Partido Socialista do Trabalho da Croácia

Partido Socialista do Trabalho da Croácia
Socijalistička radnička partija Hrvatske
Presidente Vlado Bušić
Fundador Stipe Šuvar
Fundação 25 de outubro de 1997[1]
Registro 4 de fevereiro de 1998[1]
Sede Pavla Hatza 14, 10000 Zagreb[2]
Ideologia Comunismo
Socialismo
Marxismo
Publicação Socijalizam danas
Ala jovem Jovens Socialistas
Membros (2014) 3.500[3]
País  Croácia
Afiliação internacional Encontro Internacional de Partidos Comunistas e Operários[4]
Afiliação europeia Iniciativa dos Partidos Comunistas e Operários[5]
Parlamento da Croácia
0 / 151
Parlamento Europeu
0 / 11
Zupanos de Condado
0 / 21
Presidentes de Câmara
0 / 128
Cores Vermelho
Página oficial
http://www.srp.hr
Política da Croácia



O Partido Socialista do Trabalho da Croácia (em croata: Socijalistička radnička partija Hrvatske or SRP) é um partido comunista na Croácia. É frequentemente considerado um dos partidos mais autenticamente de esquerda da Croácia.[6][7]

IdeologiaEditar

Em teoria, o partido agrupa muitas ideologias de esquerda distintas.[1][8]

O partido enfatiza a importância da autogestão dos trabalhadores e da democracia participativa.[8] O Partido Socialista Trabalhista apoia os novos movimentos sociais, e representantes do partido têm dada apoio ao Zagreb Pride e a protestos sindicais.

Defender o "bom nome" dos partisans durante a II Guerra Mundial também é um dos seus assuntos principais.[8]

O partido também considera a guerra dos anos 90 como uma guerra civil civil war e não como uma guerra patriótica, uma posição única entre os partidos políticos croatas.

A secção juvenil do SRP é chamada Mladi socijalisti - Jovens Socialistas.

PublicaçõesEditar

O jornal oficial chama-se em croata: Socijalizam danas (Socialismo Hoje). A organização do partido em Split publica o seu próprio jornal - em croata: Gariful (O Cravo).

HistóriaEditar

O partido foi formado em 1997 por uma grupo de ativistas de esquerda reunidos à volta da revista Hrvatska ljevica (Esquerda Croata) e do seu editor Stipe Šuvar. O SRP preencheu o lugar vazio deixado na política croata depois da União Social Democrata ter perdido influência e da Ação Social-Democrata se ter deslocado para o centro.

A primeira eleição a que concorreu foram as legislativas de 2000, em que obteve 18.863 votes (0.66%).[9]

Após as eleições, um grupo de membros da Juventude Socialista (como se chamava então a ala juvenil) saiu para fundar a Esquerda Verde da Croácia .

Em 2004 Stipe Šuvar abandonou a presidência do partido e foi substituído por Ivan Plješa.[10]

Pouco depois, uma minoria dos membros saiu para formar o Partido Socialista da Croácia - Alternativa de Esquerda, sobretudo devido a disputas pessoais. O núcleo ativista, incluindo a ala juvenil e a equipe editorial de Hrvatska ljevica continuou no SRP.

Ligações internacionaisEditar

O partido participou em vários Seminários Comunistas Internacionais[11][12] organizados pelo Partido do Trabalho da Bélgica e participa no Encontro Internacional de Partidos Comunistas e Operários [4] e na Iniciativa dos Partidos Comunistas e Operários.[5] Também contem uma facção chamada Luta Operária (Radnička borba) que é próxima da Quarta Internacional (pós-reunificação).[13] e da Esquerda Anticapitalista Europeia.[14]

Referências

  1. a b c «O nama». Socijalistička radnička partija Hrvatske (em croata). Consultado em 6 de janeiro de 2020 
  2. «Kontakti». Socijalistička radnička partija Hrvatske (em croata). Consultado em 6 de janeiro de 2020 
  3. «Socijalistička radnička partija Hrvatske». HIDRA. Consultado em 14 de outubro de 2011. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2013 
  4. a b «21 IMCWP, Participants List». www.solidnet.org (em inglês). Consultado em 6 de janeiro de 2020 
  5. a b «Participating Parties». Initiative of Communist & Workers' Parties (em inglês). Consultado em 6 de janeiro de 2020 
  6. Bajruši, Robert (22 junho de 2004). «RH će biti zemlja 4 milijuna staraca i još toliko Europljana s vikendicama» [A Croácia será um país de 4 milhões de idosos e de mais tantos europeus com casas de férias] (em croata). Nacional (semanário). Consultado em 30 de junho de 2012. Arquivado do original em 30 de junho 2012 
  7. «Greška 404 - Dani». Bhdani.com. Consultado em 20 de outubro de 2013. Arquivado do original em 18 de maio de 2013 
  8. a b c «Program» (em croata). Cópia arquivada em 27 de setembro de 2007 
  9. «IZBORI 2000. - Izbor zastupnika u Zastupnički dom Hrvatskoga državnog sabora» (em croata). Cópia arquivada em 11 de outubro de 2007 
  10. «Čovjek koji je suviše znao» (em croata). Cópia arquivada em 13 de junho de 2007 
  11. «International Communist Seminar, Brussels, May 5-7, 2006, List of participants» (em inglês). Cópia arquivada em 27 de setembro de 2007 
  12. «International Communist Seminar • List of parties and organizations unable to attend or having sent a solidarity message» (em inglês). Cópia arquivada em 27 de setembro de 2007 
  13. http://socijalistickaomladina.blog.hr/2007/08/1623035391/radnicka-borba.html [ligação inativa]  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  14. «Statement by Anti-capitalist Left conference». International Viewpoint (em inglês). 2011. Consultado em 6 de junho de 2012 

Ligações externasEditar