Abrir menu principal
Paul Crutzen
Nascimento 3 de dezembro de 1933 (85 anos)
Amsterdam
Nacionalidade Holandês
Prêmios Prêmio Tyler de Conquista Ambiental (1989), Prêmio Ambiental Volvo (1991), Nobel prize medal.svg Nobel de Química (1995), Medalha Erasmus (1997)
Instituições Universidade da Califórnia em San Diego, Universidade Nacional de Seul, Sociedade Max Planck
Campo(s) Química atmosférica e ambiental
Notas Membro da Pontifícia Academia das Ciências

Paul Josef Crutzen (Amsterdam, 3 de dezembro de 1933) é um químico holandês.

Conjuntamente com Mario Molina e Frank Sherwood Rowland, foi laureado com o Nobel de Química de 1995, pelo "seu trabalho na química atmosférica, particularmente o estudo sobre a formação e decomposição do ozônio na atmosfera"[1]. Membro da Pontifícia Academia das Ciências em 25 de junho de 1996. É professor do Instituto Max Planck de Química em Mainz, Alemanha.

O asteroide 9679 Crutzen é denominado em sua homenagem.

AntropocenoEditar

Cunhou o termo antropoceno e desenvolveu a teoria a que este corresponde.

Referências

  1. «Chemistry Laureates: Fields». www.nobelprize.org. Consultado em 9 de agosto de 2018 

Ligações externasEditar