Palácio Rio Branco (Curitiba)

Palácio Rio Branco
Fachada do Palácio Rio Branco, sede do poder legislativo de Curitiba.
Tipo patrimônio histórico
Início da construção 1891
Fim da construção 1896
Inauguração 1896
Local Curitiba, Paraná,
Brasil

O Palácio Rio Branco, antigo Palácio do Congresso, é um monumento arquitetônico da cidade brasileira de Curitiba, capital do estado do Paraná, no qual funciona a sede da Câmara de Vereadores, sendo um dos mais importantes prédios históricos da capital paranaense.[1]

HistóricoEditar

Mandado construir pelo governador Generoso Marques dos Santos,[1] sua construção foi contratada ao engenheiro italiano Ernesto Guaita em 6 de maio de 1891, já aprovado no ano anterior. Em 1895 ainda não se achava concluído, devendo ter ocorrido entre este ano e o seguinte, 1896, não havendo registros de sua inauguração em publicações locais, embora Arthur Dias informe que "… O Congresso dispõe, também, de um bonito edifício, novo e nobre, de linhas ao estylo italiano… Foi inaugurado em 1896".[2][1]

O então chamado "Congresso Estadual" (atual Assembleia Legislativa) ali se instala após a Proclamação da República do Brasil, ali permanecendo até sua mudança para o Centro Cívico. Sofreu danos com uma explosão ocorrida na estação férrea, em 1913. Em 1957 foi cedido para a instalação da Câmara Municipal, efetivada em 1963, recebendo então o nome que homenageia o Barão do Rio Branco.[1]

Em 1978 o Palácio Rio Branco foi tombado pelo patrimônio histórico do Paraná.[3]

Referências

  1. a b c d «Palácio Rio Branco : atual sede da Câmara Municipal de Curitiba». Sítio oficial da CMC. Consultado em 20 de março de 2010. Arquivado do original em 17 de março de 2010 
  2. Dias, Arthur: O Brasil Atual
  3. Um novo palácio municipal Gazeta do Povo - acessado em 24 de agosto de 2012
  Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Palácio Rio Branco (Curitiba)