Abrir menu principal
Oscar 1986
58th Academy Awards
Edição atual 58ª edição
Período 24 de março de 1986
Local(is) Dorothy Chandler Pavilion, Los Angeles
Gênero Premiação Cinematográfica
Idealizado por Academia de Artes e Ciências Cinematográficas
Página oficial www.oscars.org

A 58.ª cerimônia de entrega dos Academy Awards (ou Oscars 1986), apresentada pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, premiou os melhores atores, técnicos e filmes de 1985 no dia 24 de março de 1986, em Los Angeles. Os atores Jane Fonda, Alan Alda e Robin Williams foram os principais apresentadores desta edição.[1]

O grande vencedor da noite foi Entre Dois Amores, que levou o prêmio em 7 categorias, incluindo o Oscar de melhor filme. Já A Cor Púrpura, de Steven Spielberg, embora tenha sido indicado em 11 categorias, não recebeu nenhum prêmio.

Ao vencer na categoria de melhor atriz coadjuvante, a atriz Anjelica Huston fez da família Huston o primeiro clã de Hollywood a vencer o Oscar em três gerações. Os outros vencedores foram de direção para o pai, John Huston, e de ator coadjuvante para o avô, Walter Huston, ambos pelo filme O Tesouro de Sierra Madre, em 1948.

A cerimônia premiou uma das campeãs em indicações ao Oscar, que jamais havia vencido. Geraldine Page, após concorrer pela 8ª vez ao prêmio, finalmente recebeu sua estatueta, na categoria de melhor atriz. O veterano galã de comédias românticas dos anos 30/40, Don Ameche, também venceu na categoria de ator coadjuvante.

O brasileiro O Beijo da Mulher Aranha concorreu em 4 categorias principais, vencendo o Oscar de melhor ator, com o americano William Hurt, que no discurso de premiação pronunciou as palavras em português: "Saudade, Brasil". O filme de Hector Babenco também foi a primeira produção independente na história do Oscar a ser indicada na categoria de melhor filme do ano.

O filme argentino A História Oficial foi a primeira produção da América Latina a vencer o Oscar na categoria de melhor filme estrangeiro.[2] O cinema argentino também concorreu ao Oscar na categoria de melhor documentário, com Las Madres de La Plaza de Mayo.

Depois de 38 anos, a Academia voltou a exibir clipes com a atuação dos atores que concorriam ao Oscar.

Barbra Streisand, Lionel Richie, Irene Cara, Huey Lewis and The News e Stephen Bishop foram algumas das atrações musicais da noite.

A Academia concedeu prêmios honorários ao compositores Alex North e John H. Whitney, Sr., e, ainda, ao ícone de Hollywood Paul Newman, que jamais havia ganho um Oscar até então, vindo a vencer finalmente na categoria de melhor ator no ano seguinte, por A Cor do Dinheiro.

Vencedores e nomeadosEditar

Melhor FilmeEditar

Melhor DireçãoEditar

Melhor AtorEditar

Melhor AtrizEditar

Melhor Ator CoadjuvanteEditar

Melhor Atriz CoadjuvanteEditar

Melhor Filme de Língua EstrangeiraEditar

Melhor Roteiro OriginalEditar

Melhor Roteiro AdaptadoEditar

Melhor FigurinoEditar

Melhor MaquiagemEditar

Melhor MontagemEditar

Melhores Efeitos VisuaisEditar

Melhor FotografiaEditar

Melhor SomEditar

Melhor Edição de SomEditar

Melhor Trilha SonoraEditar

Melhor Canção OriginalEditar

(pela canção Say You, Say Me)

(pela canção The Power of Love))

(pela canção Miss Celies Blues (Sister))

(pela canção Surprise, Surprise))

(pela canção Separate Lives))

Melhor Direção de ArteEditar

Melhor DocumentárioEditar

Melhor Curta-MetragemEditar

Melhor Documentário em Curta-MetragemEditar

Melhor Animação em Curta-MetragemEditar

Referências

  1. Staff, Variety (14 de fevereiro de 2005). «Hosting chores». Variety (em inglês). Consultado em 11 de agosto de 2019 
  2. «A História Oficial / La Historia Oficial». 50 Anos de Filmes. Consultado em 11 de agosto de 2019 

Ligações externasEditar