Namco

desenvolvedora japonesa de videogames

A Namco Ltd. (株式会社ナムコ Kabushiki Gaisha Namuko?) foi uma desenvolvedora e publicadora japonesa de jogos eletrônicos sediada em Tóquio. Foi fundada em junho de 1955 por Masaya Nakamura com o nome de Nakamura Seisakusho, iniciando suas operações como produtora de brinquedos à fichas destinados a lojas de departamento. Pelas décadas seguintes gozou de sucesso em seu ramo, sendo renomeada Nakamura Manufacturing em 1959 e começando a usar o acrônimo "Namco" em 1971. Ela comprou a divisão japonesa da norte-americana Atari em 1974 e passou a publicar seus jogos no Japão.

Namco
Antiga sede da Namco em Tóquio
Razão social Namco Ltd.
Nome nativo 株式会社ナムコ
Nome romanizado Kabushiki Gaisha Namuko
Nome(s) anterior(es) Nakamura Seisakusho
Nakamura Manufacturing
Pública
Atividade Jogos eletrônicos
Fundação 1º de junho de 1955
Fundador(es) Masaya Nakamura
Destino Dissolvida
Encerramento 31 de março de 2006
Sede Tóquio,  Japão
Subsidiárias Namco America
Namco Cybertainment
Namco Enterprises Asia
Namco Hometek
Namco Tales Studio
Shanghai Namco
Sucessora(s) Bandai Namco
Entertainment

A aquisição da Atari inspirou a Namco a começar a desenvolver seus próprios jogos eletrônicos, começando por Gee Bee para os arcades em 1978. Seu primeiro sucesso foi Galaxian no ano seguinte, seguido por Pac-Man em 1980. Pelas décadas seguintes a Namco estabeleceu-se como uma das principais desenvolvedoras e publicadoras do mundo, também formando parcerias com empresas como Nintendo, Sega e Sony. Ela se fundiu com a Bandai em setembro de 2005 a fim de formar a Bandai Namco Holdings, operando como subsidiária até março de 2006, quando foi absorvida pela Namco Bandai Games.

A Namco no decorrer de sua história desenvolveu e publicou várias franquias bem-sucedidas, incluindo Pac-Man, Tekken, Ace Combat, Dig Dug, Soulcalibur, Xevious, Ridge Racer e Tales, tendo sido uma das mais prolíficas empresas de jogos eletrônicos. Além disso, ela operou vários centros de arcades e parques temáticos, também participando da produção de filmes, brinquedos e até mesmo dispositivos de audição. Vários dos títulos publicados pela Namco estão entre os mais bem vendidos e aclamados da história dos jogos eletrônicos, com a empresa sendo considerada uma das mais importantes e influentes.

HistóriaEditar

OrigensEditar

 
Os dois primeiros cavalos mecânicos instalados pela Nakamura Seisakusho

A Nakamura Seisakusho Co., Ltd. foi fundada em 1º de junho de 1955 em Tóquio, Japão, por Masaya Nakamura.[1][2][3] Era o filho de um empresário dono de um negócio de concerto de espingardas, porém as dificuldades econômicas do Japão pós-Segunda Guerra Mundial o impediram de arranjar um emprego. Nakamura assim fundou sua própria companhia depois dos negócios de seu pai terem encontrado sucesso na produção de armas de pressão.[4] Ele tinha um caixa equivalente a doze mil dólares e usou esse dinheiro em dois cavalos mecânicos que instalou no jardim terraço de uma loa de departamentos em Yokohama.[5][6] Os cavalos foram populares com as crianças e renderam bons lucros para Nakamura, que então começou a projetar outros tipos de brinquedos como pescaria e máquinas de ver fotos.[7][8] Os negócios foram reorganizados em 1959, quando a empresa mudou seu nome para Nakamura Manufacturing Company.[3] A loja de departamentos Mitsukoshi percebeu o sucesso dos negócios de Nakamura e falou com ele sobre a ideia de projetar um brinquedo infantil para o telhado de uma de suas lojas em Nihonbashi.[9] O resultado foi um trem chamado Roadaway Race, que foi um grande sucesso que levou a Mitsuokishi a pedir brinquedos similares para todas as suas lojas.[9][10]

A Nakamura Manufacturing se tornou, junto com a Taito, Rosen Enterprises e Nihon Goraku Bussan, uma das principais empresas japonesas de diversão. O sucesso de Roadaway Race levou a companhia a trabalhar em brinquedos mecânicos de tamanho similar. O primeiro foi Torpedo Launcher,[11] uma galeria de tiro de guerra submarina posteriormente remeada de Periscope.[5][12] Seus brinquedos venderam bem, porém a Nakamura Manufacturing não possuía as linhas de produção e redes de distribuição que suas competidoras tinham, o que fazia com que a produções dos jogos fossem mais longas e custosas.[9] A empresa também não pode colocar seus produtos dentro das lojas, pois as outras produtoras já possuíam os direitos de de exclusividade. A Nakamura Manufacturing abriu sua própria fábrica em 1967 e mudou seu escritório corporativo para um prédio de quatro andares em Osaka.[7][13] A companhia na mesma época firmou um acordo com a Walt Disney Productions para produzir brinquedos infantis temáticos dos personagens desta, algo que permitiu a expansão das operações e faz da empresa uma das principais forças do mercado de entretenimento a fichas do Japão.[13] Outros de seus produtos incluíram jogos de pistolas de luz temáticos de Ultraman e mesas de pinball com personagens de Osomatsu-kun.[8]

 
Antigo logo da Nakamura Seisakusho

A Nakamura Manufacturing lançou seu primeiro título para arcades em 1970, um jogo de corrida intitulado Racer. O nome "Namco", uma abreviatura de Nakamura Manufacturing Company, apareceu pela primeira vez no ano seguinte em várias de suas máquinas.[13] A companhia também cresceu para ter dez funcionários, incluindo Nakamura.[3][7] Ela estabeleceu uma parceria com a Kansei Seiki Seisakusho (Kasko), uma das maiores produtoras de máquinas de brinquedos do Japão,[14] dando à Nakamura Manufacturing os direitos de distribuir vários dos jogos da Kasko para outras partes do país. O sucesso com títulos para arcades continuou, com eles tornando-se uma presença comum em boliches e mercearias.[15] Um acordo com a Honda foi firmado para a produção de um brinquedo baseado em sua linha de mini motos Dax.[8] A empresa também estabeleceu uma divisão robótica para produzir robôs para centros de entretenimento e festivais, incluindo modelo chamado de Putan que solucionava labirintos pré-fabricados.[16][17]

A Atari abriu, em agosto de 1973, uma divisão japonesa chamada Atari Japan.[6] A empresa norte-americana tinha sido originalmente fundada em 1972 por Nolan Bushnell e Ted Dabney, tendo alcançado considerável sucesso com o lançamento do arcade Pong no mesmo ano.[8] Bushnell queria capitalizar no sucesso de sua companhia e inaugurou uma divisão no Japão depois de perceber o crescente mercado de máquinas a fichas do país. A Atari Japan era liderada por Hideyuki Nakajima, um ex-funcionário da Japan Art Paper Company, e foi estabelecida com o objetivo de importar jogos eletrônicos da Atari e vendê-los para outras empresas.[2] Entretanto, a divisão foi um desastre financeiro e quase faliu durante seus primeiros anos de operação, algo atribuído à falta de interesse do consumidor em seus títulos e má manutenção de suas máquinas.[2][8] Bushnell foi forçado a fechar a Atari Japan em 1974 por subcapitalização e encarregou seu faz-tudo Ron Gordon em encontrar um comprador para a empresa a fim de recuperar alguma parte do dinheiro perdido. A Sega e Taito rejeitaram a proposta, porém a Nakamura Manufacturing aceitou comprar a Atari Japan pelo preço de 1,18 milhões de dólares. Porém, Nakamura informou Bushnell que sua empresa não seria capaz de pagar todo o dinheiro até o fim do prazo; como não havia nenhum outro interessa na aquisição da companhia, Bushnell permitiu que Nakamura pagasse apenas 550 mil e depois 250 mil pelos três anos seguintes.[18] A compra permitiu que a Nakamura Manufacturing distribuísse os jogos da Atari no Japão e lhe fez a sexta maior empresa de jogos eletrônicos do país por receita.[6][19]

Referências

  1. Kikuchi, Daisuke (30 de janeiro de 2017). «'Father of Pac-Man,' Masaya Nakamura, dies at age 91». The Japan Times. Consultado em 8 de setembro de 2020 
  2. a b c Burnham, Van (2001). Supercade: A Visual History of the Videogame Age 1971–1984. Cambridge: MIT Press. p. 181. ISBN 0-262-02492-6 
  3. a b c «ヒストリー». Bandai Namco Entertainment. Consultado em 8 de setembro de 2020 
  4. «K. Endo Celebrated As AM Business Pioneer» (PDF). Amusement Press. Game Machine (335): 22. 1 de julho de 1988 
  5. a b Maeno, Kazuhisa (4 de novembro de 1985). «Venture Business – Namco: Makers of the Video Age». Japanese Economic Foundation. Journal of Japanese Trade & Industry: 38–40 
  6. a b c Kent, Steven L. (2002). The Ultimate History of Video Games: The Story Behind the Craze that Touched our Lives and Changed the World. Nova Iorque: Random House International. ISBN 978-0-7615-3643-7 
  7. a b c Kurokawa, Fumio (17 de março de 2018). «ビデオゲームの語り部たち 第4部:石村繁一氏が語るナムコの歴史と創業者・中村雅哉氏の魅力». 4Gamer. Consultado em 8 de setembro de 2020 
  8. a b c d e Zaku; Game Yume Area 51 (2017). ギャラクシアン創世記 -澤野和則 伝-. [S.l.]: Junrinsha. ASIN B07CPLY349 
  9. a b c Maeno, Kazuhisa (1984). 『超発想集団ナムコ』 前野和久. [S.l.]: PHP Institute. ISBN 4569213278 
  10. Soble, Jonathan (30 de janeiro de 2017). «Masaya Nakamura, Whose Company Created Pac-Man, Dies at 91». The New York Times. Consultado em 8 de setembro de 2020 
  11. Horowitz, Ken (2018). The Sega Arcade Revolution, A History in 62 Games. [S.l.]: McFarland & Company. ISBN 978-1-4766-3196-7 
  12. Lally, Ralph (janeiro de 1997). «Interview with Masaya Nakamura». Play Meter. ISSN 1529-8736 
  13. a b c Plunkett, Luke (5 de abril de 2011). «How A Company Went From Rocking Horses To Pac-Man». Kotaku. Consultado em 8 de setembro de 2020 
  14. «Kasco and the Electro-Mechanical Golden Age». CVS Odyssey. 2001. Consultado em 8 de setembro de 2020 
  15. Wong, Alistair (11 de março de 2019). «Chasing Down Memories Of Making Arcade Racers With Namco Veteran Sho Osugi». Siliconera. Consultado em 8 de setembro de 2020 
  16. «Shigeki Toyama and Namco Arcade Machines». STG Gameside. Consultado em 8 de setembro de 2020 
  17. Murakami, Mazura (23 de fevereiro de 2016). «ナムコ社長「受付はロボットにしろ」 30年前の無茶ぶりを伝説的クリエイター陣が語る (2/3)». ITMedia. Consultado em 8 de setembro de 2020 
  18. Smith, Alexander (2019). They Create Worlds: The Story of the People and Companies That Shaped the Video Game Industry – 1971-1982. I. Boca Raton: CRC Press. ISBN 978-0-4297-5261-2 
  19. «Atari Turns 25». Replay. Julho de 1997 

Ligações externasEditar

  •   Media relacionados com Namco no Wikimedia Commons