Pedro Oldra

político brasileiro
Pedro Oldra.

Pietro Oldra, conhecido no Brasil como Pedro Oldra, foi um empresário e político ítalo-brasileiro.

Sua vida é mal conhecida. Foi um dos primeiros comerciantes do núcleo colonial italiano de Nova Trento, hoje Flores da Cunha, originalmente parte da colônia de Caxias do Sul.[1] Filiado ao Partido Republicano Rio-Grandense,[2] ganhou notoriedade ao ser indicado pelo Governo do Estado do Rio Grande do Sul para integrar a Junta Governativa que passou a dirigir o município de Caxias, após sua emancipação em 20 de junho de 1890, com atribuições executivas e legislativas. Porém, seu mandato foi brevíssimo. Foi nomeado em 3 de setembro, ao mesmo tempo que Germano Parolini, quando o Governo decidiu ampliar de três para cinco o número de integrantes, e deixou o cargo em 30 de setembro, sendo substituído por Romano Lunardi.[3][4] No ano seguinte foi nomeado sub-delegado de polícia.[5]

Em 1894, radicado na sede caxiense, instalou uma bodega, depois abrindo uma casa de comércio, uma serraria, uma olaria e um açougue, além de trabalhar como carreteiro e explorar "jogos lícitos".[6] A partir de 1909 tornou-se oficial da 5ª Seção da Junta de Alistamento Eleitoral, desempenhando por muitos anos a função de mesário.[7][8][9][10][11] Em 1936 ainda estava ativo no comércio mantendo um café.[12]

Referências

  1. Fontana, Estela Maris Araldi. A Dominação Ideológica da Igreja Católica Oficial sobre a População Urbana de Flores da Cunha. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal do Paraná, 1986, p. 35
  2. "15 de Novembro". A Federação, 23/11/1911
  3. Centro de Memória da Câmara Municipal de Caxias do Sul [Onzi, Geni Salete (org.)]. Palavra e Poder: 120 anos do Poder Legislativo em Caxias do Sul. Ed. São Miguel, 2012, p. 26
  4. Adami, João Spadari. História de Caxias do Sul 1864-1970. Edições Paulinas, 1971, pp. 274-275
  5. "Notas da policia". A Federação, 21/03/1891
  6. Stormowski, Marcia Sanocki. "Manufatura, artesanato e mercado em Caxias: um período de formação (1890-1910)". In: Métis: história & cultura, 2005; 4 (8):307-331
  7. "Editaes". Correio do Município, 10/01/1909
  8. "Edital". O Brazil, 01/01/1913
  9. "Edital". Città di Caxias, 22/01/1915
  10. "Edital". O Brazil, 14/07/1916
  11. "Editaes". O Brasil, 05/08/1920
  12. "Sentença confirmada". O Momento, 03/05/1937

Ver tambémEditar

Prefeitos de Caxias do Sul
Precedido por
Distrito de São Sebastião do Caí
 
Junta Governativa de Caxias do Sul
2 de julho de 1890 – 15 de dezembro de 1891
Sucedido por
Antônio Xavier da Luz