Abrir menu principal

Ungheni (Mureș)

(Redirecionado de Nyaradfluss)
Romênia Ungheni

Nyárádtő • Nyaradfluß • Nirașteu

 
  Cidade  
Igreja calvinista de Ungheni
Igreja calvinista de Ungheni
Localização
Localização de Ungheni no distrito de Mureș
Localização de Ungheni no distrito de Mureș
Ungheni está localizado em: Roménia
Ungheni
Localização de Ungheni na Romênia
Coordenadas 46° 29' 9" N 24° 27' 39" E
Região histórica TransilvâniaPaís Székely
Distrito Mureș
Características geográficas
Área total 63,69 km²
População total (2011) [1][2] 6 945 hab.
 • Estimativa (2016) 7 523
Densidade 109 hab./km²
Altitude 296 m
Código postal 547 605

Ungheni (em húngaro: Nyárádtő, AFI[ˈɲaːraːttøː]; em alemão: Nyaradfluß) é uma cidade do județ (distrito) de Mureș, na região histórica da Transilvânia, Roménia. Até à década de 1960 o seu nome romeno foi Nirașteu.

Em 2011 tinha 6 945 habitantes[1] e em 2016 estimava-se que tivesse 7 523 habitantes.[2] A área administrada pela cidade tem 63,69 km². O Aeroporto Internacinal de Târgu Mureș situa-se na área administrada por Ungheni.

Geografia e demografiaEditar

Em termos étnicos, segundo o censo de 2011, 72,6% da população era romena, 8,6% húngara e 14,1% cigana.[1] A distribuição de população pelas localidades do município citadino — que inclui seis aldeias além da cidade de Ungheni — era a seguinte em 2002: Cerghid (em húngaro: Nagycserged; 499), Cerghizel (Kiscserged; 492), Morești (Malomfalva; 727), Recea (Recsa; 142), Șăușa (Sóspatak; 233), Ungheni (3 562) e Vidrasău (Vidrátszeg; 899).

Unhgeni situa-se no centro sudoeste do distrito, nas colinas de Niraj e Madarași (em romeno: Dealurile Nirajului e Colinele Madarașului), nas margens do rio Niraj, junto à sua confluência com o rio Mureș, 10 km a sudoeste da capital distrital, Târgu Mureș.

HistóriaEditar

A menção mais antiga à vila data de 1264, com o nome de Naradtew. Em escavações levadas a cabo entre 1951 e 1955 na aldeia de Morești foram descobertos objetos do Paleolítico, cerâmica do Neolítico, vestígios duma necrópole da Idade do Bronze e de outra dácia e romana, bem como de restos dum castelo da Alta Idade Média que poderá ter sido a residência do chefe valaco Gelou.

A vila pertenceu ao Reino da Hungria e posteriormente ao Império Austríaco e à Áustria-Hungria. Em 1601, foi incendiada e muitos dos seus habitantes foram mortos pelas tropas do general Basta, durante a revolta transilvana contra os Habsburgo. Em 1876, com a reorganização administrativa da Transilvânia, Ungheni passou a fazer parte do condado de Maros-Torda.

Como toda a Transilvânia, Ungheni passou a fazer parte da Roménia em 1920, nos termos do Tratado de Trianon. Na sequência da Segunda Arbitragem de Viena, a região foi ocupada pela Hungria entre 1940 e 1944. Nesse período, os nazis exterminaram a pequena comunidade judia local. Em 1944, a área foi palco de numerosos combates, durante a libertação da Transilvânia, quando a Roménia se juntou aos Aliados. Em 1945 foi novamente formalmente integrada na Roménia e em 2004 obteve o estatuto de cidade (oraș).

No verão de 2008 ocorreu um incidente polémico que provocou protestos: a igreja greco-católica da Santa Trindade (Sfânta Treime), construída em 1858 em estilo neobarroco foi demolida para ser substituída por uma igreja ortodoxa.

Notas e referênciasEditar

  1. a b c «Rezultatele finale ale Recensământului din 2011: Tab8. Populația stabilă după etnie – județe, municipii, orașe, comune» (em romeno). Institutul National de Statistica. www.recensamantromania.ro. Consultado em 17 de abril de 2018 
  2. a b «Populaţia României pe localitati la 1 ianuarie 2016» (em romeno). Institutul National de Statistica. www.insse.ro. Consultado em 17 de abril de 2018. Arquivado do original em 27 de outubro de 2017