Abrir menu principal
O Inferno Sou Eu
Turnê Peça de Teatro de Marisa Orth
Local  Brasil Brasil
São Paulo
Pernambuco
Bahia
Santa Catarina
Rio Grande do Norte
Paraná
Rio de Janeiro
Data de início 22 de Janeiro de 2010
Data de fim 31 de Outubro de 2010
N.º de apresentações 87 no Total.
Cronologia de turnês de Marisa Orth
Romance Volume II
(2008-2013)
A Família Addams (musical) (2012-2013)

O Inferno Sou Eu foi uma peça teatral da atriz e cantora Marisa Orth, estreada em 22 de janeiro de 2010 no Teatro Jaraguá, em Bela Vista, (término previsto, primeiramente, para 25 de abril de 2010; que acabou sendo prolongada até 7 de Novembro de 2010; mas as datas mudaram novamente duas vezes em seu site e vários concertos foram cancelados, e assim, prevista para terminar em 31 de outubro de 2010). Retrata a vida de Simone de Beauvoir, a filósofo esposa do também filósofo francês Jean-Paul Sartre.

Tem curadoria de Beto Amaral e Pedro Igor Alcântara, que comemoram o sucesso do filme "Insolação", um retrato de histórias de amores impossíveis.

Com texto de Juliana Rosenthal K., inspirado no período em que "Simone de Beauvoir" passou em Recife, convalescendo da tifo contraída na Amazônia.

É um momento em que a filósofo está especialmente mal-humorada, pois gostaria de voltar à França para reencontrar seu amante e vê seu marido encantar-se por Marta, dona da casa em que os dois se hospedaram em 1960 na capital de Pernambuco.

"Nunca imaginei interpretar Simone de Beauvoir. Tenho pouca experiência em fazer personagens reais. Simone não só é uma filósofo, mas é também uma artista. É uma personalidade muito controvertida, uma pessoa em aberto. Acho que Simone tinha toques de humor, mas de um humor cínico, irônico, cortante. Ela não é melodramática de jeito nenhum. Tem um mau humor engraçado" - explica Marisa Orth, contando que chorou ao assistir a primeira leitura dramática do texto.

Na peça, Simone ainda não estava curada de tifo, que contraíra na Amazônia. Eles se hospedam na casa de Marta, por quem Sartre se apaixona. Marta, então, contrata Dorinha para cuidar de Simone. "O que mais me atraiu na peça foi a qualidade do texto, que permite ir além da mera narrativa. Permite partir de uma personagem real, numa época determinada e saltar para uma reflexão sobre a condição da mulher... Não, não só da mulher: do ser humano de qualquer sexo em busca de um nível superior de consciência. Em busca da felicidade", afirma José Rubens Siqueira que completa: "É uma peça cheia de humor, mas profunda, compacta na busca de sentimentos e significados inconscientes, arquetípicos, sem deslizar para o psicológico".

Com muita sensibilidade, diálogos fluídos e ironia, a peça retrata um encontro improvável, mas transformador entre duas mulheres de realidades totalmente diferentes que irão se conhecer além das aparências. "Não há julgamentosdas atitudes ou ideias. O objetivo é que o público se identifique com as personagens e tirem suas próprias conclusões.", comenta Juliana Rosenthal K. que se inspira no fato real da vinda do casal mais famoso de filósofos do século XX para o Brasil para abrir o diálogo entre as diversas facetas de Simone de Beauvoir - o mito, a mulher, a amante, a professora – com a jovem admiradora e interessada estudante de Letras do Recife nos anos 60.

Além de resgatar um período de grande efervescência cultural no Brasil, O inferno sou eu resgata a memória desses importantes intelectuais franceses, ao discutir temas importantes e atemporais como os relacionamentos amorosos e o papel da mulher na sociedade. O resgate dessa época também se dará através do cenário de Isay Weinfeld e figurinos de Cássio Brasil. Iluminação de Guilherme Bonfanti. Design gráfico de Gringo Cárdia.

Para viver Dorinha, foi realizado teste com atrizes e Paula Weinfeld ganhou o papel pelo talento de imprimir veracidade nos diálogos e enfrentamentos de sua jovem sonhadora com a astúcia, inteligência e cultura de uma das mais conceituadas filósofas de todos os tempos, interpretada por Marisa Orth, "por inteiro", segundo José Rubens Siqueira.

Muito já foi dito e escrito sobre Simone de Beauvoir, e mesmo quase trinta anos após sua morte, as discussões sobre sua vida e obra continuam extremamente atuais.[1]

DatasEditar

Data Cidade Estado Local
  Brasil
22 de Janeiro de 2010 São Paulo   São Paulo Teatro Jaraguá
23 de Janeiro de 2010
24 de Janeiro de 2010
29 de Janeiro de 2010
30 de Janeiro de 2010
31 de Janeiro de 2010
5 de Fevereiro de 2010
6 de Fevereiro de 2010
7 de Fevereiro de 2010
12 de Fevereiro de 2010
13 de Fevereiro de 2010
14 de Fevereiro de 2010
19 de Fevereiro de 2010
20 de Fevereiro de 2010
21 de Fevereiro de 2010
26 de Fevereiro de 2010
27 de Fevereiro de 2010
28 de Fevereiro de 2010
5 de Março de 2010
6 de Março de 2010
7 de Março de 2010
12 de Março de 2010
13 de Março de 2010
14 de Março de 2010
19 de Março de 2010
20 de Março de 2010
21 de Março de 2010
26 de Março de 2010
27 de Março de 2010
28 de Março de 2010
2 de Abril de 2010
3 de Abril de 2010
4 de Abril de 2010
9 de Abril de 2010
10 de Abril de 2010
11 de Abril de 2010
16 de Abril de 2010
17 de Abril de 2010
18 de Abril de 2010
23 de Abril de 2010
24 de Abril de 2010
25 de Abril de 2010
30 de Abril de 2010
1º de Maio de 2010
2 de Maio de 2010
7 de Maio de 2010
8 de Maio de 2010
9 de Maio de 2010
14 de Maio de 2010
15 de Maio de 2010
16 de Maio de 2010
22 de Maio de 2010 Recife   Pernambuco Teatro de Santa Isabel
(Comemoração do 160 aniversário
do Teatro Santa Isabel)
23 de Maio de 2010
6 de Agosto de 2010 Salvador   Bahia Fred Soares
7 de Agosto de 2010
8 de Agosto de 2010
14 de Agosto de 2010 Jundiaí   São Paulo Thonny Piassa
3 de Setembro de 2010 Natal   Rio Grande do Norte Amaury Junior
4 de Setembro de 2010
5 de Setembro de 2010
11 de Setembro de 2010 Taubaté   São Paulo Marquinhos AT Produções
12 de Setembro de 2010
25 de Setembro de 2010 Curitiba   Paraná Jô Oliveira
26 de Setembro de 2010
30 de Setembro de 2010 Rio de Janeiro   Rio de Janeiro Teatro Poeira
1º de Outubro de 2010
2 de Outubro de 2010
3 de Outubro de 2010
7 de Outubro de 2010
8 de Outubro de 2010
9 de Outubro de 2010
10 de Outubro de 2010
14 de Outubro de 2010
15 de Outubro de 2010
16 de Outubro de 2010
17 de Outubro de 2010
21 de Outubro de 2010
22 de Outubro de 2010
23 de Outubro de 2010
24 de Outubro de 2010
28 de Outubro de 2010
29 de Outubro de 2010
30 de Outubro de 2010
31 de Outubro de 2010
Encerrada

CanceladosEditar

Data Cidade Estado Local
  Brasil
26 de Fevereiro de 2011 Guarulhos   São Paulo Teatro Adamastor (Centro)
27 de Fevereiro de 2011

Referência