Abrir menu principal

Notas biográficasEditar

Licenciou-se em 1970 na Universidade de Columbia e viveu durante quatro anos em França. A sua proximidade à literatura francesa haveria de marcá-lo para sempre. Foi confesso admirador de André Breton, Paul Éluard, Stéphane Mallarmé, Sartre e Blanchot, alguns dos quais traduziu para a língua inglesa. O seu gosto pela tradução é muitas vezes referido pelo próprio, que aconselha os jovens escritores a traduzir poesia para entenderem melhor o significado intrínseco das palavras. Além destes autores, Paul Auster refere ainda como suas influências Dostoiévski, Ernest Hemingway, F. Scott Fitzgerald, Faulkner, Kafka, Hölderlin, Samuel Beckett e Marcel Proust.

Em 1998, realizaria o seu primeiro filme, "Lulu on the Bridge". Nos seus livros é evidente a influência cinematográfica norte-americana e as suas histórias desenrolam-se numa sucessão que fazem lembrar um thriller, usando igualmente o método da "caixa chinesa", sucessão de histórias no interior umas das outras. A sua obra parece ser mais apreciada na Europa do que no seu país natal. Actualmente vive em Brooklyn, Nova Iorque, com a sua mulher, (escritora e crítica de arte) Siri Hustvedt. Auster tem dois filhos: Daniel (filho do primeiro casamento com a também escritora e tradutora norte-americana Lydia Davis, entre 1974 e 1978) e Sophie Auster (n. 1987), cantora e actriz de cinema (filha de Siri).

Boa parte da sua história é contada por ele como se fosse uma autobiografia. "Da Mão para a Boca" reúne relatos de sua vida, um jogo criado pelo escritor chamado action baseball, e mais três peças, consideradas por ele mesmo como "fracas". Contudo, em 1981 assina o seu primeiro contrato com uma editora em início de laboração para publicação do seu manuscrito Squeeze Play, sob o pseudónimo de Paul Benjamin, que apenas o publica em edição brochada em 1982, no momento em que aquela já se encontrava em processo de falência. O livro foi apenas distribuído por duas livrarias de Nova Iorque e poucos exemplares foram vendidos. Em 1984, a editora Avon Books (hoje propriedade da HarperCollins Publishers) publica finalmente o referido romance policial.

Sua obra mais recente é o ambicioso e longo romance 4 3 2 1, lançado em 2017 (no Brasil, foi publicado em 2018 pela Companhia das Letras[1]) e finalista do Man Booker Prize, no qual quatro versões do mesmo personagem, Ferguson, vivem vidas diferentes de acordo com circunstâncias pontuais de sua existência da infância até o fim da juventude.

Obras publicadasEditar

FicçãoEditar

Não ficçãoEditar

Coordenações editoriaisEditar

Argumentos para cinema (guiões/roteiros)Editar

Reconhecimentos, galardões e prémios literáriosEditar

Referências

  1. https://www.companhiadasletras.com.br/detalhe.php?codigo=13996
  2. «4 3 2 1 by Paul Auster». paul-auster.com. Consultado em 1 de dezembro de 2016 
  3. Trata-se de um livro de memórias ao estilo de Invenção da Solidão, que versa sobre, entre outros assuntos, as doença e a morte da mãe, os protestos anti-guerra do Vietname em que participou na Columbia University, o casamento e divórcio com a escritora Lydia Davis, a sua vida com Siri Hustvedt. Blurb:«Paul Auster, incansável criador de ficções e de personagens inesquecíveis, vira agora o olhar para si próprio e para o sentido da sua vida. As descobertas da infância e as experiências da adolescência, o compromisso com a escrita - que marcou a sua entrada para a idade adulta -, as viagens, o casamento, a paternidade, a morte dos pais... Uma vida que transborda das páginas deste Diário de Inverno, um definitivo auto-retrato construído com a paixão e a transbordante criatividade literária que são as marcas distintivas da identidade deste escritor amado pelos leitores e admirado pela crítica.»
  4. «Com publicação prevista nos EUA para 11 de Novembro de 2013». Consultado em 10 de junho de 2013. Arquivado do original em 12 de novembro de 2013 
  5. Publicado em Portugal pela Asa a 10/09/2013.
  6. Lista dos vencedores e finalistas do prémio PEN/Faulkner
  7. The 100 greatest novels of all time: The list
  8. «O melhor autor de ficção que a cidade de Nova Iorque tem para oferecer ao mundo». Consultado em 9 de maio de 2012. Arquivado do original em 14 de maio de 2014 
  9. «The Man Booker Prize for Fiction Backlist | The Man Booker Prizes». themanbookerprize.com (em inglês). 2017. Consultado em 12 de novembro de 2017 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.