O Surto é uma banda brasileira[1] de rock. Ficou conhecida nacionalmente pelo sucesso da canção "A Cera".

O Surto
Informação geral
Origem Fortaleza, Ceará
País  Brasil
Gênero(s) Rap metal, metal alternativo, rap rock, punk rock, hardcore punk, rock alternativo, repente, reggae
Período em atividade 1994 - atualmente
Gravadora(s) Virgin, EMI, JT Records, Independente.
Integrantes Reges Bolo
Franklin Medeiros
Marcos Morini
Giuliano Giarolo
Ex-integrantes Marcelo Magal
Bruno Graveto
Bart Silva
André Melo
Roy Carlini
Rodolfo Zarbinatti
Zé Wilcei
Jucian Carlos
Página oficial www.osurto.net

HistóriaEditar

Formada em 1994, em Fortaleza, Ceará, pelos cearenses Reges Bolo (voz) e Zé Wilclei (guitarra), além de Franklin Roosevelt (baixo) e Jucian Carlos (bateria), vindos de Natal, Rio Grande do Norte. A banda lançou seu primeiro trabalho independente em 1997, o título do álbum levava o nome da banda. O sucesso do disco fez que a banda se apresentasse no Skol Rock Festival de 1998, sendo ovacionado como a melhor apresentação do festival[2]. A boa apresentação despertou o interesse da gravadora Virgin, que convidou o quarteto a fazer parte de seu casting. A banda foi para São Paulo, onde conheceu os integrantes dos Raimundos, para quem abriu vários shows.

Em 2001, a banda lançou o álbum Todo Mundo Doido, produzido por Rick Bonadio. Continha dez faixas, das quais se destaca o sucesso «A Cera», música mais executada nas rádios brasileiras em 2001, «Zarôia», «Tudo é Possível» (que foi tema da novela adolescente Malhação) e «Hempadura». Com o sucesso do disco, a banda foi convidada a se apresentar no Rock in Rio 3, dividindo o palco com grandes estrelas do Brasil e do mundo, como Capital Inicial, Silverchair, e Red Hot Chilli Peppers. O sucesso do álbum foi tão grande que a banda participou de programas de televisão em diversas emissoras, como Globo, SBT, MTV, além de festivais por todo o país e uma série de cinco shows no Japão.

Em 2002, a banda lançou seu segundo álbum, o Equalizando as Idéias. O sucesso «O Veneno» foi também uma das músicas mais executadas por todo o Brasil, e seu videoclipe foi um dos mais executados da MTV, chamando atenção por sua excelente produção e fotografia.

Entre 2004 a 2006, a banda passou por uma transição. Aconteceram algumas trocas de integrantes, e somente em 2007 a banda começou a trabalhar num novo projeto, o disco «De Onde Foi Que Paramos Mesmo?». O álbum contou com uma preprodução do ex-tecladista do Capital Inicial, Aislan Gomes, e com uma participação especial de Kiko Zambianchi em uma das faixas. O disco foi lançado pela JT records. Contou com Marcelo Magal (guitarra), Anderson Son (baixo), Gambá (bateria), Pirajá (teclados), e Reges Bolo nos vocais.

Doze anos após o lançamento de seu álbum, «Todo Mundo Doido», O Surto, agora um quarteto, se prepara para lançar seu quarto trabalho de inéditas. A formação atual da banda conta com dois integrantes da formação original: o vocalista e líder da banda, Reges Bolo, e o baixista e humorista Franklin Medeiros. Markão Morini domina as baquetas na banda desde 2008, e Giuliano Giarolo, na guitarra.

A banda promete lançar o novo EP «É pra Quem Gosta, e Não para Quem Quer» em agosto. O EP traz influências de rock and roll, hardcore e reggae. O primeiro single do novo trabalho é «O Sol e o Céu» em versão plugada e outra acústica. O segundo single será a música «Litoral», que será lançada em junho, juntamente a um videoclipe produzido pelo renomado fotógrafo Rick Werneck.

LegadoEditar

Muitos consideram que O Surto não teve oportunidade de mostrar todo seu potencial. "A Cera" ficou marcada como uma das melhores músicas de rock produzidas no Brasil, sendo elogiada pela revista Rolling Stone estadunidense[3].

IntegrantesEditar

DiscografiaEditar

Álbuns de estúdioEditar

SinglesEditar

  • «A Cera»
  • «Tudo é Possível»
  • «O Veneno»
  • «O Sol e o Céu»

Referências

  1. «O Surto chega como revelação no cenário musical». Folha Online. Consultado em 31 de janeiro de 2012 
  2. Etapa do Skol Rock Festival agitou a praia do Pina Arquivado em 4 de março de 2016, no Wayback Machine. Matéria publicada em 28 de setembro de 1998.
  3. Sucesso Rollinstone

Ligações externasEditar

   Este artigo sobre uma banda ou grupo musical do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.