NRP Viana do Castelo

Viana do Castelo
NRP Viana do Castelo em provas de mar
Carreira   Bandeira da marinha que serviu
Data de encomenda 2002[1]
Construção Estaleiros Navais de Viana do Castelo, Portugal
Patrono Cidade de Viana do Castelo
Período de serviço 2011 -
Estado Activo
Características gerais
Tipo de navio Navio-patrulha oceânico
Classe Viana do Castelo
Deslocamento 1 850 t
Comprimento 83.10 m
Boca 12,95 m
Calado 3,82 m
Propulsão Motores a diesel
2 veios com hélices de passos variáveis
Velocidade 21 nós
Autonomia 5000 milhas
Armamento Peça de 30mm
Tripulação 38 militares (5 oficiais, 8 sargentos, 25 praças)

O NRP Viana do Castelo (P360) é um navio-patrulha oceânico da classe Viana do Castelo da Marinha Portuguesa resultante do projeto NPO 2000. Com um custo superior a 50 milhões de euros,[2] a sua recepção provisória foi feita em 2010-12-29[3] e foi entregue ao estado português em 2011-04-26, após 6 anos de atraso.[4] O navio-patrulha, apesar de ter uma guarnição de 38 militares, necessita apenas de 6 elementos para operar em condições de navegação normais.[5]

O navio-patrulha tem como madrinha Manuela Ramalho Eanes.

O navio é utilizado principalmente para ações de patrulha da vasta Zona Económica Exclusiva Portuguesa.

CronologiaEditar

Em Junho de 2009 foi anunciado que a entrega do navio à Marinha de Portugal estaria prevista para Julho desse ano, sendo os atrasos atribuídos a "detalhes de natureza técnica que tiveram de ser afinados para que o modelo cumpra todos os requisitos que são necessários".[6]

Em 2010 o Ministro da Defesa Nacional adjudicou à Oto Melara duas peças de artilharia de 30mm e o respectivo sistema EO/IR destinados a equipar os dois primeiros navios da classe Viana do Castelo, onde se inclui o NRP Viana do Castelo.[7][8]

Em 2011-08-20 o navio completou 500 horas de navegação em duas missões operacionais. Com base nessa experiência, o comandante do patrulha, o capitão-de-fragata César Manuel Pires Correia, declarou que "Em alguns aspetos, este navio até ultrapassou as expectativas iniciais."[9]

Em 13 de Outubro de 2015, o navio deu início à sua primeira missão na Região Autónoma dos Açores.[10]

Ver tambémEditar

ReferênciasEditar

  1. «Atrasos e custos elevados marcam lançamento de navio patrulha». Radio Renascença. 26 de abril de 2011. Consultado em 28 de abril de 2011 
  2. «Primeiro "patrulha" construído nos Estaleiros de Viana faz hoje viagem inaugural». Lusa. 26 de abril de 2011. Consultado em 28 de abril de 2011 
  3. «Despacho n.º 681/2011 - Recepção provisória do NRP Viana do Castelo» (PDF). Diário da República 
  4. «Atrasos e custos elevados marcam lançamento de navio patrulha». mega fm. 28 de abril de 2011. Consultado em 28 de abril de 2011 
  5. «Novo navio da Marinha construído em Viana do Castelo deixou hoje os estaleiros». SIC. 28 de abril de 2011. Consultado em 28 de abril de 2011 
  6. «Armada recebe 'Viana do Castelo' em Julho». Diário de Notícias. 21 de Junho de 2009. Consultado em 15 de dezembro de 2013 
  7. «"Diário da República: Despacho n.º 3060/2010 - adjudicação da compra de duas peças de artilharia de 30mm para equipar os dois primeiros navios da classe Viana do Castelo» (PDF) 
  8. «Nova artilharia nos navios-patrulha» 
  9. «Marinha: Primeiro Patrulha já leva 500 horas de navegação e "ultrapassou as expectativas" - comandante». Lusa. 20 de agosto de 2011. Consultado em 28 de agosto de 2011 
  10. Ana Carvalho Melo (12 Outubro de 2015). «Navio Patrulha Oceânico Viana do Castelo em missão nos Açores». Açoriano Oriental. Consultado em 8 de Fevereiro de 2016 

Atalhos externosEditar