Nuno Guerreiro (cantor)

cantor português
(Redirecionado de Nuno Guerreiro (Cantor))
Nuno Guerreiro
Informação geral
Nascimento 5 de setembro de 1972 (47 anos)
Origem Loulé
País Portugal Portugal
Gênero(s) Pop, Soul

Nuno Guerreiro (Loulé, 5 de Setembro de 1972) é um cantor português e vocalista na banda Ala dos Namorados, onde ganhou popularidade.

PercursoEditar

Começou a cantar muito cedo, tendo como influência primordial a grande Amália Rodrigues.

Aos 16 anos foi para Lisboa para frequentar a Escola de Dança do Conservatório.

O Teatro São Luiz foi o primeiro palco onde dançou e também foi o primeiro palco onde cantou quando colaborou com o grupo Diva de Natália Casanova.[1] Foi visto a cantar por Carlos Paredes que o convidou a participar, em 1992, nos concertos do músico em Lisboa e Porto.

Nuno colaborou também com o ex-Madredeus Rodrigo Leão.

É convidado por João Gil e Manuel Paulo para os Ala dos Namorados.

Gravou a solo o álbum "Carta de Amor" com produção e arranjos do maestro japonês Akira Senju. O disco inclui vários "standards" e algumas composições da Ala dos Namorados. O disco inclui os temas "Amazing grace", "Manhã de Carnaval", "Amapola", "Ao Sul", "Love letters", "Greensleeves", "My funny Valentine", "Perdidamente", "Takeda no komoriuta" e "When the saints go marchin' in".

Em 2002 gravou o álbum "Tento Saber" com produção de Gonçalo Pereira. Rui Veloso toca guitarra em "3 Minute Song", uma canção sua e de Carlos Tê. Inclui também "Por Amor, Por Alguém" (uma canção de Sara Tavares), "Tu Podes Dar" (de Lúcia Moniz e Pedro Campos) e uma versão de "Careless Whisper" de George Michael.

A versão internacional do segundo disco inclui "Ampola" na versão usada num anúncio nipónico da Nissan.

Em 2007 participou no disco do cantor TT. No mesmo ano lança o que seria o último álbum da Ala dos Namorados.

Junta-se a Olavo Bilac (Santos & Pecadores), Tozé Santos (Per7ume) e ao produtor Vítor Silva para o projecto Zeca Sempre de tributo a José Afonso.

Lança ainda a solo o CD "Gangster Mascarado" mas que não obtém grande adesão. Um dos temas conta com a participação de Berg

Em Fevereiro de 2013 é lançado um novo disco da Ala dos Namorados, "Razão de Ser", em que revisitam os grandes temas da sua carreira com a colaboração de nomes como António Zambujo, Carlos do Carmo, Cristina Branco, Carlos Nobre (Pacman), Dany Silva, João Gil, Jorge Palma, Rão Kyao, Rui Pregal da Cunha, Shout e Susana Félix.

Criou um álbum novo que foi lançado no fim do ano de 2014 "Felicidade" dá início à “Tour Felicidade 2015"

Vida pessoalEditar

Abertamente homossexual, Nuno Guerreiro assumiu em entrevista ao 24 Horas, em 2009, que tinha sido vítima de agressões por parte do ex-companheiro, de quem se separou por esse motivo.

DiscografiaEditar

  • Carta de Amor - EMI - 1999
  • Tento Saber - EMI - 2002
  • Gangster Mascarado - Chiado - 2011

ColaboraçõesEditar

  • Rodrigo Leão - Ave Mundi Luminare (1993)
  • Diva - Santa Maria (1995)
  • Cantigas de Amigos - Dona Ancra (1999)
  • Shout! Natal - Natal (2003)
  • Aldo Brizzi - Velada ou revelada (Virgínia Rodrigues & Nuno Guerreiro)
  • TT - Vem Cá /Não Olhes Para Trás (2007)
  • Zeca Sempre (2010)

ContratenorEditar

Uma vez que é contratenor, a sua voz permite-lhe explorar diversas sonoridades; possui assim a capacidade de interpretar repertório barroco - oratória, árias de Handel ou Purcell, assim como fado, pop ou música soul.[carece de fontes?]

Estudou canto lírico no Conservatório Nacional português, onde também obteve o seu diploma como bailarino profissional.[carece de fontes?]

Referências

  Este artigo sobre um(a) cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.