Abrir menu principal
Roma Cabo
Razão social ORM Cabo Ananindeua Ltda.
Subsidiária
Slogan O mundo conectado com você
Atividade Telecomunicações
Fundação 2001 (18 anos)
Fundador(es) Rômulo Maiorana Júnior
Sede Belém - PA,  Brasil
Locais Belém e Ananindeua
Proprietário(s) Rômulo Maiorana Júnior
Presidente Rômulo Maiorana Júnior
Produtos Televisão por assinatura
Fornecedor de acesso à internet
Telefonia fixa
Empresa-mãe Grupo Roma
Antecessora(s) ORM Cabo (2001-2018)
Website oficial www.romacabo.com.br

Roma Cabo é uma empresa de telecomunicações brasileira sediada em Belém, Pará. Pertencente ao Grupo Roma, explora serviços de televisão por assinatura, internet e telefonia fixa via fibra ótica nos municípios de Belém e Ananindeua.

HistóriaEditar

A empresa foi fundada em 2001 como ORM Cabo, sendo uma empresa integrante das Organizações Rômulo Maiorana (atual Grupo Liberal).[1]

Para expansão de sua rede de fibra ótica, a empresa fez um empréstimo de 10 milhões ao Banco da Amazônia que serve também como sinal fechado da Rede Globo.[2]

Em 22 de setembro de 2010, o Conar decidiu alterar uma publicidade da ORM Cabo, com uma frase aonde dizia que o serviço é imune às condições climáticas.[3]

Em março de 2018, após a cisão entre os sócios da ORM, a ORM Cabo e outras empresas passaram ao comando de Rômulo Maiorana Júnior, passando a integrar em 13 de maio o Grupo Roma.[4] Ao mesmo tempo, a ORM Cabo passava a se chamar Roma Cabo.

Referências

  1. Natália Ferreira Mello (22 de outubro de 2011). «Regionalização dos conteúdos nas Tv's a cabo: Uma análise da RMTV, canal fechado local na ORM cabo1» (PDF). Universidade Estadual do Centro-Oeste. p. 7. Consultado em 18 de abril de 2012 
  2. Lúcio Flávio Pinto (03 de março de 2009). «Contorcionismos de um anacronismo». Observatório da Imprensa. Consultado em 18 de abril de 2012  Verifique data em: |data= (ajuda)
  3. «NOTÍCIAS- 22/9/2010 - Conselho de Ética debate e vota 15 representações». Conar. 22 de setembro de 2010. Consultado em 18 de abril de 2012. Arquivado do original em 15 de dezembro de 2011 
  4. «Irmãos Maiorana dividem bens e definem futuro das ORM». Diário do Pará. 3 de março de 2018. Consultado em 4 de julho de 2018. Cópia arquivada em 3 de março de 2018 

Ligações externasEditar