Nexus 5X

O Nexus 5X (codinome bullhead) é um smartphone com sistema operacional móvel Android fabricado pela LG Electronics, e desenvolvido e comercializado pela Google. O aparelho integra a linha Nexus de dispositivos topo de linha da empresa sediada em Mountain View. Lançado em 29 de setembro de 2015, é o sucessor do Nexus 5. Juntamente com o Nexus 6P, foi utilizado no lançamento do Android 6.0 Marshmallow, o qual introduziu uma interface renovada, melhorias de desempenho, maior integração com o Google Now e outros novos recursos.[5] Atualmente, é um dos dos poucos smartphones que podem conectar-se via Project Fi, ao lado do Nexus 6, do Nexus 6P e do Pixel.[6]

Nexus 5X
Nexus logo 2015.svg
Visão frontal do Nexus 5X
Nome de código Bullhead
Fabricante Google e LG Electronics
Série Google Nexus
Tipo Smartphone
Lançamento
Ecrã 5,2 in (130 mm), resolução de 1920 x 1080 pixels (423 ppi)
1080p Full HD, painel IPS LCD com Corning Gorilla Glass 3
Câmara 12,3 MP, abertura f/ 2.0, sensor de 1/2.3", pixel de 1.55 µm, flash de LED duplo, autofocus a laser, Sony Exmor IMX377[1]
Segunda câmara 5 MP, pixel 1.4 µm, abertura f/ 2.0, Omnivision OV5693[2]
Sistema operativo Android "Marshmallow" 6.0 atualizável para o Android 8.1 (Oreo))
CPU 1.8 GHz seis núcleos 64-bit ARMv8-A
GPU Adreno 418
Memória 2 GB LPDDR3 RAM
Armazenamento 16 GB or 32 GB
Rede
Bateria 2,700 mAh Li-Po 100 minutos de carga, 6h 25 minutos de uso[3]
Dimensões 147,0 mm (5,79 in) H
72,6 mm (2,86 in) W
7,9 mm (0,31 in) D
Peso 136 g (4,80 oz)
Relacionado Nexus 6P
Sítio oficial www.google.com/nexus/5x
Cronologia
Nexus 5
Google Pixel[4]

Em 4 de outubro de 2016, a Google apresentou o sucessor deste aparelho, o Google Pixel.[4] De acordo com a Google, o Nexus 5X tem a garantia de receber atualizações das versões do Android até setembro de 2017.[7]

EspecificaçõesEditar

HardwareEditar

O dispositivo possui um leitor de impressão digital na parte traseira denominado "Nexus Imprint", que pode ser utilizado por aplicativos de outros desenvolvedores.[8] É compatível com o Project Fi, a rede móvel da própria Google.[9]

Com o objetivo de reduzir o consumo de energia, a Google implementou uma nova tecnologia designada como "Android Sensor Hub". Trata-se de um microprocessador secundário de baixo consumo cujo propósito é executar algoritmos para detecção de movimentos de modo a monitorar diretamente o acelerômetro, o giroscópio, o leitor de impressão digital e os sensores da câmera do dispositivo. Este chip executa algoritmos de reconhecimento de atividade que o possibilitam interpretar ações e gestos independentemente do processador principal. Deste modo, a CPU principal permanece inativa até que algo requeira a sua atenção. O "Sensor Hub" reconhece quando o dispositivo é tirado do bolso e exibe automaticamente as notificações em modo econômico, em preto e branco, até que o display seja propriamente ativado. Adicionalmente, o "Sensor Hub" também suporta o loteamento de sensores de hardware, um recurso introduzido com o Android KitKat que possibilita aos sensores, por um curto período de tempo, atrasar a entrega de dados não críticos para o sistema operacional - ao contrário de enviar um fluxo constante de dados para a CPU, o que resultaria no consumo de mais energia. O loteamento de sensores tem sido usado em pedômetros de modo a evitar que o processador principal permaneça constantemente acordado para que cada passo seja aferido.[10][11]

O Nexus 5X possui uma câmera principal Sony IMX377EQH5 de 12,3 megapixels (pixels de 1.55 μm) com abertura focal f/2.0, autofocus a laser e flash de LED duplo. É capaz de gravar vídeos em 4K UHD a 30 quadros por segundo e vídeos em câmera lenta a 120 quadros por segundo. O aparelho também conta com uma câmera frontal Omnivision OV5693 de 5 megapixels.[12][13]

O site iFixit avaliou o Nexus 5X como um smartphone de fácil reparo, sendo os únicos problemas a ausência de uma bateria removível e o display fundido com o vidro frontal.[14]

O Nexus 5X e o 6P foram os primeiros smartphones a utilizarem a conexão USB-C em lugar do conector no padrão Micro-USB[15] Infelizmente, apesar do conector USB-C, a porta USB transfere dados apenas à velocidade USB 2.0 (480 Mb/s), e não à velocidade USB 3.0 (5.0 Gb/s). Além disso, o vídeo não está disponível nesta porta, de modo que adaptadores de Type-C para HDMI não funcionam. Entretanto, há suporte para USB On-The-Go. Google e LG fizeram o carregamento rápido via USB-C compatível com este dispositivo, assegurando até 4 horas de uso para 10 minutos de carga.

SoftwareEditar

O smartphone originalmente vinha de fábrica com o sistema operacional Android na versão 6.0 "Marshmallow". Esta versão inclui os recursos "Now On Tap", a função de economia de bateria conhecida como "Doze", a possibilidade de editar as permissões de cada aplicativo, e suporte ao leitor de impressão digital "Google Imprint".[16]

Em dezembro de 2015, a Google lançou o Android 6.0.1 Marshmallow para o Nexus 5X, e também para outros smartphones.[17]

Em 22 de agosto de 2016, a Google disponibilizou o Android 7.0 Nougat para o Nexus 5X, bem como para outros aparelhos.[18]

Em 6 de dezembro de 2016, a Google lançou o Android 7.1.1 Nougat para o Nexus 5X, assim como para vários outros dispositivos.[19]

DesignEditar

As opções de cores incluem carbono, quartzo e gelo. O corpo do aparelho é constituído por um polímero plástico duro, com o sensor de proximidade, o sensor de luminosidade e o alto-falante acima do display. A saída de áudio fica localizada abaixo do display, e o LED RGB de notificações, abaixo dela. A câmera frontal fica na frente do aparelho. A parte traseira do dispositivo, por sua vez, inclui uma câmera de 12,3 megapixels, o leitor de impressão digital "Google Imprint", um flash de LED duplo e o sensor de autofocus a laser da LG.[20] De um lado do aparelho, encontra-se a entrada para o cartão nano SIM, e do outro, o botão de energia e os botões de volume. Os microfones estão no topo e na base do smartphone.[21]

ProblemasEditar

Alguns Nexus 5X, nos lotes iniciais, apresentavam displays amarelados, que foram substituídos pela Google.[22]

Alguns usuários apontaram problemas de sensibilidade ao toque na tela quando o carregador de bateria estava conectado ao dispositivo.[23]

Alguns usuários também relataram loops de inicialização espontâneos e irrecuperáveis. O problema tornou-se mais proeminente após a atualização para o Android 7.0. No entanto, usuários também alegaram estar sendo afetados no Android 6.0.[24] Nenhum padrão claro entre as unidades afetadas surgiu e tampouco uma declaração identificando os modelos atingidos foi emitida pela LG.

Referências

  1. Zimmerman, Steven (12 de outubro de 2016). «Sony IMX378: Comprehensive Breakdown of the Google Pixel's Sensor and its Features». XDA Developers. Consultado em 3 de maio de 2017 
  2. Chester, Brandon (9 de novembro de 2015). «The Google Nexus 5X Review». AnandTech. Consultado em 3 de maio de 2017 
  3. «Google Nexus 5X battery life test results are out». Phone Arena. 19 de outubro de 2015. Consultado em 3 de maio de 2017 
  4. a b «Google Unveils Pixel and Pixel XL with Snapdragon 821 Chipset, Android 7.1 Nougat, and Google Assistant». 4 de outubro de 2016. Consultado em 3 de maio de 2017 
  5. Hall, Chris (19 de outubro de 2015). «Nexus 5X official: What's the story so far?». Pocket-lint. Consultado em 2 de maio de 2017 
  6. «Why is Project Fi only available on the Nexus 6P, Nexus 5X and Nexus 6P?». Google Project Fi. Consultado em 2 de maio de 2017 
  7. «Check & update your Android version - Nexus Help». support.google.com. Consultado em 2 de maio de 2017 
  8. «Hands-on with Google's new Nexus 6P smartphone». The Verge. 29 de setembro de 2015. Consultado em 2 de maio de 2017 
  9. «Nexus 5X and Nexus 6P will be available on Project Fi». Android Central. 29 de setembro de 2015. Consultado em 2 de maio de 2017 
  10. «Google's Android Sensor Hub knows how your Nexus is moving». Engadget. 29 de setembro de 2015. Consultado em 2 de maio de 2017 
  11. «The New Android Sensor Hub Will Significantly Improve Idle Battery Life While Doing More With Sensor Data». Android Police. 29 de setembro de 2015. Consultado em 2 de maio de 2017 
  12. «Nexus 5X hands-on: a look at Google's new affordable phone». Android Authority. 29 de setembro de 2015. Consultado em 3 de maio de 2017 
  13. «Google Nexus 5X Pros And Cons». Tech Gadget 360. 16 de outubro de 2015. Consultado em 3 de maio de 2017 
  14. «LG Nexus 5X is quite easy to repair according to iFixit». GSMArena.com. 22 de outubro de 2015. Consultado em 3 de maio de 2017 
  15. «Google's Nexus didn't just pull an Apple with USB-C». SlashGear (em inglês). 2 de outubro de 2015. Consultado em 3 de maio de 2017 
  16. «Android – Marshmallow». android.com. Consultado em 3 de maio de 2017 
  17. Sivanandan, Anvinraj (8 de dezembro de 2015). «Android 6.0.1 Marshmallow With New Emoji Available For Nexus 6P, Nexus 5X, Nexus 6, Nexus 5, Nexus 9, Nexus 7 (2013)». International Business Times. IBT Media Inc. Consultado em 3 de maio de 2017 
  18. Whitwam, Ryan (22 de agosto de 2016). «Android 7.0 Nougat is rolling out to Nexus devices starting today». Android Police. Illogical Robot LLC. Consultado em 3 de maio de 2017 
  19. Fonts, Agustin (5 de dezembro de 2016). «A sweet update to Nougat: Android 7.1.1». The Keyword. Google Inc. Consultado em 3 de maio de 2017 
  20. «Nexus 5X». google.com. Consultado em 2 de maio de 2017 
  21. «Nexus 5X VS Nexus 6P: All The Differences To Help You Decide Which One To Pick». Android Police. 29 de setembro de 2015. Consultado em 2 de maio de 2017 
  22. «Some Nexus 5X devices have a display malfunction, Google will happily replace it». TalkAndroid.com. 27 de outubro de 2015. Consultado em 2 de maio de 2017 
  23. «Nexus 5X users reporting issues with touch response during charging». Android Authority. 20 de novembro de 2015. Consultado em 2 de maio de 2017 
  24. «Nexus 5X Users Stuck In Boot Loops After Android 7.0 Update». Ubergizmo. 21 de setembro de 2016. Consultado em 2 de maio de 2017 

Ligações externasEditar

Ver tambémEditar

  A Wikipédia tem o portal: