de gravação e mixagem: Vitor Farias
  • Gravado em abril de 1985 no estúdio Nas Nuvens, RJ
  • Corte: José Oswaldo Martins (RCA)
  • Capa: Régis Rocha Moreira
  • Fotos: Paulo Fridman
  • Coordenação gráfica: Silvia Panella

Faixa "Independente Futebol Clube"Editar

  • Gravada ao vivo no Rádio Clube em São Paulo, no dia 6 de abril de 1985
  • Técnicos de gravação: Egídio Conde e Élcio Alvarez Filho
  • Assistentes: Shimbau e Fernando Alemão

Faixas "Rebelde Sem Causa" e "Eu Me Amo"Editar

  • Gravadas nos estúdios Transamérica, Rio de Janeiro, no ano de 1984
  • Técnicos de gravação: Cláudio Farias

Referências

  1. RYM
  2. a b c d «Álbuns certificados da banda Ultraje a Rigor». ABPD. Consultado em 24 de janeiro de 2014 
  3. «Polysom relança clássicos de Jorge Ben e Ultraje a Rigor em vinil». Música.Terra.com.br. Consultado em 6 de junho de 2011 
  4. Rivadavia, Eduardo. Ultraje a Rigor: Nos Vamos Invadir Sua Praia > Review (em inglês) no Allmusic. Acessado em 21 Junho 2011.
  5. «Rolling Stone Brasil elege os 100 melhores discos de música brasileira». Consultado em 7 de junho de 2011. Arquivado do original em 8 de outubro de 2009