Robert Curl

Robert Floyd Curl, Jr. (Alice, 23 de agosto de 1933 - 3 de julho de 2022) foi um químico estadunidense.[1]

Robert Curl Medalha Nobel
Fulereno
Nascimento 23 de agosto de 1933 (88 anos)
Alice
Morte 3 de julho de 2022 (88 anos)
Houston
Nacionalidade estadunidense
Cidadania Estados Unidos
Alma mater Universidade Rice, Universidade da Califórnia em Berkeley
Ocupação químico, professor(a) universitário(a)
Prêmios Nobel de Química (1996)
Empregador Universidade Rice, Universidade Harvard
Instituições Universidade Rice, Universidade Harvard
Campo(s) química, química orgânica

Conjuntamente com Harold Kroto e Richard Smalley, foi agraciado com o Nobel de Química de 1996 pela sua descoberta dos fulerenos.[2]

Mediante experiências com laser com grafite a mais de 104 °C, descobriu a alotropia do carbono, em 1996.

Prêmios e honrariasEditar

Referências

  1. Jade Boyd (4 de julho de 2022). «Nobel laureate, beloved Rice professor Robert Curl dead at 88». Rice University. Consultado em 5 de julho de 2022 
  2. «Chemistry Laureates: Fields». www.nobelprize.org. Consultado em 10 de agosto de 2018 

Ligações externasEditar


Precedido por
Paul Crutzen, Mario Molina e Frank Sherwood Rowland
Nobel de Química
1996
com Harold Kroto e Richard Smalley
Sucedido por
Paul Delos Boyer, John Ernest Walker e Jens Christian Skou


  Este artigo sobre um(a) químico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.