Abrir menu principal
O homem que sabia javanês
Autor(es) Brasil Lima Barreto
Idioma português
País Brasil Brasil
Gênero Humor
Linha temporal século XX
Formato Folhetim
Lançamento 1911 (1a. edição)
Cronologia
Recordações do Escrivão Isaías Caminha
As Aventuras do Doutor Bogóloff

O homem que sabia javanês é um conto do escritor brasileiro Lima Barreto que narra a história de Castelo, isto é, a forma que "havia pregado às convicções e às respeitabilidades, para poder viver." Em suma, nesta história, Castelo expõe a seu amigo Castro como que em meio a miséria do desemprego fingiu saber o javanês, a pretexto de conseguir um emprego que fora ofertado por um homem público, o Barão de Jacuecanga. Após conseguir o emprego, Castelo, por ser um dos únicos tradutores desse idioma - mesmo não o sabendo-, torna-se famoso e logra, de forma inesperada, à diplomacia do País. O conto suscita, à maneira lima-barretiana, críticas ao bacharelismo e à burocracia viciada. Foi publicado pela primeira vez no jornal Gazeta da Tarde do Rio de Janeiro, em 28 de abril de 1911, e posteriormente incluído na coletânea O homem que sabia javanês e outros contos.

Índice

AdaptaçõesEditar

TelevisãoEditar

FilmesEditar

  • 1988: curta-metragem de direção e roteiro por Maurício Buffa.[3]
  • 2004: curta-metragem dirigido por Xavier de Oliveira, com o ator Carlos Alberto Riccelli.[4]

Referências